Primeiro namorado aos 30

Não é difícil encontrar casais que namoram desde a adolescência e continuam felizes juntos, mesmo depois dos 30 anos de idade. 'Maurício foi o meu primeiro namorado.Começamos a sair quando eu tinha 16 e ele 17 anos. Nós nos casamos quatro anos depois, em setembro de 2007. - Amor, cheguei! Estou morta, a aula foi puxada hoje. Preciso de um banho urgente! – E entrou para o banheiro. Eulália também tivera o primeiro namorado aos dezesseis anos, mas casou-se com trinta e dois. Formou-se, especializou-se e tinha um bom emprego. Estava com trinta e cinco anos e era quinze anos mais jovem que João Marcos. Em 2017, quando Cara engravidou do primeiro filho em comum com Gordon, percebeu que não poderia esperar muito mais tempo para apresentá-lo aos pais. A mulher decidiu que iria apresentar o namorado à família em março de 2018, altura em que iria entrar em trabalho de parto, por achar que naquela altura o momento não se iria tornar tão ... Apresenta namorado 30 anos mais velho aos pais no dia em que entra em trabalho de parto – Mundo – Correio da Manhã ... Em 2017, quando Cara engravidou do primeiro filho em comum com Gordon ... Uma Menina de 30 anos sábado, 9 de março de 2013. Primeiro Namorado... Eu tinha 18 anos... É sério! Meu primeiro namorado foi aos 18 anos, ele tinha a minha idade e era meu professor de instrumentos musicais rsrsrs No começo eu nem olhava pra ele, minha 'melhor' amiga na época saiu da primeira aula, completamente apaixonada por ele, e eu? ... Em entrevista ao programa 'Pânico', na Jovem Pan, a ex-dançarina do É o Tchan revelou que perdeu a virgindade aos 16 anos e não contou para a mãe: 'Minha família é muito puritana. Nunca nem me troquei na frente dela. Quando meu primeiro ensaio saiu, ela chorou e meu irmão caçula, o mais ciumento, chegou a ter febre', revelou.

Meu parceiro gringo rico me agrediu fisicamente e me jogou na cara que sou brasileiro prostituto

2020.09.21 12:02 Silverwxyz Meu parceiro gringo rico me agrediu fisicamente e me jogou na cara que sou brasileiro prostituto

Quem aí é pobre e gostaria de um príncipe encantado pra te tirar da miséria e viver num castelo… de preferência na Europa com um bom padrão de vida? Pois é, encontrei algo parecido (só que não). Quem procura esse tipo de coisa ou aceita entrar nessa talvez seja bom saber que muitas vezes a vida não é esse conto de fadas.
Resolvi tentar minha sorte na Europa, Itália. Sou professor de inglês formado, sempre fui independente, mas na Europa dificilmente contratam um brasileiro pra dar aulas de inglês. As escolas preferem falantes nativos dos EUA ou Inglaterra. Mesmo se eu tivesse 100 anos de cursos e experiência, nunca vou deixar de ser brasileiro, e a maioria das escolas nem pega o currículo. Minha formação não vale muita coisa na Europa. E o mercado pra dar aulas de português é quase inexistente.
Nisso eu conheci um cara, gostamos um do outro… fui morar com ele. Percebendo minha dificuldade pra encontrar bom trabalho, ganhando pouco, ele propôs pra eu trabalhar menos e voltar a estudar, fazer outra graduação. Detalhes: ele é rico e tem o dobro da minha idade, eu 30 e ele 60. Sim, eu prefiro homens maduros. Aí é que está o problema, aliás, vários problemas: nossa grande diferença de idade, classe social, minha nacionalidade considerada “inferior”, a fama da prostituição dos brasileiros…
Desde o início passei por várias situações desagradáveis… Alguns amigos dele me perguntaram na cara mesmo se sou prostituto brasileiro e se não estaria com ele por causa do dinheiro. Ele brigou com esses amigos por causa disso.
São muitos desafios manter uma relação assim. Já é difícil pelo fato de sermos dois homens, e com grande diferença de idade! Se ao menos ele tivesse uns 10 anos a menos, seria mais fácil eu apresentar pra minha família... Minha mãe jamais aceitaria eu estar com um homem mais velho que ela.
Algumas vezes tentei terminar a relação. Já estive prestes a sair de casa, ele não deixou e disse: “Termine seus estudos, eu gostaria muito de dar isso pra vc. Depois você vai embora e encontra alguém mais jovem que eu”. Na verdade desde os primeiros dias que nos conhecemos ele sempre tentou me comprar, com luxos, viagens, e já no início da nossa relação disse que não tem herdeiros e procura alguém mais jovem como eu pra deixar tudo. Várias vezes ele me pede pra gente ir assinar os papéis do casamento e herdarei tudo. Ele diz exatamente isso! Aliás, ele já disse que fez o testamento dele declarando que sou o herdeiro.
Eu e ele sempre fomos bons amigos, tivemos uma conexão forte, sem problemas na relação, algumas briguinhas cotidianas, nada de mais…
Um ponto negativo é que ele é abertamente racista. Costuma fazer comentários contra negros, e sempre que ele tem oportunidade ele faz piada com o fato de eu ser brasileiro, diz que venho da selva, de um país perigoso, subdesenvolvido, que faço vodu, macumba… Antes ele era casado com uma moça da Guiana e depois teve um namorado da Venezuela. Ele culpa a origem latino-americana dos ex-parceiros pelo temperamento difícil e comportamento “primitivo”. Ele gosta de pessoas mais jovens. Como seria numericamente mais difícil ele conseguir um jovem europeu que queira morar com um velho, ele tem o histórico de pegar jovens desfavorecidos do “terceiro mundo” pra ajudar a trabalhar e estudar, todos os relacionamentos dele foram assim. Ou seja, ele mostra toda sua riqueza, tenta impressionar, e depois teme que está sendo usado, comprando alguém, e nos conflitos acaba sendo racista e usando o poder financeiro pra dominar e inferiorizar.
Se eu não respeito alguma “etiqueta” ele diz: VC VEIO DA SELVA MAS AGORA ESTÁ NA EUROPA, PRECISA SABER SE COMPORTAR. Na verdade eu não me sentia ofendido, ele é alemão e eu apenas retrucava falando coisas negativas de alemães. Eram piadas de mal gosto que fazíamos um contra o outro… E como resposta eu beliscava os mamilos dele, ele odeia quando faço isso. Já era um costume nosso.
Mas essa simples besteira desencadeou um conflito. Há dois dias estávamos na rua, eu tremendo de frio, e ele fez piada: VOCÊ É UM ANIMAL DA SELVA MESMO. NÃO ESTÁ FRIO. Em resposta, belisquei o mamilo dele, e desta vez ele teve um ataque de fúria. Ele apertou meu braço com bastante força, arranhou, tirou sangue. Ele nunca tinha me atacado dessa forma. Fiquei bastante chateado e passei o resto do dia sem conversar com ele. No final do dia, mostrei pra ele os hematomas, isso não se faz. Começamos a brigar e daí ele já abriu a porteira, falou várias coisas racistas, e por fim disse que sou um prostituto. Estávamos prestes a nos atacar fisicamente, ele veio pra cima de mim pra me dar socos. Eu empurrei, fiz posição de defesa e disse: EU SOU MAIS FORTE QUE VOCÊ. SE VOCÊ OUSAR, EU QUEBRO SUA CARA E TIRO SANGUE DE VERDADE. Ele recuou, sentou-se na cama e ficou acuado ofegante, tremendo, vermelho.
Estamos juntos há 4 anos, sempre tivemos uma relação pacífica, sem grandes dramas, nada parecido com isso tinha acontecido entre nós, foi bastante extremo. Estamos sem conversar há 2 dias na mesma casa, desviando um do outro, está insuportável. Eu já fiz dois anos de curso, precisaria de mais um ou dois anos pra terminar. Na Itália é quase impossível trabalhar, se sustentar e estudar ao mesmo tempo, as aulas são em período integral, precisa de dedicação quase exclusiva.
O que vocês fariam?
Tentariam engolir tudo isso, tentar fazer as pazes e procurar terminar o curso, ter um sonhado diploma europeu. Ou desistir de tudo... achar qualquer emprego, qualquer lugar pra morar... Ou voltar pro Brasil nesse período de crise, sem dinheiro e sem muita perspectiva?
Enfim, pra quem leu até aqui fica a lição: tentem ser independentes, donos dos seus próprios narizes e liberdade. O risco de depender de alguém é sempre alto... mais cedo ou mais tarde podem jogar isso na sua cara.
...
Resumo: moro na Europa com um homem rico e mais velho que me deu oportunidade de estudar. Tivemos um atrito bobo que desencadeou um conflito, ele é racista, me chamou de prostituto brasileiro. Já fiz metade do curso. Não sei se engulo e tento terminar os estudos ou se desisto de tudo.

UPDATE: Gente, obrigado por todas as mensagens! Eu já estava me preparando pra receber pedras aqui... porque na vida real recebi várias pedras por eu ser jovem, pobre e estar com um homem mais velho e rico. Mas de certa forma me impressionei por ninguém aqui ter me julgado.
O desfecho até agora: ficamos 2 dias sem conversar. No terceiro dia, ele veio pedir desculpas, disse que ele estava um pouco sob efeito de álcool, disse que entendi errado. Ele disse: EU FALEI QUE VC ""AGE""" COMO PROSTITUTO QUANDO APERTA MEUS MAMILOS, FALEI ISSO PORQUE NÃO GOSTO QUANDO VC FAZ ISSO. NÃO DISSE QUE VC ""É"" PROSTITUTO.
Ele disse que me conhece, sabe que não sou prostituto e não faria sentido ele dizer isso. Disse que entende que sou sensível com o uso da palavra "prostituto" por causa da minha nacionalidade e situação de estar com ele, mas que não foi intenção dele atacar esse ponto. Enfim... ele tentou se esquivar, contornar a linguagem pra forçar outro sentido, que o conflito tomou uma proporção descabida, disse que foi o álcool. Não colou muito na minha cabeça, mas pelo menos ele pediu desculpas e disse que sou parte da família dele e que meu futuro significa muito pra ele...
Eu só ouvi, fui meio frio, mas aceitei o pedido de desculpas. Ele é alemão, depois disso não nos abraçamos, não nos beijamos. O clima ainda está um pouco estranho, mas tudo pacífico e tranquilo.
Obrigado por todos os conselhos!
submitted by Silverwxyz to desabafos [link] [comments]


2020.08.31 05:18 _powerguido_ Senta que lá vem história

Ficamos juntos por 5 anos. E não foram 5 anos fáceis - minha ex namorada teve problemas que eu não sabia como ajudar. Ela era literalmente stalkeada por um ex colega de classe que simplesmente se apaixonou por ela e passou mais de dois anos perseguindo ela no trabalho, no mestrado, na academia. Chegou a conspirar com colegas da faculdade pra saber onde ela estava, quem eram as pessoas próximas dela. Tentou rapta-la, mais de uma vez. Subornou familiares para ficarem do lado dele. Pra ela, ele era só um cara que não sabia expressar os sentimentos bem. Se ele parou? Não. Mas reduziu a agressividade consideravelmente e hoje em dia se limita à "só" mandar um buquê de rosas no aniversário dela.
O cara já estava tão enraizado na vida dela antes de eu aparecer, que eu simplesmente não consegui convencer nem mesmo a minha ex de que ele era um cara realmente transtornado. O terror que era esse cara na vida dela só serviu pra agravar ainda mais o caso grave de ansiedade que ela tem. Vocês sabem o que é ver uma crise de ansiedade pela primeira vez, sem nem entender o que estava acontecendo? Mas uma crise grave mesmo, de fazer a pessoa chorar por duas horas sem parar, de ficar arranhando o corpo todo com as unhas e viver com hematomas nos membros do corpo por causa disso. E isso começou a ficar constante... uma hora eram uns arranhados no rosto, depois nas pernas. Até o dia em que eu fui ver ela e os dois antebraços estavam quase em carne viva.
E o pior, é que eu quase nem me lembro mais dessa época. Foi muito intenso e me afetou negativamente por muito tempo. Eu conseguia entender que um babaca machista se via no direito de perseguir uma mulher só porque ela não queria namorar com ele - mas meu deus do céu, eu com certeza não conseguia entender como ela mesma não via o quanto ela precisava de uma ajuda profissional por causa da influência negativa desse cara na vida dela (e por vários outros motivos que não valem nem a pena serem citados). Ela me usava como substituto pra tudo que ela não tinha na vida dela - um pai, um irmão, um psicólogo, um amigo. E eu me deixei levar, porque era ingênuo. Porque era meu primeiro namoro. Porque eu achava que eu podia consertar isso. "Depois das primeiras sessões no psicólogo ela vai perceber que esta fazendo bem pra ela", eu dizia pra mim mesmo. Passamos em tantos psicólogos, psiquiatras, gurus. Fizemos academia juntos, eu praticamente morava com ela e não ficava mais com minha família. Eu achava que eu podia dar um jeito na vida daquela menina.
E sinceramente? Eu podia mesmo. Eu não acho que falei alguma coisa errada pra ela em todo o tempo que estávamos juntos. Mas ela nunca me ouvia. E se ela ouvisse, talvez ela tivesse passado por essas situações com mais facilidade, nosso relacionamento teria tomado outros rumos e nós ainda estaríamos juntos. Mas não estamos, e quem está perdendo com isso é ela, porque ela não me superou com certeza. Ela mesma me fala isso.
Eu não acho que eu era um namorado incrível e maravilhoso. Eu nunca tive um carro pra conseguir dar um rolê com ela. Com meu dinheiro mal dava pra gente ir no cinema uma vez por mês. Mas cara, eu me esforçava tanto, tanto mesmo. Lembro que eu um dos dias dos namorados eu quase varei a noite fazendo uma carta à mão de umas 10 páginas, tinha vários desenhos coloridos, poemas apaixonados e promessas de amor. Ela achou ok. Gostou mais do bicho de pelúcia que eu também dei, que custou 10 reais e que claramente não tinha nenhum valor sentimental pra mim. É muito difícil lidar com um cara que persegue sua namorada, mas acho que é mais difícil quando sua própria namorada não dá valor pra como você expressa seu amor por ela.
Mas você leitor deve estar pensando "Mas você disse isso pra ela?" E a resposta é sim. Eu sempre fui sincero com ela, se algo me chateava, eu dizia. Nada do que eu estou escrevendo aqui é algum segredo pra ela. E eu achava que ela ia trabalhar essas informações pra criar um relacionamento mais confortável pra mim e pra ela. Mas ela escolheu ignorar.
Mas o motivo de eu estar escrevendo tudo isso mesmo na verdade é outro. A gente terminou, mas foi razoavelmente tranquilo e decidimos continuar nos falando. Nós dois somos adultos, não é porque discordamos de alguns pontos que precisamos deixar de apreciar a companhia um do outro pra todo o sempre.
E é aqui que sou obrigado a voltar pro começo do nosso namoro. Porque apesar de termos iniciado o namoro cada um com mais de 30 anos, perdemos a virgindade juntos. Crescemos sexualmente juntos. Aprendemos tanto juntos! Eu mais ainda, visto que era meu primeiro namoro. E eu reclamei muito aqui da minha ex (e ela realmente tem os defeitos muito marcantes dela), mas eu também preciso admitir que ela em muitos momentos foi tão minha parceira, minha confidente, minha amada. Eu passei calado por todas as situações que eu já descrevi aqui e muitas outras tão ruins quanto porque, no fundo mesmo, pra mim estava valendo a pena. A gente tinha intimidade, apesar da dificuldade extrema dela de se abrir pra mim. Eu estava sacrificando meu bem estar mental e físico para sustentar o nosso relacionamento.
Tanto que só perto do final do nosso relacionamento que ela assumiu pra mim a atração por outras mulheres. Eu entendo ela, tem gente que não reage bem à isso. Eu tenho certeza que a família dela não reagiria nada bem. Entendo que era um segredo que ela queria deixar só pra ela, e que mesmo com toda a intimidade sexual que a gente tinha, ela também tem o direito de manter coisas só pra ela. É justo.
Só que eu não fiquei com raiva, nem com medo de ela querer me trocar por uma mulher, nem tive essa ideia fetichizada de transar com duas mulheres ao mesmo tempo. Eu sou um cara hétero, mas eu acho o amor lésbico de uma sensibilidade e de uma beleza inexplicável. Eu sempre me sinto mais seguro perto de mulheres, sempre me conecto mais com elas. Desde pequeno eu gosto da presença feminina. Então a ideia de duas mulheres partilhando um relacionamento, parece uma coisa quase mágica pra mim. E de novo, não é nada sexual nem fetichizado, eu realmente só acho muito bonito mesmo. Então qual foi minha reação quando descobri que minha ex tinha vontade de viver isso que eu acho tão incrível? Incentivei ela à correr atrás disso.
Mas é claro que ela, criada numa família extremamente católica, iria simplesmente sair atrás de uma guria do dia pra noite. Foram meses de conversa, de aceitação da parte dela também, de entender que ela não era uma aberração da natureza porque sentia atração pelo mesmo sexo (e também pelo sexo oposto). Nossos últimos meses juntos foram repletos de muitas conversas relacionadas ao mundo LGBT+ e afins. Acho que nós dois também já sabíamos que as coisas não estavam mais super bem entre nós, e que era questão de tempo até a gente se separar. Nosso relacionamento estava bem desgastado mesmo. É estranho porque a gente consegue ser extremamente forte pra parceira quando ela precisa ir correndo pro hospital, ou tem uma crise de pânico, ou não se sente segura na rua e precisa que você pare o seu dia para fazer companhia à ela - mas parece perder a motivação quando essas situações se normalizam e você percebe que talvez aquela pessoa simplesmente não tem a proatividade de te mandar uma mensagem perguntando "como foi seu dia", e de alguma forma sempre está online no whatspp. Sim, nosso relacionamento acabou. E foi bom ter acabado. Eu precisava desse término, muito mais do que eu precisava de uma namorada.
Mas também é muito bom saber que aquela pessoa por quem você passou anos cultivando um sentimento também está vivendo a vida dela. É bom saber que dá pra gente marcar um dia pra devolver as roupas dela que ficaram aqui em casa, sem drama, sem dor de cabeça. Ela foi muito madura no término, eu também. De certa forma nosso namoro acabou, mas continuou como uma amizade - bem menos intensa, bem menos problemática, bem mais fácil de lidar. Mas também sem as partes boas, sem aquela sensação de que se está ajudando a pessoa. Mas é muito mais do que milhares de pessoas separadas têm hoje em dia. Não posso reclamar, eu tenho muita sorte.
Eu só queria mesmo poder partilhar com ela a experiência da descoberta homoafetiva dela. O que não vai acontecer, já que ela já deixou claro que não é obrigada a revelar nada da vida pessoal dela agora que nosso relacionamento terminou - e ela tem total razão nisso. Eu sei disso, eu concordo com isso, e ao mesmo tempo eu acho que ela está sendo tão injusta por me negar esse fato.
Eu sei que não justifica, mas eu me dediquei tanto ao nosso antigo relacionamento juntos. Tive que entender que eu não estava mais sozinho no mundo, eu tinha alguém pra dividir o mundo comigo. Eu tive que aprender a baixar minha guarda, contar o que me dava medo, me expor totalmente à alguém, me desconstruir inteiro. E isso é muito difícil pra mim. Eu sei que ela não me deve nada, e eu sei que eu sou um idiota por me apegar tanto à esse motivo tão besta. Mas isso é realmente importante pra mim. Tem uma coisa dentro de mim que é ansiosa em saber se minha ex está se sentindo acolhida por uma outra mulher, se teve uma boa primeira experiência. De novo, eu sei que soa muito trivial, mas é uma verdade tão grande dentro do meu coração que me faz querer chorar quando lembro que isso nunca vai acontecer.
E não tem nada que eu possa fazer a não ser aceitar. E é exatamente isso que eu venho tentado fazer, pelos últimos 6 meses.
submitted by _powerguido_ to desabafos [link] [comments]


2020.08.16 13:35 Nicocchi606 Sou babaca?

Bom, nunca tentei fazer isso, mas realmente não sei mais o que fazer. Essa história vai ser meio longa, mas obrigada de coração para quem puder me ceder esse tempo.
Contexto: Sou filha única e ilegítima, nunca conheci meu pai por isso, ele nunca quis me encontrar, não me reconheceu e nunca mandou nenhum tipo de suporte e minha mãe não pede ao governo. Ele não é br e mora em outro país com a mulher e dois filhos. Minha mãe conheceu ele na Itália e sempre amou esse país. Ela veio me ter no Brasil mas sempre quis voltar para lá. Anos atrás, quando eu tinha 12 ela entrou em contato com um ex namorado italiano por e-mail, e em 2 anos decidiram se casar. Obviamente eu era contra, mas ela me levou para Itália contra a minha vontade mesmo assim, e minha família não fez nada já que era "uma chance de um futuro melhor". (Não discordo, o ensino é melhor mas é muito pesado, sem feriados e sem consideração, o Brasil é bem melhor nisso).
O problema: Desde que desci do aeroporto não fui com a cara do homem, mas aguentei pela minha mãe. Mas semanas depois o casamento não deu certo. O cara era um escroto, e nós dois não nós dávamos NADA bem. Naquele mesmo ano, minha mãe me colocou na escola (eu não sabia a língua, e valem duas coisas, ela me fez duas promessas. Não vou te colocar na escola até você se acostumar com a língua. E se não se acostumar em 2 meses a gente volta). Bom, como dizer....foi o inferno literalmente, eu sempre fui tímida, e não sabia a língua, logo fui excluída pela sala. E uma professora parece que se aproveitava de eu não poder me defender pra me humilhar na frente de todos. Enquanto isso em casa, eu passei a nem mesmo sair do quarto, nem para comer pois não aguentava nem ver o marido da minha mãe. E ela não se impunha com a desculpa de "a casa é dele, temos que respeitar". Nesse ano acabei com depressão e fobia social aliás. E agora não duvido nada que ainda tenha Distúrbio de personalidade Esquiva, suspeitas tenho muitas mas só o psicólogo pra confirmar. Me mudei de escola e passei um ano mais ou menos. Mudei de novo, de escola e de casa, nisso tinham passado 2 anos. Outro inferno, minha mãe não conseguiu manter o apartamento onde estávamos morando só as duas. Não tinham móveis em condições de uso, e passei muito tempo tendo que dormir no chão por isso, sozinha em casa a maior parte do dia. Alí a escola estava igual ao primeiro ano, ignorada por todos. E aquilo tudo piorou minha situação, comecei a ter crises de pânico e ansiedade e não consegui mais ir para a escola 15 dias antes de tudo ser fechado pela pandemia, mas não consegui nem mesmo participar das aulas online pelo medo de viver tudo aquilo de novo. Por pouco não perdi o ano... Agora é o 4 ano morando aqui. Nos mudamos de novo, para a casa do pai do ex marido dela, que é como um pai para a minha mãe. E é horrível aqui. Ele tem 86 anos, logo viveu em tempos de guerra e não entende que as coisas mudaram, nem tenta entender os outros, acha que todos tem que viver do mesmo jeito que ele, é REALMENTE teimoso e cabeça dura. Um exemplo: Eu estou de férias, logo quero dormir um pouco mais tarde, o que já é difícil já que em todos esses anos e ainda agora, divido um quarto com a minha mãe, então nem a minha privacidade eu tenho. Ontem não estava conseguindo dormir, acabei pegando no sono as 04:00, acordei às 10:00 e fui tomar café. Ele já entrou na sala falando de como era um absurdo isso. Que eu tinha que comer mais cedo. Razoável? Talvez se fosse só isso. Ele quer que eu siga esses horários dele: dormir às 21:30, acordar às 06:00, almoço às 12:00 e janta as 18:00. Principalmente o almoço, meio dia eu TENHO que estar na mesa. Uma vez eu tava de cama sem respirar por uma crise alérgica e não desci. Ele começou a berrar, jogou o chapéu no chão e saiu falando que eu estraguei o dia dele, que bem ou não, com fome ou não, meio dia eu tenho que descer e assistir eles comerem. Então comer fora? Nem pensar. E minha mãe não fala nada por que "é a casa dele" eu já tô tão irritada com isso! Quer dizer, nas FÉRIAS, eu não posso pegar um dia pra sei lá, almoçar fora com ela, comer um pizza fora, NADA. Por que se não a princesa em casa surta! Desculpa, eu sei que ele tem a idade e mentalidade dele, mas pelo amor de Deus. As vezes sinto que tenho que pedir permissão pra respirar, me sinto sufocada! Minha mãe fala que está tentando melhorar as coisas esse tempo todo, e sou eu que não me esforço. Na verdade tenho medo de quando a escola começar, eu falto bastante por crises de pânico/ ansiedade, é HORRÍVEL mas sei que esse cara vai fazer uma cena maior ainda de me ver em casa.
No final, falando assim, é um pouco do que eu passei, mas viver assim, todo dia em 4 anos, com uma pressão enorme de "ter que fazer tal coisa por tal pessoa ou eu sou mal educada" ou de ter que ser perfeita i tempo todo para agradar fulano porque é a casa dele vem acabando comigo. Minha família e uma psicóloga que eu fui (que eu tive que infernizar a minha mãe para me levar quando comecei as crises) me disse que quando eu tiver 18 vou poder fazer o que quiser..mas não sei se resisto até lá.
No final eu sou babaca? Por que não me esforço para ajudar a minha a "melhorar as coisas" (honestamente eu nem sei o que fazer pra ajudar, ela praticamente me largou na escola e parece que coloca todos antes de mim) e por ficar mal por toda essa situação? De verdade, eu não sei, talvez eu devesse dar mais suporte para a minha mãe? Tratar ela melhor ou algo? Eu realmente não sei mais o que fazer com tudo isso...ou com essas pessoas com quem moramos/ morávamos, é muito insensível da minha parte querer viver? Porque eu tô na Itália, e nunca fui visitar lugar nenhum, Veneza, Milão, Genova, Pisa, nada. Eu só queria um pouco de liberdade nisso tudo.
Desculpem o tamanho do texto, mas obrigada de verdade a quem leu até aqui. Realmente precisava colocar isso para fora.
submitted by Nicocchi606 to desabafos [link] [comments]


2020.07.23 20:21 sugarparkjm Sobre ser gorda e ter hernia de disco

Olá, esse é meu primeiro post e estou aqui para fazer um desabafo sobre meu peso ao longo dos anos. Vou tentar resumir alguns acontecimentos. Esse post poder ter algum tipo de gatilho para certas pessoas(?)
Eu sempre fui gordinha a minha infância e adolescência toda, mas no primeiro semestre de 2009, quando eu tinha 16 anos, eu decidi que iria mudar antes de entrar na faculdade. Eu fiz uma dieta rigorosa, inclusive tinha cortado todo os tipos de carne da minha dieta, comia o mínimo possível e fazia caminhadas todos os dias. Eu consegui emagrecer o bastante para entrar dentro do "IMC normal", mas ainda sim não me achava magra. No segundo semestre de 2009 eu entrei para a faculdade de TI e arrumei um namoradinho lá. Eu continuava com a dieta até que um dia (outubro de 2009) eu desmaiei depois que voltei de uma caminhada, minha mãe me levou no médico, fizeram exames de sangue, mediram minha pressão, glicose etc. e o resultado foi: anemia e pressão baixa. Quando voltamos do médico minha mãe me obrigou a comer carne novamente, e desde esse dia eu voltei a comer "normalmente", pois ficava com medo da minha mãe me internar (ela tinha feito essa ameaça caso eu não voltasse a comer normalmente).
Em 2010 eu percebi que tinha voltado a ganhar uns 2 ou 3 kgs... Eai eu decidi que iria fazer algum tipo de exercício físico de alta intensidade, foi então que eu entrei pro karatê. Eu confesso que eu era viciada no karatê. Eu ia para os treinos TODOS OS DIAS. De segunda a domingo. Isso manteve o meu peso estável, mesmo eu comendo muito. Eu nunca fui de comer mal, besteiras e coisas do tipo. A questão aqui é eu sempre comi muito, desde criança.... Treinar karatê me fez ficar com o peso estável por todo o tempo em que eu pratiquei. E também me fez adquirir músculos e ter um corpo bonito.
Eu treinei karatê fielmente, do ano de 2010 até 2013. Eu era muito boa mesmo. Cheguei a pular da faixa branca para a vermelha, fui aluna destaque, ganhei campeonatos, viajei o Brasil por causa do karatê. Eu tinha amigos lá, e também cheguei a namorar um faixa preta no começo de 2012. Esse cara que eu namorei era muito manipulador, e eu descobri que ele me traia também. Mas eu perdoei e continuei namorando com ele. Ele foi o meu primeiro namorado que tirou minha virgindade e eu achava que iria casar com ele. Ele tinha hábitos alimentares horríveis e acabou que eu comecei a comer as mesmas besteiras que ele comia.
Em 2013 eu comecei a fazer academia. E eu lembro que um dia, ao trocar o treino com um dos instrutores (ele não me acompanhava, só estava lá para passar novos treinos), eu perguntei quantos kgs de peso era pra colocar no aparelho para fazer o agachamento Smith, e ele disse uma quantidade que agora não me lembro exatamente, mas sei que quando eu comecei a fazer o exercício eu percebi que era peso demais, eu logo falei pra ele que tava muito pesado e ele me olhou de cima a baixo, e disse pra eu deixar de ser frouxa e que eu aguentava. Eu fiz o exercício morrendo de dor na lombar e no joelho, e com certeza de forma errada, mas o instrutor não me corrigiu ou me auxiliou. Depois desse exercício não aguentei fazer mais nenhum outro e fui para casa. Depois desse dia minha lombar e meus joelhos nunca mais foram os mesmos. Eu parei de ir na academia e fiquei só no karatê, mas meu desempenho no karatê também diminuiu porque certos movimentos fazia minha lombar e meus joelhos doerem.
Me formei na faculdade no 1º semestre de 2013 e comecei a trabalhar em julho e com isso foi ficando mais difícil ir pro karatê como antes. Além de chegar cansada do trabalho, eu também tinha dores na lombar constantemente. E eu tinha voltado a engordar de novo. No final de 2013 eu já estava com 70 kgs, tinha praticamente largado o karatê, tinha dores na lombar recorrentes e estava num relacionamento infeliz. Nesta mesma época eu conheci meu atual marido (vou chamá-lo de M) pelo Facebook. Nós já tínhamos conversado antes, anos atrás, mas não tinha dado em nada.
No começo de 2014 eu fui no meu último campeonato de karatê e terminei esse meu relacionamento com o faixa preta e comecei a sair com o M. Depois desse campeonato eu nunca mais fui aos treinos de karatê (evitava também pra não ter contato com o faixa preta), e também não malhei mais em nenhuma academia. Eu fazia caminhadas com o M ou então andávamos de bicicleta.
A vida foi ficando mais corrida e eu tinha cada vez menos motivação/ animação para atividades físicas. Fui num ortopedista para ver a situação da minha lombar e dos joelhos. Em no final de 2014 fui diagnosticada com protusão (abaulamento) discal com compressão do nervo e condromalácia patelar.
Depois de 2014 a minha vida foi a mesma coisa: vai no médico, faz fisioterapia, melhora, faz atividade física, piora, ganha peso, vai no médico, faz fisioterapia, faz atividade física, piora, ganha peso… Eu passei muito tempo indo parar na emergência do hospital para poder tomar remédio na veia para dor. Fiz muitas sessões de fisioterapia. Comecei e parei exercícios físicos várias vezes durante esses últimos anos… Atualmente eu não como tanto como eu comia como quando eu estava no karatê, mas eu tenho ansiedade também e algumas vezes isso provoca uma compulsão alimentar lascada.
Acontece que atualmente eu já estou com quase 100 kg, o problema da minha lombar evoluiu para uma hérnia de disco com compressão do nervo, o que faz doer constantemente e piora muito quando eu estou estressada. Já perdi vários dias de trabalho por causa desse problema e eu sei que estar gorda piora e muito a situação. Eu sempre ouço dos médicos que eu tenho de emagrecer para não sobrecarregar os joelhos e melhorar (pelo menos um pouco) a dor na minha lombar. Mas eu não consigo mais emagrecer. Eu engordei 20 kg a mais do peso que eu estava em 2009 quando fiz a primeira dieta.
Ao longo dos anos eu tentei uma serie de dietas, eu emagrecia, mas depois de alguns meses voltava a engordar de novo e mais ainda. A anemia que eu desenvolvi em 2009 sempre volta de tempos em tempos. Desde aquela época meus níveis de ferro e hematócrito são baixos. Meu emocional também foi muito afetado nesses últimos cinco anos, sofri uma serie de problemas no meu relacionamento e traumas. Só de imaginar as dores que eu vou sentir quando fizer algum exercício físico já me desanima o bastante para extinguir a minha vontade de sair da cama.
Atualmente só de ficar sentada por mais de 30 min minha lombar já começa a doer (igual está doendo agora ao escrever esse desabafo). Eu me sinto horrível ao me olhar no espelho. Eu tenho compulsão alimentar e ansiedade. Eu não tenho o mínimo ânimo para fazer exercícios físicos. Eu sinto dor diariamente. Eu sinto falta do karatê. Eu sinto falta do corpo bonito que eu tinha.
Meu marido já deixou claro sua preferência em ver mais magra. Ele acha ruim quando eu como algo não saudável (e eu concordo que eu não deveria comer comida não saudavel, mas algumas vezes eu não consigo evitar, o que gera a situação deu comer escondido). Algumas coisas eu como para me sentir feliz ou como quando estou ansioda. Mas logo em seguida eu me sinto extremamente culpada ao comer. O que ocasiona em crises de choro logo após comer. Quando eu não choro eu fico com raiva de mim mesma, sempre seguido de angustia e tristeza. Meu emocional parece que está sempre numa montanha russa. Altos e baixos a cada simples acontecimento.
Eu fico pensando que ficar magra vai me tornar feliz...
submitted by sugarparkjm to desabafos [link] [comments]


2020.07.01 03:51 bLACkmOnitoRs "Minha primeira e ultima vez no Tinder"

Ola Luba, editores, turma/ chat/ galerinha do fundão/ outros nomes que o Luba chamou e eu não me lembro, tudo bem com vocês? Então, essa historia se passa no ano de de 2018, também conhecido como o ano em que eu completei 18 anos, e decidi que eu precisava de uma namoradinha (grande erro "precisar"), sempre fui bem caseiro, só tinha namorado antes uma vez e foi uma experiencia meio traumatizante, historia para outro dia (nice girl), e como um jovem sem muita experiencia em relacionamentos e com habilidades sociais básicas eu recorri ao único lugar que eu teria uma chance de encontrar o meu amor verdadeiro, o Tinder... Depois de longas 4 semanas sob total rejeição eu dei Match com uma garota muito gente boa, vou chamar ela de Jénifer (na realidade eu n me lembro o nome verdadeiro dela, só me lembro que começa com J), nós tínhamos muitos gostos em comum, animes, series, alguns jogos, depois de dois meses conversando chegamos ao ponto que ela era a primeira pessoa que eu conversava no dia ficávamos quase o dia inteiro conversando e eu ia dormir conversando com ela, até que finalmente marcamos de nos encontrar, eu estava bem nervoso, afinal por mais que eu já tenha tido varias calls de vídeo com ela eu nunca tinha me encontrado pessoalmente com ela, marcamos em uma pracinha que tinha perto da minha casa as 13:00, eu cheguei 12:30 pois não queria deixar ela esperando, deu 13:00... nada, ok ela deve ter se atrasado, deu 14:00... nada, deu 14:30... já estava cansado de esperar quando vejo ela chegando, ela estava bem vestida com um batom preto e uma maquiagem produzida, segundo ela o atraso foi por conta que ela estava se arrumando, fiquei feliz que ela se preocupou em se produzir para o nosso primeiro encontro, mesmo que fosse um passeio na pracinha com um lanche, nos sentamos em um banco da praça e ela tira da bolsa uma garrafa enorme de Whisky, até hj eu não sou muito de beber, eu aguento mas n gosto muito, nos fomos bebendo e conversando, ela não parava de falar do ex dela que mora em outra cidade, relevei e tentei jogar a conversa para outro caminho, mas ela não parava, resolvi então comprar um lanche para a gente comer, e quando eu voltei, eu vejo uma outra pessoa sentada junto com ela, de inicio eu achei que era algum conhecido del- ERA UM COMPLETO ESTRANHO, ok, tudo bem, ela é bem mais extrovertida do que eu, para ela deve ser normal conversar com estra- ELA TÁ BEIJANDO ELE, nesse momento eu fiquei confuso, mas n fui embora, eu sentei no banco junto com os dois, e quando ela reparou que eu voltei começou a rir e me beijou também, ela tava muito bêbada, e eu só estava confuso, ela tentou me apresentar o cara mas nem ela sabia o nome dele, acho que o cara também ficou desconfortável e foi embora, ela comeu o lanche e continuou me beijando, até que ela para... fala que tá passando mal E VOMITA, no fim da noite eu tava confuso, caiu vomito no meu pé, acompanhei ela até a casa dela, e ela nunca mais falou comigo, me bloqueou em tudo e sumiu.
Bom, é isso esse foi o meu primeiro post aqui no TurmaFeira.
submitted by bLACkmOnitoRs to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.26 08:41 CoalaMolhado8 O dia que quase empatei uma F*da

Olá, Luba, gatas, editores, papelões, possível convidado e turma que está a ver.
Essa história não é algo envolvendo cococo, mico ou chifre, é só algo realmente triste que eu queria compartilhar pq veio a tona recentemente.
Nota: sou gaúcho então pode fazer o sotaque se quiser.
Quando eu tinha uns 15 anos, e tava no primeiro ano do ensino médio, eu gostava de uma menina, vamos chamar ela de Carls. Um dia a Carls me chamou pra uma "festinha" na casa de uma amiga nossa que vou chamar de Larls, perguntei quem ia na "festinha" e ela falou "Eu, a Larls, a Narls, o Parls e o namorado da Larls." Eu pensei, blz eu vou e talvez lá eu vou tentar ficar com a Carls. Chegou o dia da festinha e eu fui até a casa da Larls, todo cheio de mim pq achei que ia conseguir ficar com a Carls, chegando lá, meu coração se quebrou, descobri que a Carls, estava namorando um cara chamado Sarls, que era amigo do Varls(namorado da Larls). Naquele momento me senti muito mal pq eu já conhecia a Carls a muito tempo, e achei que ela me falaria quando ela começasse a namorar. Como qualquer pessoa que teve sonhos sentimentos e esperanças destruídas eu fiquei devastado. Passei boa parte da noite chorando em um canto, na esperança de que ninguém me visse. Acontece que a própria Carls me viu e foi falar comigo, conversamos e ela me acalmou bastante, fiquei um tempinho isolado antes de voltar pra multidão para as pessoas não notarem que eu estava mal. Voltando pro grupinho, conversamos, fizemos algumas brincadeiras (inclusive o Varls conseguiu jogar uma garrafa da varanda do prédio e acertar uma lata de lixo do outro lado da rua). Passou se mais um tempo, e as meninas deram uma ideia de fazer cookies. Elas se retiraram por algum tempo, e nesse momento, eu, Varls, Sarls e Parls ficando conversando. E por algum motivo Varls começou a me xingar muito por estar sofrendo pela Carls, eu não aguentei e voltei a chorar, o Sarls começou a me defender enquanto o Parls quebrou e não sabia o que fazer. Quando perceberam a briga as meninas foram ver o que estava rolando, e a Larls também começou a dizer que eu estava estragando o rolê e que eu tinha que esquecer a Carls, pq ela estava com o Sarls. A discórdia foi plantada e eu saí do lugar pra ao menos chorar em paz. O Parls, foi me acalmar depois de fazer geral parar de brigar. (Eu ate pensei em ficar com ele naquele dia - sou bissexual). Voltei pro resto do grupo de novo, dessa vez sem nem pensar em esconder que estava chorando, até pq já tinha o feito no meio de todo mundo. Comemos os cookies e assistimos um filme, e como era de se esperar só eu e Parls assistimos o filme. Acabou o filme e fomos dormir. A Larls e o Varls forms pro quarto dela, enquanto o resto ficou na sala. Eu e Parls no sofá e a Carls e o Sarls no chão. Antes de dormir chorei mais um pouco, até que percebi uma certa movimentação vida do chão, quando percebi que os dois coelhos no chão estavam praticando a tal da Ré no Kibe, Tchaco tchaco na butchaca, vapo, sesgo, molhando o biscoito, sapeca iaiá, entre outros derivados. Eu pensei em mandar eles pararem e terem bom censo, mas acabei chorando ainda mais e deixando eles terminarem pq eles tinham sido muito legais comigo a noite inteira e eu tinha "Destruído o rolê" segundo o Varls. Essa é a história de como eu fui espectador de uma xuxada na bolacha... Obrigado a todos que ficaram até aqui, blá blá blá =30
submitted by CoalaMolhado8 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.26 02:31 ghosmys Era setembro

Aff, só porque eu disse que a gente tava namorando, agora tu achas que gente tá?
Olá, luba, editores, turma que está a ver, papelões mortos e gatas. Essa é minha história sobre uma desilusão amorosa, um talvez chifre, e uma traição em amizade. Ps: tenho sotaque gaúcho, então seja feliz no bah.
“ Vai ficar mal só porque peguei sua amiga?!”
Infelizmente essa história faz pouco tempo. Pois então, lá estava eu entrando em um colégio novo. Nesse ano, minha família havia cismado que eu deveria logo encontrar alguém, então já entrei em aula nesta intenção, meu primeiro erro. Eu me apaixonei por um guri pouco tempo depois. Ele era romântico, carinhoso, e extremamente lindo. A gente acabou virando melhores amigos. Ele se sentava comigo todos os dias, a gente ficava junto o tempo todo, e eu, muito direta, deixei claro desde o princípio que gostava dele. Ele, ao invés de cortar amizades a partir de ali, me deu esperanças de que ele sentia o mesmo. A representante da sala era minha melhor amiga. Ela disse para mim que gostava dele, e como começamos a gostar do guri em quase mesmo tempo, ninguém obrigou ninguém a parar de gostar dele. Acontece que um dia fomos assistir um filme no cinema. Era domingo, se lembrem disso. Dentro do cinema, o guri deitava no meu colo, ficava dando encima de mim, e acabamos conversando um pouco, já que o filme não tinha muitos telespectadores. Eu deixei claro que não queria mais me iludir, e que ia começar a levar tudo na base da amizade, e ele simplesmente perguntou “não vai mais tentar então?”, eu disse que não, e ele me beijou. Passei mal? Sim, Bah. Depois de sair do cinema, minha mãe nos encontrou, e foi comprar algo pra comer. Nisso, ele começou a chamar-lá de sogra, e quando encontramos um amigo meu, ele se apresentou como sendo meu namorado. No dia seguinte, eu, toda feliz, fui na aula, e conversamos normalmente. Ai tudo bem, ninguém sabia que a gente tinha ficado. Do nada, um amigo meu virou pra mim e falou “tu viu o status do fulano?”, eu disse que não, e ele disse “pois é, ele mandou foto no status pegando a representante, no sábado”. Ou seja, ele sabia que ambas gostavam dele, e pegou cada uma em um dia. Depois disso, eu acabei chorando, e na ida para a coordenação, ele viu que eu tava chorando, e simplesmente ignorou. Perguntaram pra ele sobre a gente, e ele negou tudo, principalmente quando a representante quem perguntou. Fiquei muito mal. Dias depois ele começou a namorar a representante, ou seja, minha melhor amiga, e ambos pararam de falar comigo de vez. Acabei ficando muito mal, e me mudei de escola, no caso, para outra cidade, onde agora estou morando com a minha avó, e aguento comentários de zoas da minha família por conta do que aconteceu. É triste, mas ao menos pode servir de conteúdo para o luba. Espero que goste, lubixco. Te amo, beijos, <30.
submitted by ghosmys to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.23 04:00 gabe_selles Como salvei vida do meu namorado e perdi todos meus "amigos".

Olá luba e talvez jean, hoje vim contar uma história sobre porque não tenho amigos e da quase morte do meu namorado. Lá em 2017 estava no 9° série do ensino fundamental eu tinha um grupinho de amigos com mais ou menos 11 pessoas e um deles e meu atual namorado,(ele ainda não era meu namorado nesse dia só fomos namorar meses depois quando história foi resolvida). Enfim estudava em um colégio que tinha uma piscina natural a uns 30 minutos da escola meu grupinho eu iamos para la como de costume mesmo estando clima ruim entre nós, agora vem parte do Por Que 2 semanas antes conheci garoto que vou chamar de carls ele e gay resolveu se enturma com grupo ate ai tudo bem, (vou dirigir meu namorado como boy para facilitar). Meu boy eu estamos conversando pois queriamos dar uns pegas,e o carls pediu para ir comigo para casa horas antes boy eu tinhamos matado o 3 tempo para ficarmos e ninguém sabia chegando no meio do caminho para casa com calrs ele mr contou que gostava do meu boy eu só pensei eu não tenho nenhum vínculo com calrs então não direi que nada. Chegando no final de semana meu boy perguntou se podia contar que estavamos saindo no grupo do Whatsapp do nosso grupinho,eu disse que podia. Quando voltei para escola reparei olhares tortos e frieza para meu lado quando perguntei o que tinha acontecido disseram que eu era uma escrota falsa por ter ficado com boy sabendo que calrs gostava dele e tinha apoiado ele a pedir boy em namoro eu sem entender nada perguntei pro boy o que tinha acontecido ele não falava comigo todos me ignoraram. Resumindo um pouco calrs disse para todos que eu estava ajudando ele a ficar com boy e iria conversa com ele que depois eu fiquei com boy teria dito que não contei ao pessoal do grupo pois achava eles falsos, calrs pois todos meus amigos e boy (eu ja estava gostando do boy?dele contra mim todos meus "amigos" preferiram acreditar,confiar e defender carls que só conheciam a 4 dias do que eu sendo amiga deles a 1 ano. Agora vem parte da piscina natural, grupinho inteiro foi incluindo calrs chegando lá começamos tomar bebidas alcoólicas (eu sei e errado). Boy estava pouco alterado por conta da bebida e resolveu todo mundo passar por uma trilha estreita no alto com mais ou menos 5 metros de altura boy bêbado tropeçou eu segurei ele quando estava quase caindo da trilha(se ele caísse iria quebrar boas partes dos ossos pois tinha muitas pedras e nenhum de nós avisa avisado pais e nem mesmo tinha sinal de celular). Depois de ter salvado vida dele boy resolveu conversa comigo e esclarecemos tudo meses se passaram eu continuei sem falar com meus "amigos" chegou grande dia boy me pediu em namoro na frente do grupo inteiro eu aceitei claro,todos ficaram me olhando como se fosse pior pessoa do mundo ate chegaram dizer que eu era egoista deveria renegar meus sentimentos para calrs ter uma chance com boy (boy e hetero não tinha interesse no calrs). Eu disse para eles que não iria abrir mão da minha felicidade nunca mas boy eu falamos com aquele grupinho ate hoje sou criticada quando posto fotos com meu namorado ja se passaram 2 anos e ainda estamos juntos grupinho tem seu próprio grupo no Whatsapp onde ficam falando sobre mim e meu namorado(o boy). Ate hoje não tenho amigos eles tinham sido primeiros amigos que tive em 15 anos hoje tenho 18 anos e medo de ter amigos novos. Observação: todos do grupinho incluindo meu namorado moramos proximo ruas diferentes.
submitted by gabe_selles to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.21 20:43 Wooden_Statistician3 Tudo que falo só piora e só queria que voltasse a ser como era antes

Desabafo. Há alguns meses casei, depois de menos de um ano de namoro. Apressado? Com certeza. Mas as circunstâncias meio que pediam. Ela veio de uma família extremamente quebrada e tóxica. Vivia sozinha há alguns anos, dependendo de auxílios de faculdade, parentes que só sabiam reclamar de estar ajudando, etc. Ela tem depressão profunda, e não tinha nem como se tratar.
Quando a conheci ela estava namorando, mas um namoro só de fachada, pois na verdade ele era abusivo e não deixava ela terminar, sob ameças contra a própria vida por parte, e à vida dela por partes de parentes dele. Durante boa parte da sua vida, a chamaram de feia, estranha, etc. Na faculdade as coisas mudaram, e começaram a enxergar a sua beleza, ficou com vários, mas sua auto-estima baixou tanto ao longo da vida que ela aceitou namorar com essa cara, sem nunca de fato querer, e acabou presa nesse relacionamento por mais de 2 anos.
Eu só tive uma namorada, há mais de 10 anos, e um crush forte até alguns anos atrás, o qual acabou em inimizade total. Sempre percebi que não era interessante pra nenhuma garota, na aparência, e nunca tive qualquer desenrolar pra "chegar". Depois de namorar, tomei gosto, e tentava. Porém do meu jeito tímido e, claro, ineficiente. Anos disso me fizeram perceber que não havia porque eu ficar insistindo em "achar alguém", se fosse acontecer seria no dia-a-dia normal, ou quando eu realmente me melhorasse como pessoa. Foquei então na minha educação e no profissional.
Um dia ela, ainda em namoro abusivo, falou comigo pelo Whatsapp, tarde da noite. O meu racional dizia pra eu ir dormir, pois a pessoa responsável e profissional dorme cedo e acordar cedo (ou assim deveria, pelo que dizem). Mas algo me fez querer falar com ela, mesmo que ainda de forma um tanto fria, admito. Papo vai, papo vem. Como parecia ser só uma amizade, eu falei abertamente com ela, inclusive quando ela perguntou de relacionamentos/crushes passados.
Semanas depois, ela termina o namoro e diz que gosta de mim. Pela primeira vez em muitos anos volto a sentir aquilo que senti no primeiro namoro. E ficamos, e namoramos, e tudo foi muito intenso. E então casamos, para que ela pudesse ter acesso ao meu plano de saúde como dependente e tratar, principalmente, da depressão, pois várias noites a vi chorar pelo seu passado que ainda atormenta o seu presente: ela não consegue nem mais estudar e boa parte das tarefas domésticas ficam pra mim. Mas havia tudo pra melhorar, não havia? Infelizmente, tudo mudou um dia.
Ela acordou e disse que sonhou que eu falava que eu achava aquele meu crush forte (Fulana) de alguns anos antes mais bonita que ela. Depois de algumas horas, como se perguntasse algo banal, ela perguntou se achava mesmo. O problema: eu considero a Fulana bonita, mesmo nível, mas o sentimento que existe é pela minha esposa e, obviamente, ela me é "a mais bonita". Mas ela não aceitava esse tipo de resposta, ela queria que eu respondesse de forma crua. Eu, que sempre procuro ser honesto, correspondi. Como considero as duas de mesmo nível, foi difícil. Conseguia lembrar de momentos onde uma estava mais bonita que outra, mas não chegava a "vencer". Uma certeza eu tinha, e continuo tendo, minha esposa tem a maior capacidade, ou seja, consegue ser a mais bonita. Mas ainda assim minha resposta não foi suficiente: ela dizia que eu estava enrolando, com medo de dizer a verdade. Não entendi do que deveria ter medo afinal, pra mim, a resposta mais direta e crua não fazia a menor diferença nos meus sentimentos para com ela. E, se eu estivesse raciocinando direito eu teria percebido a armadilha bem ali na minha frente, mas eu caí nela quando ela novamente exigiu a resposta direta e crua: ou ela ou a Fulana. E eu falei a Fulana.
E, de repente, ela começou a me atacar. Dizendo que eu acho a Fulana "linda e maravilhosa" e ela feia (quando pra mim ambas tão no mesmo nível, e pra mim ela vai ser sempre a mais bonita, pois é ela que eu amo). Que meu sonho era que tivesse dado certo com a Fulana, mas que ela foi o que deu (quando ela, e somente ela, que conseguiu reacender meus sentimentos, mesmo quando tudo dizia que não valia a pena sonhar com isso (afinal ela tinha namorado, etc.). Eu tentava explicar meus sentimentos, mas nada adiantava. A frustração, a angústia tomou conta e então, a raiva. Raiva de como algo que estava morto no passado, voltou pra me assombrar. Raiva de que algo completamente irrelevante no meu presente, e portanto nosso presente, estava ali, destruindo nosso casamento. Pois ela começou a querer ir embora, anular casamento, se separar. E na tentativa de melhorar as coisas, eu sempre piorava. Acabei falando palavras (que pra mim não teria tanto significância se ela dissesse), mas infelizmente pra ela tinha: disse que ela estava sendo "idiota" por insistir tanto nas afirmações desses ataques e desconsiderar completamente o que eu sinto e falava. Só estava tendo "amenizar" a situação, segundo ela. E que no fundo, eu queria alguém """melhor""" que ela.
Isso foi uma tarde. Ela eventualmente parou quando percebeu o quão mal eu estava. E claro que eu estava. A pessoa que eu amo e por quem eu faço tudo, praticamente "inventou" um motivo pra me atacar. E daí que numa análise crua e racional, naquele ponto específico da história, a Fulana havia "vencido" no concurso de beleza entre as duas. Grande bosta. Minha esposa continuava sendo bonita, e pra mim e meu amor, a mais bela. Era ela que realmente havia gostado de mim, era ela que quis casar comigo, era ela que me acompanhava nos filmes de sábado à noite, era ela com eu me via vivendo pra sempre do lado. E de repente, parecia que nada mais disso iria se tornar realidade e por quê? Por algo que nem ao menos mudava o que eu sentia em relação a ela e nunca iria.
Durante o final da noite, eu tentei dormir, mas não conseguia. Tentei assistir vídeos de "como lidar com a pessoa amada em depressão". E ela começou a chorar do meu lado, muito. Larguei o vídeo, abracei-a. E ali as gentes se aceitou novamente. Ou assim parecia, porque poucos minutos depois, ela pergunta, inocentemente, se eu acho minha irmã mais bonita que ela. E o fato é, se eu dissesse que não seria uma bela duma mentira, e mesmo que eu achasse, ela diria que eu estava falando aquilo só pra agradar. E eu, O idiota, achando que estava tudo bem de novo, respondi que sim. E novamente ela começou a me atacar. E POR CAUSA DA MINHA IRMÃ!?
Atualmente eu me considero forte pra aguentar essas coisas, mas não dava mais. Ela quebrou minhas defesas com esses ataques. E tudo que ela me falava soava como "EU TE ODEIO". E eu aceitei esse ódio dela, pois, afinal, ela devia estar certa. Eu sou uma pessoa com 30 anos, aparência ok, mas que não tem amigos e só teve uma namorada antes dela. É óbvio que tinha algum problema, o problema de que eu era detestável. Eu sempre tentei demais ser prestativo e tudo mais, mas quando o assunto são sentimentos eu nunca consegui transmitir isso. Abraço minha mãe quatro vezes ao no: aniversário dela, o meu, dia das mães e natal. Sempre um abraço bem "desengonçado". Eu noto isso, mas sempre foi assim, e eu não sei mudar. Eu sei o que eu sinto, mas minha demonstração é e sempre vai ser insuficiente. E por isso todos ou acabam por me detestar ou se afastar de mim. Mas eu realmente pensei que com ela seria diferente.
Alguns dias se passaram e as coisas até foram melhorando. Até que cai tudo de novo. Ela conta pra uma pessoa, que mal conhece, que eu achava que ela na praia não ficava tão bem quando dentro de casa. Sim, eu havia falado algo do tipo, quando no começo da discussão ela pedia pra eu ser mais direto. Oras, ela tem umas manchas, gordurinhas a mais, etc. do que a fulana. Eu me sinto menos bonito do que um cara que não é assim, mas nem por isso me acho feio, ou ache vou sempre ser inferior. É só eu cuidar disso. E se não cuido, é porque tenho outras prioridades. Da mesma forma com ela. Não acho ela feia, nem menos bonita, só relatei o óbvio. E se ela não quiser cuidar, ou não conseguir cuidar, não é problema pra mim. Eu casei com ela pelo pacote completo. E assim como eu, ela também vai com o tempo perder pontos na aparência. E assim como eu, espero que ela ainda me ame, ainda me ache bonito, com eu continuarei amando ela e achando bonita. Mas não importa eu falar isso. Pois ela quer sempre dizer que tudo isso que eu falo é balela, enrolação, agrados, etc.
Pelo meu jeito detestável de demonstrar sentimento ela perdeu totalmente a confiança nos meu sentimentos, a ponto de nada o que eu falo valer mais. Ou talvez, no fundo, ela espera que eu seja pra sempre tão bonito quando ela acha atualmente, e quando eu não foi mais, ela vai me trocar por alguém que envelheça melhor. Mas se eu falo isso pra ela, ela bate o pé pra dizer que pra ela é completamente diferente, que o sentimento dela é real, mas que o meu? O meu é de mentira, porque assim ela decidiu. E ela ainda diz que eu mereço alguém ""melhor"". Mas o fato é, que ela se estiver certa, o que eu mereço é desaparecer. Pois o meu eu que ela odeia, é o único eu que existe. E se ela não é capaz de amar esse meu eu, e insiste em brigar, está mais que na hora de ela admitir o que está bem na frente dela: ela não me ama. Não mais. Só espero que não tenha sido nunca. Porque pior que ver tudo se destruindo e não poder fazer nada, pois nada do que eu falo impede, pelo contrário, piora, e ficar calado não é opção, então que pelo menos não tenha sido tudo uma mentira.
E hoje ela do nada veio falar que tá com medo de engordar, pois, segundo ela, eu falei que iria querer outra se assim acontecesse. Eu nunca falei isso, assim como nunca falei outras coisas com as quais ela vem me atacando. Mas o pouco que eu digo, se transforma num muito na cabeça dela. Eu não aguento mais. Eu peço pra ela parar, mas ela insiste em, nas palavras delas, "me colocar contra a parede pra botar as verdades pra fora". Mas do que adianta isso, quando ela já decidiu o que é verdade e o que é mentira? Nada, e por isso eu só queria que ela parasse. Que não pelo amor que ela supostamente sente por mim, mas pelo menos em consideração a tudo que eu fiz por ela.
Pois agora eu já não sinto nada. Um nada que não me permite nem ao menos dizer o que sinto por ela. Mas enquanto eu quero acreditar que ainda amo ela, ela insiste. Eu novamente pedi pra ela parar, e afirmei que não sei mais se gosto dela, mas que se ela realmente me ama, ela tinha que parar, e me deixar sentir novamente. Mas meu medo é que ela continue (ela está passeando com uma amiga nesse momento), pois se ela continuar o pior vai acontecer. O amor vai virar ódio. A vida vai virar morte. Figurativamente (apesar de temer, e muito, que aconteça literalmente para ela).
submitted by Wooden_Statistician3 to desabafos [link] [comments]


2020.06.12 00:54 ghosmys Aff, só porque eu disse que a gente tava namorando, agora tu achas que gente tá?

Olá, luba, editores, turma que está a ver, papelões mortos e gatas. Essa é minha história sobre uma desilusão amorosa, um talvez chifre, e uma traição em amizade. Ps: tenho sotaque gaúcho, então seja feliz no bah.
“ Vai ficar mal só porque peguei sua amiga?!”
Infelizmente essa história faz pouco tempo. Pois então, lá estava eu entrando em um colégio novo. Nesse ano, minha família havia cismado que eu deveria logo encontrar alguém, então já entrei em aula nesta intenção, meu primeiro erro. Eu me apaixonei por um guri pouco tempo depois. Ele era romântico, carinhoso, e extremamente lindo. A gente acabou virando melhores amigos. Ele se sentava comigo todos os dias, a gente ficava junto o tempo todo, e eu, muito direta, deixei claro desde o princípio que gostava dele. Ele, ao invés de cortar amizades a partir de ali, me deu esperanças de que ele sentia o mesmo. A representante da sala era minha melhor amiga. Ela disse para mim que gostava dele, e como começamos a gostar do guri em quase mesmo tempo, ninguém obrigou ninguém a parar de gostar dele. Acontece que um dia fomos assistir um filme no cinema. Era domingo, se lembrem disso. Dentro do cinema, o guri deitava no meu colo, ficava dando encima de mim, e acabamos conversando um pouco, já que o filme não tinha muitos telespectadores. Eu deixei claro que não queria mais me iludir, e que ia começar a levar tudo na base da amizade, e ele simplesmente perguntou “não vai mais tentar então?”, eu disse que não, e ele me beijou. Passei mal? Sim, Bah. Depois de sair do cinema, minha mãe nos encontrou, e foi comprar algo pra comer. Nisso, ele começou a chamar-lá de sogra, e quando encontramos um amigo meu, ele se apresentou como sendo meu namorado. No dia seguinte, eu, toda feliz, fui na aula, e conversamos normalmente. Ai tudo bem, ninguém sabia que a gente tinha ficado. Do nada, um amigo meu virou pra mim e falou “tu viu o status do fulano?”, eu disse que não, e ele disse “pois é, ele mandou foto no status pegando a representante, no sábado”. Ou seja, ele sabia que ambas gostavam dele, e pegou cada uma em um dia. Depois disso, eu acabei chorando, e na ida para a coordenação, ele viu que eu tava chorando, e simplesmente ignorou. Perguntaram pra ele sobre a gente, e ele negou tudo, principalmente quando a representante quem perguntou. Fiquei muito mal. Dias depois ele começou a namorar a representante, ou seja, minha melhor amiga, e ambos pararam de falar comigo de vez. Acabei ficando muito mal, e me mudei de escola, no caso, para outra cidade, onde agora estou morando com a minha avó, e aguento comentários de zoas da minha família por conta do que aconteceu. É triste, mas ao menos pode servir de conteúdo para o luba. Espero que goste, lubixco. Te amo, beijos, <30.
submitted by ghosmys to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.06 22:13 NordestinoSemSotaque Término de Relacionamento, Traição e início de uma nova história.

Término de Relacionamento, Traição e início de uma nova história.
Olá Luba, Gatas, editores, papelões, possível convidado e turma que está a ver.
Há alguns anos atrás eu estava namorando uma pessoa, eu tinha 19 anos na época e considerava um bom relacionamento apesar dos ciúmes excessivos dela (Carls) em alguns momentos, porém aquele era o meu primeiro relacionamento então meio que eu não tinha base pra saber o que era uma relação saudável.
Porém ao longo do tempo começamos a ter mais divergências no relacionamento além dos ciúmes, uma das reclamações da Carls é que ela queria sair pra outros lugares e tals e eu tenho um perfil mais caseiro, até aí tudo bem, o relacionamento estava se desgastando, porém isso é normal quando as pessoas não têm os mesmos gostos. Tempos depois nós terminamos, porém com sentimento muito ruim, nós dois choramos abraçados tentando consolar um ao outro pela história que estava chegando ao fim e nesse fim de semana eu decidi que iriamos fazer tudo que tínhamos vontade (sair pra algum lugar, ir num cinema e etc...). Esse pra mim foi um término muito ruim, chorei muito por achar que eu tinha perdido uma pessoa incrível. Depois disso nós tínhamos umas recaídas as vezes e um dia ou outro saíamos juntos de novo. Porém, alguns meses depois nesse vai e vem uma mulher desconhecida(Fars) veio me contar que a "minha namorada" tinha me traído com o marido dela.
Nota de contexto: Esse cara já tinha namorado sério a um tempo atrás com a Carls e tinha traído ela com a Fars, a que me mandou mensagem (Ou seja o cara colocou chifre nas duas uma com a outra) detalhe quando essa mulher descobriu, ela estava grávida de 8 meses do cara...
https://preview.redd.it/z7t73ckkdc351.jpg?width=494&format=pjpg&auto=webp&s=f0b18e9cf8e0158e746d7bcbab94d527b4ad4379
Eu já tinha recebido essas mensagens fazia algum tempo, mas especificamente numa manhã de domingo eu fui ver do que se tratava, após ver essas mensagens o meu sofrimento acabou, não consegui derramar uma lágrima a mais pelo fim do relacionamento, porém, meu coração estava preenchido de ódio, não consegui nem tomar café da manhã de tanto nojo que eu sentia.
https://preview.redd.it/cvhlv1jkdc351.jpg?width=624&format=pjpg&auto=webp&s=3bfd6414b9f0ac1aa504e15d583f8f28cb735750
https://preview.redd.it/6u6y5ajkdc351.jpg?width=628&format=pjpg&auto=webp&s=ab38b59509c60bdbc3b25718d140ae05a2470135
https://preview.redd.it/wts1adjkdc351.jpg?width=628&format=pjpg&auto=webp&s=57f7661b1f190a1bb9248e5ba631d66cb79e5754
https://preview.redd.it/z6x4hmkkdc351.jpg?width=629&format=pjpg&auto=webp&s=7c74a6c0c5d94f4c51e6f0b4586699a970354944
https://preview.redd.it/fonfgejkdc351.jpg?width=630&format=pjpg&auto=webp&s=79daf03b26d359ca1cff496fcbd16be96af4a05f
Depois de falar com a Fars fui imediatamente mandar mensagem para a Carls e pedir pra conversar pessoalmente dando a entender que eu queria conversar sobre o nosso termino de namoro, e lá na casa dela eu me tranquei no quarto com ela e começamos a conversar, o detalhe é que até então eu não acreditava em tudo aquilo, fui na casa dela justamente para tirar dela uma confissão e assim aconteceu mostrei o que a mulher tinha me falado e a questionei sobre a suposta traição, uma das coisas que ela tinha me dito é que tinha se arrependido do que fez, que tinha bloqueado o cara e que fez isso porque eu não dava atenção o suficiente pra ela (mesmo assim acho que nada disso justifica uma traição, acho que é uma coisa pra se conversar e terminar caso você queira ficar com outra pessoa), acredito que ela realmente falou a verdade pois quando nós terminamos choramos juntos, porém por motivos diferentes, ela pela merda que fez e eu por achar que eu tinha deixado um bom relacionamento se desgastar.
Tudo isso aconteceu em baixo tom de voz pq por mais que eu estivesse com raiva não queria fazer mal pra ela e nem que os pais dela soubessem disso. Enfim, conversei com ela falando como ela deveria ter agido, abracei ela (que estava chorando) dizendo que estava tudo bem e que só tinha ido pra lá descarregar o peso que eu tinha no peito, me despedi dos pais dela e fui embora.
Depois, Mandei algumas mensagens para a Fars...
https://preview.redd.it/nc71ehjkdc351.jpg?width=628&format=pjpg&auto=webp&s=549e065ff35fd709030f1673297613534f8e0f02
https://preview.redd.it/w1g5exkkdc351.jpg?width=625&format=pjpg&auto=webp&s=da360995ce926a9084a5b2b827593a8723ef05be
https://preview.redd.it/q4kb1mjkdc351.jpg?width=628&format=pjpg&auto=webp&s=87b31d2d4229857f5893e40e10d8d2bb50038fcf
https://preview.redd.it/a7v63fjkdc351.jpg?width=628&format=pjpg&auto=webp&s=f9f3cb18c75202bd786f291fd64b10e9dd02921f
https://preview.redd.it/8wlwsnjkdc351.jpg?width=626&format=pjpg&auto=webp&s=b184a59a682c76e5d7a60e30387dc52e16d484d1
https://preview.redd.it/skoegrjkdc351.jpg?width=622&format=pjpg&auto=webp&s=f46b8329df38015a75a49e13597feb8e24315ecf
https://preview.redd.it/7d2g6jjkdc351.jpg?width=626&format=pjpg&auto=webp&s=aceef9e35e725d87f965b0a30234dd822e077ab0
https://preview.redd.it/q232jmjkdc351.jpg?width=627&format=pjpg&auto=webp&s=e5b3c11c6e861a9864a805cff562eec52a5e7bba
https://preview.redd.it/ivgfipjkdc351.jpg?width=621&format=pjpg&auto=webp&s=400d27828c7e0ffe22e4e4e33b2bc2e511e49b31
https://preview.redd.it/2ajx1djkdc351.jpg?width=623&format=pjpg&auto=webp&s=66d4ca181d1ef58fa82ee96e3ff990ed335db190
https://preview.redd.it/jxdy2djkdc351.jpg?width=627&format=pjpg&auto=webp&s=fb619fcbd5125b11f627fc1ed79cdf87c1c62fa8
https://preview.redd.it/hh7honkkdc351.jpg?width=624&format=pjpg&auto=webp&s=84466677e6795762ddf05b9969a0acc2b180736d
Nesse dia eu tinha ficado mais tranquilo, porém, eu estava tão dependente psicologicamente dela que mesmo procurando outro relacionamento, depois disso tudo ainda passamos noites juntos. O tempo passa e eu conheço alguém, uma menina incrível, que compartilha dos mesmos gostos, carinhosa, faz de tudo pra estar comigo, além de ser muito linda, enfim, me completa, ela é pra mim tudo que eu me esforço para ser pra ela.
Porém eu ainda estava com um certo ressentimento na minha mente, como se eu tivesse sido o otário na história, sofri por uma pessoa e no fim descobri que ela me enganou e ainda perdoei ela no fim. Depois que eu comecei a conversar com outra pessoa e a minha dependência com a minha ex acabou, finalmente eu tinha alguém pra conversar falar sobre o meu dia, contar as coisas que afligem meu coração e as que me dão felicidade. Então, eu comecei a conversar com a Carls dizendo que queria voltar, que perdoava ela etc... Iai, fui pra o primeiro encontro de verdade com a menina que eu já vinha conversando a um tempo, e aquele dia só reforçou que eu queria passar o resto da minha vida com aquela pessoa, e a Carls era tão paranóica (e eu sabia que isso ia acontecer) que ela percebeu que eu fiquei uma tarde sem falar com ela, ela ligou pra mim no meio do encontro e eu desliguei o celular. Quando eu voltei pra casa depois do encontro completamente satisfeito com a pessoa que eu tinha acabado de conhecer, liguei o celular, e lá estavam, um monte de mensagens que ela tinha mandado, me xingando e perguntando onde eu tava, e eu falei a verdade, que eu estava num encontro com uma pessoa e ela então falou que não queria mais me ver nem pintado de ouro.
Acabou que ela ainda tentou por mais uma semana voltar pra mim, mas não dava, mesmo antes com a dependência de uma pessoa no meu lado, depois da traição eu não encarava mais ela como um possível final feliz, só conseguia ver ela como um período de transição para algo bom.
Passaram-se alguns meses, e depois disso tudo, a Carls e a mãe dela (a quem eu tenho um carinho imenso, ainda mais depois que ela me disse que eu sou pra ela um filho que ela nunca teve e essas palavras ficaram gravadas no meu coração) me deram feliz aniversário, aproveitei para pedir desculpas a minha ex pela minha última atitude errada de fingir que queria voltar com ela, ela me desculpou e hoje em dia está tudo bem.
https://preview.redd.it/g350z0kkdc351.jpg?width=686&format=pjpg&auto=webp&s=9e762062ac14f1157cc3c608dfae888979826a31
https://preview.redd.it/tngbdvjkdc351.jpg?width=666&format=pjpg&auto=webp&s=52348779300e0a50e059c9cb859087adb4fe6f72
Notas pessoais finais: 1. Esse erro que cometi com raiva dentro de mim, é um dos erros que foram essenciais pra eu me tornar quem eu sou hoje, provavelmente se eu não tivesse feito aquilo ainda carregaria comigo aquele sentimento de "o otário da história", coisa que eu não conseguiria proseguir sentindo isso...
  1. Tudo isso terminou com um final feliz. Eu e a menina que eu comecei a conversar depois do meu término estamos namorando, atualmente com um ano e meio de namoro. Ela é pra mim tudo que eu me esforço para ser pra ela, vive dizendo que eu sou a melhor coisa que já aconteceu na vida dela (Também não teve experiencias amorosas muito boas) e a recíproca também é verdadeira.
    A quarentena tá sendo difícil longe dela mas nos falamos todos os dias por ligação.
Essa é a minha história espero que tenham gostado. < 30!!!
submitted by NordestinoSemSotaque to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.06 14:34 liviarodrigues BFF tóxica/babaca ou a tóxica/babaca fui eu?

Olá, Lubisco, editores, deusas gatas, possível convidado virtual, papelões maravilhosos e turma que está a lever. Minha história é sobre uma amizade tóxica que aguentei por 5 anos. É um pouco longa, mas garanto que vale a pena. Riam ou passem raiva comigo.
Em 2012, quando fazia faculdade, conheci essa garota - vou chamar de Sandy. Não costumo fazer amizades com facilidade pq desconfio das pessoas, mas compartilhamos gostos em comum e ficamos amigas. Ela tinha um jeito divertido e alegre que eu achava legal. Alguns meses depois, uma empresa veio fazer triagem de estágio na faculdade e nós nos inscrevemos. Eu acabei passando e ela não. Foi aí que comecei a ver alguns sinais vermelhos. Ela ficou muito chateada, mas eu relevei pq eu tbm ficaria. Já na empresa, descobri que poderia indicar alguém para fazer um entrevista especial e fiquei feliz. Indiquei Sandy. Se ela passasse, ela entrava e eu ganhava um prêmio por isso. Ela só precisava dizer durante a entrevista que eu tinha indicado. Ela entrou e ficou tudo certo, mas quando chegou o dia de eu receber meu prêmio, o DP da empresa disse que ela não falou que tinha sido indicada por ninguém (me mostraram até a ficha que ela preencheu no dia - realmente não tinha nada falando de indicação). Falei com ela e ela desmentiu dizendo que tinha falado e escrito, mas deu a desculpa que talvez tivesse esquecido quando mostrei a foto da ficha preenchida. Fiquei chateada pela falta de gratidão, mas resolvi o problema do prêmio com o DP (com muuuuuuuita luta) e no fim deu tudo certo.
Com um ano trabalhando nesse lugar, o temperamento alegre de Sandy já tinha causado muitos problemas para nós duas. Trabalhávamos meio período - um tipo de serviço que precisava de silêncio e concentração -, mas ela constantemente ia até minha mesa para conversar coisas nada a ver com o trabalho. Fui chamada à atenção por minha chefe 4 vezes por isso, mesmo que eu nunca iniciasse as conversas. Quando falei isso pra ela, Sandy me veio com um “Ah, mas eu não converso sozinha”. Fiquei chateada, mas novamente deixei pra lá.
Nessa época, meu namorado me pediu em noivado e começamos a construir nossa casa. Projetamos ela juntos e o pai dele começou a construir já que é mestre de obras aposentado. Contei pra ela, pensando que ela ficaria feliz, mas Sandy me deu apenas um sorriso amarelo e um parabéns seco. Menos de uma semana depois ela anunciou que estava procurando um casa para comprar com o namorado dela. Achei coincidência demais, mas não liguei muito.
Nesse meio tempo, ela foi demitida da empresa - devido às inúmeras reclamações de conversas paralelas e falta de produtividade - e saiu se fazendo de vítima. Tentei ser solidária, mas admito que não consegui muito, sabendo que ela tinha cavado a própria cova. Seis meses depois, eu mesma saí da empresa por conflito de horário e fui fazer teste em outra. Ela ainda estava desempregada. Decidi não falar pra ela sobre o teste - já sentia vibes ruins vindo dela e não queria que nada desse errado -, mas algumas horas depois ela me ligou pra dizer que tinha sido chamada tbm. Resolvi contar pra não dar treta depois.
O teste correu bem - éramos eu, Sandy e um rapaz -, mas tinha só uma vaga com a possibilidade de outra. Quatro dias depois do teste, a empresa me liga dizendo que fui contratada. Penso seriamente se conto pra ela, mas ela me liga pouco depois pra me dizer que passou. Pelo seu tom de voz, percebo que ela acha que não consegui uma vaga e parece feliz demais com isso. Conto que tbm fui chamada e ouço ela murchar um pouco.
No primeiro mês de adaptação ao novo trabalho correu tudo bem. Fiquei próxima da chefe do setor pois eu tinha experiência com gestão e ela queria usar isso na ADM do setor. Então um dia, quando estava saindo para o almoço, minha chefe me chama e pergunta:
“Você é amiga da Sandy há muito tempo?”
“Sim, há uns 3 anos, pq?”
“Ah, pq ela veio do nada me perguntar qual de vocês duas tinha consegui a primeira vaga que estava disponível.”
Fiquei chocada com aquilo. Era evidente agora que na cabeça da Sandy nossa “amizade” era uma competição. Respondi:
“Nossa. Que estranho.”
“Sim. Muito. Parecia muito importante pra ela.”
Não querendo ficar pensando nesse tipo de coisas, empurrei o assunto pra lá.
Na volta do almoço, Sandy me encontra na área do ponto e comenta descaradamente:
“Perguntei pra chefe quem de nós duas tinha entrado primeiro. Foi você.”
Ela saiu e fiquei lá parada tentando entender qual o sentido daquilo. Claramente não era saudável.
Confrontei ela, perguntando porque ela queria competir comigo e que eu não via sentido nenhum nisso. Amigas se ajudam, não se prejudicam. Ela falou que tinha problema de autoestima, mas que eu estava enxergando muito onde não tinha. Que ela não competia e que eu poderia estar interpretando as coisas do jeito errado. Percebendo que ela não queria ser sincera com alguém que ela chamou de melhor amiga pelos últimos 3 anos, deixei pra lá.
A partir de então comecei a me afastar real dela e muitas outras situações constrangedoras aconteceram. Minhas amizades na empresa começaram a perceber essa aura competitiva que ela tinha e vieram comentar comigo. Eu disse que não ligava pq não via sentido em uma competição entre mim e ela. Éramos claramente pessoas diferentes e com níveis de maturidade absurdamente opostos. Sandy começou a reclamar do tempo que eu passava com as outras meninas do setor, levantava no meio do expediente pra ir conversar na minha mesa, me pressionava para contar coisas pessoais que eu não me sentia mais confortável em compartilhar com ela, se metia no meio das minhas conversas que não envolviam ela, imitava minhas roupas e algumas frases minha, tentava se meter nos projetos que tinham sido designados pra mim. E foi aí que a merda fedeu.
Eu aguento muita coisa relacionada a mim, mas não mexa no meu trabalho! Quando ela interferiu em um dos meus projetos e me fez perder UMA SEMANA de trabalho, eu explodi com ela. Falei que ela me atrapalhava tinha anos, que eu vinha aguentando as merdas dela há muito tempo, e que se fosse pra ela abrir a boca pra cagar, que não falasse mais comigo.
A partir desse dia, não falei mais com ela - nem mesmo bom dia - e as atitudes infantis dela pioraram. Ela acabou sendo chamada atenção da diretoria por certas coisas até. O clima no setor ficou um pouco tenso, mas não deixei minha parte profissional ser comprometida. Fingia apenas que ela não estava lá. Por outro lado, Sandy ainda fazia questão de passar por mim bufando, bater a porta quando me via na sala, falar bem alto que tinha viajado para o exterior (ela sabe que é um dos meus sonhos) quando eu passava perto dela, se intrometer nas minhas conversas com comentários irônicos, e recentemente descobri que falava mal de mim pelas costas. Coisa que, apesar de tudo, eu nunca fiz com ela. Descobri que ela me stalkeava nas redes sociais e a bloqueei de tudo. Não queria o olho gordo dela nos meus projetos.
Alguns meses depois ela saiu da empresa e um ano depois eu também saí, colocando meu próprio negócio. E foi assim que a “amizade” acabou. Hoje em dia ainda temos amigas em comum, mas nunca mais nos falamos. Algumas amigas perguntam se, depois de tanto tempo (3 anos sem se falar), não tenho vontade de colocar tudo às claras e ver se ela mudou. A verdade é que não. Essa época de amizade com ela foi um período tenso que eu não gostaria de reviver. Às vezes penso em falar com ela como as adultas que somos hoje, mas tenho muito receio. Minha vida melhorou 200% depois de isolei ela e não quero arriscar voltar ao que era antes. Nisso até meu marido concorda.
Lembrando que o que contei aqui foi só a ponta do iceberg. Tem muito mais histórias de atitudes esquisitas dela que não deu pra contar devido ao tamanho, afinal foi uma “amizade” de anos e tem muito material pra turma-feira. Coisas tão absurdas que vocês nem acreditariam.
Olhando pra trás não fico feliz com a forma que lidei com a situação. Não queria ter brigado com ela e gostaria de ter colocado um ponto final na situação de forma verbal, tipo “siga seu caminho que eu sigo o meu”. Na época eu tinha 20 anos e não tinha muito tato social - não uma desculpa, mas talvez um atenuante.
Então, Lubisco e turma, eu fui babaca por ter apenas ignorado ela e seguido minha vida como se ela nunca tivesse feito parte dela?
Bjo a todos e obrigada por me ouvirem! Amo vocês! <30
submitted by liviarodrigues to TurmaFeira [link] [comments]


2020.03.23 04:20 silveringking Aventura... (Uma avaliação auto-pessoal)

Existe um grupo latino nos Estados Unidos pouco conhecido aqui na Europa, mas com alguma influência do outro lado do Atlântico, o nome Aventura, os Aventura, bem, podem ser definidos como um "One Hit Wonder", mais ou menos, mas não me vou aprofundar, o nome da musica é Obsession, que conta a história de um rapaz que liga às 5 da manhã a uma rapariga com namorado lhe declamando o amor... Eu sempre achei esta musica bastante engraçada, nunca soube o que é amor. Não no sentido do desejo carnal, do desejo sexual, do amar alguém pelo seu corpo, pelo desejo de possuir uma pessoa. Não, eu não sou desses, eu jogo o meu jogo, que mais ninguém joga, ou melhor todos jogam, mas só eu sei as regras... É a minha aventura...
Vou aqui contar como tudo começou, para que possamos perceber esta história temos de recuar aos anos 90... Quando bullies não eram bullies, quando não havia Youtube, ou Facebook, e a posição de pais e professores era a de "Quem vai à guerra, dá e leva...". Tudo começou no primeiro dia de escola, era um dia de chuva, eu entrei na escola e a meio do caminho noto que o meu atacador está desapertado, pelo que tento atá-lo enquanto seguro um guarda-chuva, do nada dois miúdos mais velhos começam a rir-se de mim, era mau agoiro... Desde lá nunca mais tive paz...
Dizem que eu não sou uma pessoa de paz, enganam-se, eu sou uma pessoa de paz, sou também uma pessoa que não leva desaforo para casa. Eu não sei se tenho mel, mas toda a gente quer um bocado. É como o Boss Ac dizia "Ao contrário do que eles pensam / Low profile é o meu feitio / Tenho contas a pagar para não acabar ao frio", "Deixem o AC em paz / Eu quero paz e amor, son". Sinto falta do AC do "Baza, baza".... Mas voltando ao assunto, eu não má pessoa, gosto da minha paz, mas tive poucas oportunidades para a gozar, crescer no meio da guerra não é fácil, por isso que esta quarentena não seja nada de novo para mim, apenas o capítulo 11256 da novela mexicana que é a minha vida... O que me leva de novo aos Aventura, e à música "Obsession", os meus defeitos, são muitos, eu admito ser um pouco obsessivo, talvez um pouco de mais, também admito não saber tudo, se soubesse teria já ganho a lotaria, também tenho a língua bifurcada e gosto de responder à letra, se bem que tenho tentado moderar me nesse aspeto, detesto mentiras a um nível tão grande que me passo quando apanho uma, e por vezes sou histérico, certamente haverão outros defeitos de que não me lembrarei agora. Mas enfim, no fundo eu sou um escritor, e quem conta um conto acrescenta um ponto... Eu gostaria que este fosse o primeiro post deste sub pelo simples facto. Gostaria de explicar que um bom escritor, e não me incluo neste grupo por isso não ponham palavras na minha boca, escreve sobre aquilo que sabe. O que eu sei, geralmente são um raio de 20 ruas, talvez 30 e é sobre isso que escrevo... Não me auto promovo... Quem quiser leitura de quarentena, que chegue a esta fogueira e leia uma história...
submitted by silveringking to leituradequarentena [link] [comments]


2019.09.20 11:26 Bullke Eu nao consigo desapegar.

Em julho de 2017 eu estava bem entediado com a vida, terceiro ano do ensino medio, ja tinha passado para uma faculdade particular boa, nao tinha muitos amigos e os poucos que eu tive, outra longa historia... enfim, tinder. Eu usava o tinder boa parte do tempo para zoar, nunca foi meu interesse conhecer absolutamente nenhuma das pessoas que eu dava match, mas usava a minha foto mesmo assim, eu nao era babaca, so ficava mandando cantada idiota. Todo dia. A primeira frase que eu falava era "opa meu mel", eu era constantemente ignorado, mas as vezes alguem acabava respondendo. Minhas configuracoes eram para pessoas mais longes de mim (16km) e mais velhas (30-50) mas um dia uma menina de (supostamente) 19 anos apareceu na minha "timeline" (?), quem ja usou tinder sabe que nao e normal pessoas com idade tao destoantes da que voce setou aparecer, costuma ser like. Ela tinha um nome peculiar, era muito bonita, dei like e logo apareceu que demos match. Mandei o classico opa meu mel, esperando um belo block, mas ela respondeu "ola meu docinho". Comecamos a conversar depois disso e conversavamos o dia todo. Ela sempre me respondia rapido e era doce, era muito facil de conversar com ela. Descobri que ela estava gostando de mim pelo jeito que ela estava me tratando, algumas indiretas que ela postava, enfim, eu tinha tido poucas relacoes na minha vida, nunca tinha sentido nada demais por ninguem, eram todas paixonites, chamei ela no whatsapp e disse que EU gostava dela, queria ver uma reacao, ela disse que gostava de mim e que tinha medo de nao ser correspondida, eu fiquei meio chocado mas resolvi dar uma chance pra ela. Quando a gente comecou a ficar mais intimo nossa relacao ainda era virtual, isso durou mais ou menos 2 semanas (eu me sinto mal de lembrar disso tudo, minha visao chega a ficar turva) ate que marcamos de nos encontrar numa segunda ou quarta, eu costumava ter aula a tarde nesses dias e os pais dela trabalhavam dia sim dia nao, era perfeito. Quando eu cheguei na casa dela eu nao conseguia acreditar no que eu via, eu a achava linda, mas pessoalmente ela e a menina mais linda que eu ja vi na minha vida, ate hoje. Alias eu me lembro o dia que eu fui la, chequei no calendario e cai numa senguda feira, eu fui na casa dela dia 28 de julho de 2017. Ela era italiana, nascida e criada ate os 8 anos la, estava com uma camisa preta escrita i love roma, era romana. Tipo aquelas i love ny. O meu primeiro instinto foi agarrar ela e beijar, era completamente reciproco. Ficamos minutos sem falar, abracados, foi diferente de tudo que eu ja tinha tido. Eu entendi o que era amor, o que e esse negocio que queima no peito, bom... eu fiquei na casa dela ate as 6 horas da tarde, fui para a minha e meu mundo estava diferente. Eu tava sentindo as coisas diferente, eu tava mais feliz, eu nao consigo explicar, mas volto a falar sobre isso mais tarde. Conversamos e concordamos em me apresentar para a familia dela dia 4 de agosto, iria ter uma festa de aniversario da avo dela, eu sou muito timido (obvio, escreve sobre problema na internet) mas eu estava disposto a passar por qualquer coisa. Os pais dela eram pessoas bem legais, o pai era italiano e a mae brasileira, pessoas otimas. Quando estavamos a caminho do aniversario notei que estavamos no bairro do meu melhor amigo, como voces estavam prevendo, ela era parente dele. Ela manteve isso de surpresa, mas em uma das fotos que eu usava no tinder ele aparecia comigo, era uma foto bem idiota mas ela guardou pra me contar quando fosse ser mais engracado (palavras dela). Eu estava constrangido mas feliz, daquele dia apenas memorias doces. Nos nos acostumamos a nos ver 2x-3x por semana, eu fui o segundo namorado dela e perdemos a virginidade juntos, nao tinha como ser melhor do que aquilo. ATEEEEEEEEEEEE QQQUUUEEEEEEEE................ Um dia ela estava aqui em casa com o celular na mao falando com um amigo, eu li no celular dela pelo reflexo do oculos um nome, ela disse que ele era um amigo e a principio eles nao passavam disso, mas eu ja sabia que ele gostava dela. Ela era sempre bem aberta, nao tinha percebido que ele gostava dela, tanto que eu avisei. Eu nao era ciumento, eu confiava plenamente nela. Ela era prima do meu melhor amigo e uma mulher que eu idealizava. Tava tudo perfeito. Ela comecou a dar algumas desculpas no meio da semana, disse que tinha uns trabalhos etc. Eu desconfiava que ela estava me traindo, com 3 meses de namoro. Eu tava certo, mas bem... o inferno comecou. Eu sempre dizia que ela estava me traindo, argumentava e mostrava tudo, ela negava e fazia teatro. Mesmo assim eu ainda a via como a mulher mais linda que eu ja vi, ainda penso isso. Ainda tenho algo aqui dentro, nao diria que e amor mas continuando, nossa relacao maravilhosa comecou a ficar toxica. Muito toxica mesmo. Cheguei a invadir o celular dela, ela me traia descaradamente. Nos moravamos longe um do outro, sou de uma cidade de 600k habitantes, ela mora numa ponta e eu na outra. Era facil e conveniente. Um dia eu tomei banho, peguei meu celular e sai para a casa dela, era um dia que ela ia "fazer um trabalho" a tarde, tentei ligar pra ela, sem sucesso, mas ja estava a caminho, entao, foda-se. Toquei sua campainha, ela demorou pra abrir, entrei meio abafado, disse que queria deixar algo no quarto dela e ir ao banheiro. A casa dela era pequena, isso me dava desculpa para ver quase tudo. Passei e vi o quarto dos pais dela com a cama baguncada. Era onde nos transavamos, a cama era de casa, e o quarto dela de porta fechada. Ela entrou na frente e disse que nao queria que eu entrasse, eu disse ok e me virei, quando ela deu mole eu passei por ela e encarei a porta. Ela segurou meu braco e me chamou pelo nome do menino. Eu olhei pra cara dela com nojo, ela com medo, ela tentou me segurar e essa foi a unica vez que eu fiz forca contra ela na minha vida. Eu dei um arrancao, puxei meu braco violentamente e abri a porta. O menino estava sentado na cama dela, com uma cara de sarcastico. Eu nao apago essa porra. isso foi mais ou menos no 4 mes. Eu era bem toxico, mas a unica coisa que eu sempre pedi pra ela foi pra se afastar DESSE cara, eu sabia que nao ia ser bom, mas acho que ela me usou de degrau. por um segundo minha visao ficou embacada, eu soquei o rosto dele e parti pra cima, ele segurou meus bracos e disse que nao ia brigar comigo. Eu demorei uns 20 segundos ate parar de me debater e me acalmar um pouco. Me levantei e so queria ir embora, nem queria a alianca. Tinha dado para ela um anel de prata de 4 meses, eu jurava para todo mundo que seria ela, eu tinha certeza. Ela guardava uma garrafa de Mountain dew que eu dei pra ela, eu vi depois que me acalmei. Ela era contraditoria, me traia mas tinha pequenos gestos de amor genuino. Enfim, ela se botou na frente da porta e nao queria me deixar sair. Ficamos gritando, eu ameacei ir bater no menino, QUE AINDA ESTAVA NA CASA, ela disse que nao ia sair e que era pra eu bater nela, etc etc. Eu nao fiz nada. quando ela saiu da frente, depois de muita descussao, eu pedi o anel que tinha dado de volta, ela estava usando ele. Ela nao queria me dar, mas eu disse que tinha acabado e que aquele anel nao pertencia a ela mais. De novo, depois de muito grito e briga, ela me deu o anel, que imediatamente isolei, na frente dela. Tentamos de novo pois eu realmente a amava, ela acreditava que me amava, mas nao havia mais confianca. ela tinha de fato se afastado do menino dessa vez, como eu pedi, mas eu nao confiava mais nela. Ja tinha dado. Terminamos num domingo, nao quero me lembrar do dia, mas desde esse dia eu sinto falta dela. Eu fiquei com raiva e tivemos brigas horrorosas depois do termino. A mae dela descobriu que eu a chamei de puta, eu sempre omiti pra ela que a filha dela tinha me traido pq eu nao queria magoar a mae dela que era extremamente conservadora mas eu nao tava mais ligando, nao depois que eu fui apontado como o vilao. Eu recebi uma mensagem de texto da mae dela dizendo que tinha me tratado como filho etc que fui mal agradecido e que eu nao tinha o direito de falar assim da filha dela bla bla bla. Me bloqueou no whatsapp. Espumando de raiva, eu mandei um sms contando o nome do menino, dizendo que ela ia aparecer com ele logo mais, e que ele sempre foi o motivo das brigas, ela ficou sabendo quando terminamos da primeira vez, a menina quebrou um copo de raiva na pia segurando. Acompanhei ela pro medico nesse dia mas nao falei nada sobre isso com a mae dela, deixei ela falar antes, achava mais justo. O meu sms parecia uma profecia, que se concretizou como eu previ. Ela me desbloqueou pra me dar feliz aniversario, natal, ano novo e carnaval. Acho que ela notou quem era quem ne? Eu hoje estou namorando uma menina que sabe do meu trauma, me aceita, e e muito boa. Mesmo. Ela nao sabe que eu ainda sinto algo por essa outra menina, mas eu nao trairia ela por motivos obvios. Eu sou super carinhoso e a amo, mas lembra no comeco quando eu disse que sentia o mundo diferente quando eu comecei a namorar a primeira menina? Pois e, agora que tinhamos terminado eu literalmente sentia as coisas ao redor de forma diferente, quase como se tudo tivesse fora do lugar ou como se eu tivesse sido teleportado pra outra realidade. Ate hoje sinto um vazio e diversas vezes sinto saudade dela, creio que foi meu primeiro amor e quem sabe o maior, mas nao me impede de amar de novo. Eu fiz coisas terriveis pra ela mas que nao se compara com o que ela fez comigo. Minha atual namorada sabe da historia toda. Ela e um grande pilar e me da muita forca mas por algum motivo eu sinto uma vontade autodestrutiva de trazer minha ex pra minha vida. Ela agiu de forma completamente irrelevante sobre o que ela fez, e isso me trouxe uma dor extrema. Faz 2 anos que, TODOS OS DIAS da minha vida eu penso nela. Eu nao a trocaria pela minha atual, nem em um cenario hipotetico, mas eu sinto que eu tenho muitas pontas soltas com ela. Enfim, nao sei, eu me contradigo bastante, tita da terra,
submitted by Bullke to desabafos [link] [comments]


2019.06.23 23:56 d3rr1c53xpl0r3r Como tudo aconteceu (Na minha Cabeça)

Depois de ter ouvido todos os 24 episódios do Caso Evandro é impossível não formar uma narrativa própria na sua cabeça. Ao longo desses 24 episódios você transita entre a culpabilidade e inocência dos sete acusados. Impossível não, já que num caso tão conturbado quanto esse e com tantas variáveis fica difícil acreditar 100% em qualquer depoimento ou confissão. Pensei em esperar que todos os episódios saíssem antes de fazer esse post, mas aí lembrei que o Ivan mencionou que dará o seu parecer pessoal de como acha que as coisas aconteceram. Então para que não haja “Depois de ter ouvido fica fácil falar”, eu vou postar agora. Até para que eu não me influencie pela versão dele. Caso nos próximos episódios alguma coisa bombástica venha à tona e mude a minha opinião, eu irei colocar edits na minha postagem.
Só para que vocês entendam um pouco sobre mim venho de uma família umbandista e cresci entremeio sessões espiritas em casa, centros de umbanda e candomblé e “presenciei” sacrifícios de animais (Por ser pequeno na época, nunca me deixaram ver o ato, mas via o resultado nos dias seguintes. Como já ficou claro, as vísceras têm que ficar no alguidar por 3 dias antes de serem descartadas em água corrente, ou levadas a uma encruzilhada). Meu avô (Já falecido) era pai de santo e minha tia filha de santo e atendíamos apenas família e vizinhos próximos. Nunca tivemos um centro propriamente dito. E como isso já faz bastante tempo, obviamente algumas coisas me somem à memoria então fui pesquisar mais sobre o assunto.
Antes que eu comece, até para que vocês entendam um pouco melhor sobre as religiões Afro-Brasileiras, existem VÁRIAS vertentes. Sabe aquela coisa de brasileiro “gourmetizar” as coisas? (isso será importante na minha versão da história) Pois bem, com essas religiões não é diferente. Primariamente vieram da África com seus escravos TRÊS religiões, a Umbanda, a Quimbanda (ou Kimbanda) e o Candomblé. Sendo a umbanda e a quimbanda cultos semelhantes. Na “Umbanda Branca” temos o trivial de sessões espiritas, atendimento aos consulentes e o famoso passe (Algo apenas para dar uma paz de espirito a quem precisa, limpeza de aura e etc.) e oferendas à Yemanjá, Oxalá, Xangô, Ogum, Oxossi, Iori, Iorimá, que são as 7 linhas da umbanda. Na “Umbanda Negra” ou Quimbanda também há 7 linhas, todas chefiadas (encabeçadas) por diferentes Exus, que esses por sua vez em troca de sua sabedoria e conhecimento de outros Exus da gira (networking) pedem oferendas mais “caras”, oferendas de sacrifício de sangue. Dependendo do que lhes é pedido os tipos de oferenda variam desde uma simples galinha até humanos. Na África até hoje esses sacrifícios acontecem segundo o que pude encontrar (Não sei se é verdade). Eu poderia fazer um post apenas sobre isso, pois é uma assunto MUITO extenso e complexo. Pois bem, abaixo vocês podem conferir a minha versão do acontecido. Algumas coisas apenas os envolvidos sabem e ninguém NUNCA saberá a verdade.
Chega em Guaratuba no começo de Janeiro de 1992, o “Pai-de-Santo” e jogador de Búzios Osvaldo Marceneiro com sua então namorada Andrea Barros e os mesmos tentam estabelecer negócio na feira de artesanato no centro da cidade. Antes que os outros integrantes da feira se opusessem a permanecia de Osvaldo na feira, o mesmo conhece Beatriz Abagge que como declarou varias vezes gostava de misticismo e coisas do gênero. Após algumas leituras de Búzios os dois se tornaram próximos e assim começaram um relacionamento de amizade. Beatriz por sua vez leva seus pais a uma consulta em 29 de Janeiro de 1992.
Osvaldo por morar no imóvel de Carmelita Cristofolini, ficou sabendo do terreiro da Mae Hortência o qual Beatriz Abbage também frequentava. Carona vai e carona vem, já que Osvaldo não tinha carro (como declarou), os dois vão ficando cada vez mais próximos. Beatriz Abagge recém separada de seu noivo, estava obviamente em busca de respostas e um direcionamento em sua vida e recorreu a ajuda de Osvaldo nos búzios (Aquela coisa de mulher, “será que ele vai voltar”, “será que ele ainda gosta de mim” e etc.). Contundo Osvaldo oferece não apenas o consolo espiritual, mas também um consolo emocional e o que era amizade acaba se tornando um affair. Aí pronto, isso é o suficiente para que Beatriz comece mover montanhas por Osvaldo. Logo após isso os outros integrantes da feira de artesanato começam uma movimentação para que Osvaldo e Andrea sejam removidos da feira e com o apoio de Beatriz, Osvaldo vai à prefeitura de Guaratuba para pedir ao Prefeito Aldo Abagge que o conceda um alvará de funcionamento na Feira. Com isso Osvaldo conhece Davi Dos Santos Soares que era o Vice-Presidente do conselho dos artesãos e esses se tornam amigos. (Não sei ao certo, ou não me lembro de onde Vicente de Paula e Osvaldo se conhecem ou quando se conhecem). Pois bem, Osvaldo consegue a permissão para permanecer na feira lendo os seus Búzios.
Osvaldo, um jovem que na verdade era FILHO-de-Santo precisa se “firmar” para conseguir se tornar um Pai-de-santo propriamente dito e abrir o próprio Terreiro em Guaratuba com a ajuda de Beatriz Abagge. Osvaldo foi vulgarmente chamado de “pai-de-santo” por todos por ignorância dos que não conhecem como a religião de fato funciona. Só é considerado “Pai-de-Santo” quem tem um terreiro e passa por uma iniciação feita por um outro Pai-de-Santo que tem um terreiro em funcionamento. No caso da região de Guaratuba já existia um terreiro, o da Mãe Hortência, e por motivos não sabidos talvez a Mae Hortência não quis iniciar Osvaldo (O que já é um red flag). Pois bem, Osvaldo ambicioso e com sede de se estabelecer de vez em Guaratuba pois agora estava apaixonado por Beatriz vai atrás de informações para fazer a sua própria iniciação como Pai-de-Santo na umbanda. Entendam, para que alguém se torne Pai-de-Santo, o mesmo deve possuir amplo conhecimento sobre a religião, linhas de trabalhos, tipos de espirito, como proceder no caso de algo dar errado numa sessão, e principalmente, o quão forte o “cavalo” é, se aguenta a pressão imposta pelos espíritos. (Algo que não mencionei no texto acima sobre as religiões, é que Umbanda e Quimbanda se entrelaçam de uma maneira homogenia. Quem segue uma acaba seguindo a outra indiretamente, já que as duas juntas são o ponto de equilíbrio. Sendo uma sempre contraria à outra.).
Já envolvido com Vicente de Paula e Davi dos Santos Soares, Osvaldo começa a busca de sua primeira oferenda. Oferenda essa para se auto iniciar como Pai-de-Santo. Com isto, o menino Leandro Bossi desaparece em 15 de Fevereiro de 1992. Não temos detalhes sobre esse acontecido pois como tudo consta o menino Leandro continua “desaparecido”. Há “informações” de que o corpo havia sido descartado no mesmo rio onde o saco com partes de Evandro seriam encontrados mais adiante, porem nada de concreto foi constatado. Vale ressaltar que não acredito que Beatriz e Celina estejam envolvidas nesse desaparecimento, inclusive acho que Beatriz na época do ocorrido em Fevereiro não ficou sabendo que havia sido Osvaldo o responsável por isso, pois ate então os dois não eram tão próximos assim e obviamente Osvaldo não queria assustá-la. Pois entendam, somente quem segue a religião e a estuda, entende a razão do sacrifício e não encara isso como um crime, pois o está fazendo por suas crenças e o vê como necessário para obter o que almeja. (Não estou de maneira nenhuma defendendo a prática, e de fato apesar da religião requerer tais sacrifícios os mesmos não deverão ser praticados pois envolve o assassinato cruel de um semelhante. Aqui sem dúvida entra a linha tênue entre a crença e a moral do ser humano)
O menino Leandro continua desaparecido e ninguém tem pistas, apenas o relato de Diógenes de ter visto Leandro na garupa da moto com Osvaldo (?). Portanto esse acontecido segue em paralelo enquanto as vidas dos 7 acusados continuam e tudo está maravilhoso. Osvaldo, De Paula e Davi estava certos que nunca ninguém descobriria o que aconteceu, como de fato não descobriram, pois, o retrato do Menino Leandro Bossi continua na pagina do SECRIDE na seção de crianças desaparecidas, ou seja, não falecidas. Portanto não há materialidade para se constatar que um homicídio ocorreu.
Passam-se então quase dois meses até que cheguemos ao desaparecimento do menino Evandro Ramos Caetano. Nesses dois meses, na minha cabeça entendo que muitas coisas aconteceram, principalmente entre Beatriz Abagge e Osvaldo Marceneiro. Os dois com certeza se tornaram ainda mais próximos, porem Osvaldo tinha Andrea, a qual já suspeitava do affair entre os dois. Daí vem os relatos de ciúmes excessivo de Osvaldo e de possíveis agressões. Só quem trairia (ou trai), acha que está sendo traído. Pensem, o affair de Osvaldo e Beatriz jamais poderia vir à tona, por várias razões. Primeiro, Osvaldo era juntado com Andrea que veio com ele pra Guaratuba, ela talvez não tivesse pra onde ir caso os dois se separassem e por esse motivo Osvaldo talvez se sentisse responsável por ela, já que a mesma o acompanhou ate Guaratuba. Segundo, Beatriz era filha do prefeito e da poderosa Família Abagge, e não poderia ser vista com tendo um caso com um “Pai-de-Santo”. Isso iria colocar em xeque a credibilidade da família perante a política local e até mesmo estadual. Sem mencionar que na cidade o mesmo já era visto com maus olhos pelos artesãos e obviamente pelo eleitorado católico, predominante em cidades do interior brasileiro, incluindo Celina Abbage.
Porém, sabem como é não é verdade? Basta apenas que uma dádiva seja concedida para que o descrente se torne crente. Nesses dois meses Osvaldo dever ter feito alguma previsão que se tornou realidade, ou fez algum trabalho (Oferenda) para Beatriz que se provou frutífero e a mesma juntada de seus sentimentos por Osvaldo mergulhou de cabeça na idéia. Nesse interim Beatriz começou um trabalho de convencimento com seus pais com prováveis “Tá vendo, não disse que ele é serio” ou “Desde que o Osvaldo começou a fazer trabalhos nossa vida tem melhorado, estamos abrindo o Centro pra cuidar das crianças, você esta trazendo o partido pra cidade, vai Lançar a Denise como candidata e etc.” ou coisas do tipo. O que não sabíamos no começo do podcast mas ficou claro nos últimos episódios é que Celina era extremamente arrogante, ambiciosa e sedenta por poder. Logo, ao ver que as coisas estavam andando na vida da família atribuiu tudo (por influencia de Beatriz) à Osvaldo, esquecendo assim o seu catolicismo e se convertendo ao “Osvaldicismo”.
Osvaldo, sabendo que sua influência na família Abagge havia aumentado consideravelmente em poucos meses propõe à beatriz que abrissem um centro de Umbanda junto com De Paula e Davi que já estavam próximos ao “casal” nesta época. O único problema é em que cidades pequenas, notícias envolvendo a família do prefeito correm rápido. Logo ficou sabido que Beatriz estava envolvida na abertura de um centro de umbanda com Osvaldo. O que fez com que a mesma, até por pedido de seu próprio pai deixasse a idéia de lado pois não seria bom por motivos políticos. Enfim, com algumas coisas indo bem pra família Abagge atribuídas à Osvaldo faltavam as coisas principais serem “consertadas”. A serraria que não andava muito bem das pernas (e da onde provavelmente vinha o sustento de toda a família, já que pelo que dá a entender Beatriz, suas irmãs e sua mãe não tinham renda alguma ainda que estavam envolvidas em projetos aqui e acolá) e a força política que Aldo e Celina tanto queriam e que estava sendo ameaçada por Diógenes (com seus panfletos) e pelo outro candidato da oposição (o qual não me recordo o nome).
A família Abagge convencida de que Osvaldo tinha o poder de interceder por eles e ajudar a família a sair dos problemas políticos e financeiros que os afligiam pedem ajuda à Osvaldo. Agora lembrem-se de que Osvaldo não tinha nenhuma outra ocupação a não ser jogar búzios e ser “Pai-de-Santo”. Depois de meses de consultas com a população de Guaratuba e seu envolvimento com Beatriz, Osvaldo vê neste apelo a chance de fazer um pé de meia. Neste momento Osvaldo descreve à Beatriz o que deveria ser feito, quanto custaria e quem participaria. Acredito que Beatriz ao ouvir o que deveria ser feito deve ter se assustado e não deve ter concordado de primeira, porem Osvaldo lhe diz que é a única maneira de conseguir tais benefícios. Depois de conversa com sua família Beatriz e Celina decidem proceder com as orientações de Osvaldo. Começa então a segunda caçada ao próximo menino que teria de ser sacrificado. Entra aqui agora a parte da “Gourmetização” da religião. Osvaldo por conveniência ou não, não posso afirmar, envolveu o número 7 neste trabalho. Pois lembrem-se, há de fato 7 linhas de trabalho nas religiões afro-brasileiras. Coincidência ou não, neste caso acredito que não. Osvaldo, além de ter 7 letras, é um nome o qual a soma de suas letras pela numerologia também é 7. Evandro, além de ter 7 letras, também soma o número 7 quando usamos a numerologia. E o suposto ritual acontece no dia 7 de Abril 1992. Neste caso, não acredito que sejam apenas coincidências, pois são muitas. É aquele velho ditado, onde há fumaça há fogo. São muitas coincidências juntas, porém vamos chegar nessa parte quando falarmos sobre as torturas.
Após a aceitação da proposta de Osvaldo, a família Abagge, começa a premeditação do ritual. Se o que falei sobre o número 7 no parágrafo acima confere, então Evandro se torna um alvo. Pois lembrem-se, para que o menino escolhido se encaixasse nos parâmetros, eles deveriam saber o nome do garoto, não poderia ser qualquer garoto. Então assim, as Abagge começam a pensar nos meninos os quais elas sabiam o nome e que poderiam se encaixar no pedido de Osvaldo. Os pais de Evandro estavam diretamente ligados à prefeitura, sendo sua mãe Maria trabalhando na Escola onde Evandro frequentava e o seu Pai Ademir na prefeitura. Logo, a família Abagge conhecia a família Ramos Caetano muito bem, e sabia o nome de seus filhos. Por um infortúnio Evandro se encaixava perfeitamente. Agora, colocando de lado o simbolismo do número 7, Evandro só estava na hora errada no lugar errado e fui abduzido pois era um menino. Pensem, proveniente de uma família humilde, os Ramos Caetano jamais pensariam que a família Abagge, a mais poderosa de Guaratuba faria uma coisa dessas. Mas sabe aquele negócio de é tão óbvio que ninguém nunca suspeitará? Pois então, mas o que eles não esperavam é que Diógenes estaria à espreita aguardando um passo em falso para que ele atacasse.
Eis que no dia 6 de Abril de 1992 por volta de 9:30 da manhã por um acaso (ou não, pois acredito que o menino Evandro não fazia aquele trajeto todos os dias naquele mesmo horário. Naquele dia ele não havia tomado café (ou esquecido o mini-game) e foi até em casa buscar na hora do recreio) enquanto passando pelas redondezas da casa dos Ramos Caetano, as Abagge avistam o menino Evandro indo pra casa e o seduzem com balas para dentro do carro. Voltando à simbologia do numero 7, lembrem-se de que o ritual seria feito no dia 7, logo elas deveriam ter o menino um ou dois dias antes apenas, pois o mesmo deveria estar vivo no momento do sacrifício e não teriam onde deixar o menino por um longo período de tempo caso o tivessem raptado por muito tempo antes de poder fazer o ritual.
Vale voltar um pouco no tempo para mencionar o relato de Diógenes dizendo que Osvaldo havia espalhado pela cidade que uma grande tragédia iria acontecer e iria virar a cidade de pernas pro ar. Aqui é a parte onde ele mesmo começa a entregar a corda pra que fosse enforcado mais adiante. Sabendo do ritual que aconteceria, já que as Abagge haviam concordado, Osvaldo viu aí a oportunidade de se tornar “famoso” pois ele haveria previsto um acontecimento antes que o mesmo houvesse ocorrido, OU, o mesmo de fato viu nos búzios que algo viraria a cidade de pernas pro ar, mas não sabia que ele estaria envolvido. Afinal, ninguém comete um crime esperando ser pego, certo?
Depois do rapto do menino Evandro no dia 6 começam os preparativos para o ritual no dia seguinte, dia 7. Airton Bardelli, já envolvido com Osvaldo por intermédio de Beatriz recebe a ordem de que no dia seguinte todos da serraria deveriam ser dispensados mais cedo às 6 horas da tarde, para que o trabalho pudesse acontecer às 7 (?). Aqui fica a minha duvida, e eu não sei responder essa questão de como Bardelli e Cristofolini entram no ritual. Será que apenas para composição de quórum, já que Osvaldo disse que precisariam de 7 pessoas? Osvaldo pediu à Cristofollini, seu então vizinho para que apenas os ajudasse compondo o grupo, e a mesma coisa à Bardelli por parte de Beatriz já que Bardelli estaria na Serraria e seria responsável pelos funcionários não estarem lá? Isso é uma das coisas que jamais saberemos. Porém, não acredito na parte que a serraria ficou fechada uma semana para que eles pudessem limpar o local e etc., qualquer idiota colocaria um pedaço grande de lona ou plástico para forrar o chão e não ter que lavar ou limpar o sangue depois. Se eles não o fizeram assim, foram burros – fica a dica pra próxima rs.
O Ritual acontece de acordo como relatado, onde o menino Evandro é oferecido em forma de sacrifício para um Exu (Não para o Diabo, não para Satã, não para nada disso). Acreditem ou não, mas Exus em sua grande maioria não são espíritos maus, são apenas mensageiros entre o mundo dos vivos e dos mortos os quais cobram pelos seus serviços (em forma de oferendas). Contudo, há também Exus de má índole, que são espíritos não evoluídos e que agem pelo lado errado da gira. Qual o Exu ao qual o menino Evandro foi oferecido, nunca saberemos. Após o ritual ser terminado os 7 deixam a serraria e Beatriz e Celina voltam pra casa, e Celina vai à tal festa com Aldo. Osvaldo, De Paula, Davi, Bardelli e Cristofolini se dirigem às suas casas. Aqui fica aquela confusão sobre o dia 6 ou dia 7, bar da dobradinha, jantar na casa de Antonio Costa. E também onde Andrea desmente o álibi de todos, pois diz ter visto Osvaldo e De Paula saindo com roupa de trabalho e sendo buscado por Beatriz. Mais um indício de que Osvaldo e Beatriz estavam tendo um affair o qual Andrea já sabia e por vingança não encobriu o seu namorado.
Voltando ao dia 6, após o desaparecimento de Evandro, sua família obviamente estava recorrendo a qualquer tipo de ajuda. Nisso chega a notícia no terreiro da mãe Hortência por meio de Davina de que o menino havia sumido e a família estava pedindo que pessoas se dirigissem à casa da família para orações. Não obstante, Vicente de Paula vai à casa dos Ramos Caetano e recebe a entidade que se propõe a ajudar porem não quer fazer naquele momento pois o “cavalo” não está com a roupa adequada. A entidade pede que o mesmo coloque sua roupa enquanto vai na “gira” ver se consegue achar o menino e que depois voltaria. Acho que é aqui que o resto está na casa de Antonio costa jantando após a sessão no terreiro. Depois do jantar quem vai ajudar na busca é Osvaldo com Davi dos Santos (que não é o “Cheiro” rs) junto com Davina e seu marido Mario. Quando a entidade pede que seja levada a uma rua que tenha palmeiras Osvaldo sinaliza que sentiu uma presença forte no final da rua perto do mato. Aqui na minha opinião, Osvaldo entrega mais um pouquinho de corda para ser enforcado na tentativa de fazer o seu nome como Pai-de-Santo. Depois da profecia de que haveria uma tragédia na cidade ele deve ter achado por bem profetizar a presença do menino naquela região pois já havia planos de desová-lo lá após o ritual. Porém isso foi mais uma bala na arma de Diógenes.
Cinco dias depois quando o corpo é encontrado no Sábado dia 11 de Abril a 30 metros do local onde Osvaldo havia sentido uma “presença forte”, as coisas começam a ficar suspeitas. Infelizmente o corpo encontrado está além do reconhecimento e fica difícil a confirmação porem como já sabemos o corpo encontrado está sem as mãos, sem alguns dedos dos pés, sem orelhas e olhos e sem órgãos internos incluído coração. E tudo isso é explicado nas doutrinas, a falta das mãos é para fortuna, do pênis para impotência, e assim vai. Não me recordo de todos. E é aqui que as coisas começam a ficar esquisitas e se esclarecer ao mesmo tempo. Mesmo que o corpo encontrado não seja de Evandro, seja de Leandro Bossi por exemplo. Os cortes citados, as partes faltantes do corpo são por coincidência de acordo com a doutrina de sacrifícios?! Não acredito, e tem mais, aqui cai por terra também a teoria de que Diógenes teria conspirado contra as Abagge. Pelos depoimentos de Diógenes ele se mostrou TOTALMENTE ignorante às religiões aqui envolvidas. Portanto, ele não saberia o que fazer com o corpo para que parecesse que um ritual de sacrifício tivesse sido realizado no corpo em questão. E mais, se hoje nem na internet se encontra tais instruções podemos imaginar em 1992. Só quem de fato é praticante há MUITOS anos tem acesso a como praticar tais rituais. Pois não é apenas pegar um corpo X cortar e tchau, como o nome diz é um ritual, portanto existem musicas, palavras a serem faladas dentre outras coisas e só quem estuda há um bom tempo sabe o que fazer.
Portanto quando Diógenes faz a sua denuncia no dia 29 de Maio de 1992 quase DOIS meses depois do ocorrido, ele se baseia em “fofocas” porém também em outros fatos, como sobre a do “Grupo Tigre” estar próximo à família Abagge durante as investigações. Se depois de dois meses ninguém sabe absolutamente nada, é porque alguma coisa tem, concordam? Depois da sua denuncia ao ministério público, o mesmo acha por bem colocar o “Grupo Águia” da PM em uma investigação paralela à da Polícia Civil que nada fez por dois meses. Aqui na minha opinião entra a parte onde Diógenes tinha sim uma agenda contra a Família Abagge. Por N motivos ele não gostava deles em especial à Celina que causou o divórcio de seus pais. Após ficar sabendo de tudo que ficou por intermédio de conhecidos, Davina, Edézio, Jorge Banana e cia, ele foi mais do que correndo colocar a sua denuncia pois então ainda que não tivesse provas concretas pra ele tudo aquilo fez sentido e ele tinha nas mãos o que sempre quis.
Não acredito que as testemunhas tenham mentido a pedido de Diógenes. E entendo o fato delas não terem se pronunciado no dia, ou dias depois. Morando numa cidade pequena onde todos se conhecem, a família mais poderosa e talvez mais rica da cidade se envolve num crime hediondo desses, você se pronunciaria? Eu não me pronunciaria, e é a verdade. No caso de Edézio, ele ficou sem saída porque seu amigo Hamilton ao qual ele havia confidenciado ter visto as Abagge raptando o menino Evandro contou ao Diógenes que por sua vez deve ter obrigado ele a prestar depoimento do que havia visto. Não há nada de estranho nisso. A mesma coisa com o Jorge Banana, se eu estou pescando e vejo um saco cheio de restos mortais do que poderia ser um feto, meu barco viraria uma lancha de tão rápido que eu sairia de lá. E com peixe ou sem peixe no meu barco eu JAMAIS puxaria o saco pra dentro do barco. E é isso que talvez destrua a credibilidade das testemunhas, o MEDO. Ninguém quer admitir que tem medo, mas a grande maioria das pessoas tem, e por não querer admitir isso em juízo ou em depoimento acaba passando por mentiroso. Pois é muito fácil falar, “Ah, mas você viu que tinha mãos dentro do saco, cabelo e não pegou o saco?!”. Não, eu também não pegaria. Agora, se eu soubesse do que tinha acontecido (Coisa que Jorge Banana não sabia à época do ocorrido), e visto um saco com as coisas eu chamaria a policia sem dúvida alguma, porém se não soubesse, aquele saco de cal iria ficar lá pra sempre.
Finalmente chegamos às prisões dos dias 1,2 e 3 de Julho de 1992, onde os 7 acusados são presos. Aqui eu vou ser bem sucinto e explicito nas minhas opiniões. Eu acredito que todos tenham sofrido tortura sim, sem sombra de dúvidas. Porém pra confessar aquilo que de fato haviam cometido porque jamais confessariam de uma outra forma. Não defendo tortura e não acho que esse deveria ter sido o caminho a ser seguido. E acho que a maneira com a qual a PM conduziu as prisões e os interrogatórios foi o que estragou o caso. Se eles não tivessem torturado os réus a argumentação da promotoria teria sido muito mais forte e o único argumento da defesa seria o de que o corpo encontrado não era o de Evandro.
Agora as perguntas que ficam e talvez a chave de todo esse mistério é, se o corpo encontrado não é o de Evandro como afirma piamente até hoje o Delegado Luis Carlos de Oliveira, porque os acusados colocaram as roupas de Evandro no cadáver? O que eles tentaram fazer aqui? Encobrir uma morte com outra? Desovar o cadáver de Leandro Bossi que estava na geladeira que a Celina tirou da serraria como relatou Teresinha e por isso tinha marcas roxas e já estava em estado de putrefação como se fosse Evandro? O que vocês acham? Isso vai ficar no imaginário de cada um, pois nunca saberemos.
submitted by d3rr1c53xpl0r3r to ProjetoHumanos [link] [comments]


2019.01.29 22:38 guizocaa Gostaria de contar pra vocês a história do meu último namoro

Tudo começa em uma sexta em que eu combinei com um amigo da faculdade (ambos formados já) para fazer alguma coisa. Ele me diz que uns amigos dele haviam o chamado para fazer algo também se eu não gostaria de me juntar a eles. Na verdade eu não queria. Estava prestes a inventar uma desculpa pra não ir, mas acabei mudando de ideia por estar entediado em casa.
Chego lá antes e o encontro. Depois chega um outro amigo dele e, mais tarde, duas amigas. São duas irmãs. Ficam dois núcleos de conversa: o primeiro entre mim, meu amigo e a Rafa e o outro entre a irmã dela e a irmã. Eu a achei muito mala, além de que tivemos umas discussões mais incisivas para pessoas que haviam acabado de se conhecer.
Gostei dela.
Depois esse meu amigo me diz que elas gostavam de board games, então combinamos um tempo depois de jogar Catan na casa dele. Também me falou que elas são da igreja dele (Presbiteriana) e também moram no mesmo condomínio. No fim da noite da jogatina tive a oportunidade de pegar o whatsapp dela. A parte mais interessante é que elas tinham que ir embora porque era meia-noite, uma regra dos pais. O mais interessante ainda é que uma tem 31 anos e a outra 30.
Começo a falar com a Rafa e a chamo para sair. Recebo um belo 'não'. Ela diz que prefere ficar solteira e que eu não seria alguém que os pais dela aprovaria (Isso em junho do ano passado).
O ponto é que eu tenho 27 anos e fui criado em uma igreja Presbiteriana Independente, mas havia deixado de frequentar há muito tempo por algumas razões, sendo a principal dela a pouca fé (ou alguma fé).
Ao invés de seguir o jogo, ela demonstrou interesse na minha amizade e continuávamos nos falando constantemente. Ficamos bastante amigos.
Outro ponto relevante de levantar é que sou uma pessoa desleixada e preguiçosa e estava em um período ocioso, além de fora de forma. Apesar de formado em direito, eu nunca fui exercer porque no fim do curso eu já odiava e trabalhava na empresa do meu pai e do meu irmão de semijoias que ainda era nova (ainda é, mas crescemos bem).
Meu interesse por ela me incentivou a levar as coisas mais a sério. Voltei a treinar jiu jitsu, boxe e tomar um rumo da vida de vez. E fui crescendo enquanto ela foi se interessando mais por mim aos poucos. Mas a gente 'brigava' porque eu sempre queria mais que amizade e ela batia na tecla de ser solteira e dos pais e, quanto mais o tempo passava, mais os pais que eram citados mesmo. Já teve várias complicações no passado por namorados desaprovados.
Esse meu amigo vivia me chamando pra voltar pra igreja e acabei aceitando, sendo que ela também foi um incentivo. Acabei me dando bem por lá e isso me deixou feliz.
Teve o aniversário dela no fim de agosto e depois fomos para minha casa passar um tempo com uns amigos juntos. Entreguei o presente dela e foi a situação perfeita para o primeiro beijo nosso, mas acabou não rolando.
Na semana seguinte, combinei com o outro amigo que também conheci naquela sexta para ir ao culto de jovens no sábado. Duas horas antes ele disse que não podia ir. Comentei com ela que iria sozinho e ela acabou dizendo que ia comigo. Depois fomos comer comida japonesa (ela ama) e ali nos beijamos pela primeira vez .
Mas é claro que ainda tinha um problema: os pais. Na verdade, quando eu digo pais significa a mãe. O pai dela é meio indiferente, pois ele se importa mais em não ser incomodado. Aliás, ele é um pastor pentecostal. A mãe frequenta a Universal, é uma pessoa extremamente desequilibrada (óbvio que partindo de mim é uma posição bastante enviesada). Ultra controladora e briguenta. Os pontos que a Rafa citava que faria a mãe ser contra: eu não ter maturidade espiritual, a diferença de idade e a questão profissional, considerando que eu ainda estava retomando meu rumo.
Combinamos em uma segunda de eu ir jantar na casa dela e fui apresentado como um amigo que estava querendo a conhecer (mancada nossa ter mentido) e ela percebeu que já éramos mais que amigos, então as duas brigaram depois que fui embora (ainda dei um chocolate para a mulher).
Nós discutimos a situação e decidimos que tentaríamos ficar juntos. No domingo dia 23 de setembro, eu finalmente a pedi em namoro. Até comprei uma bonita aliança.
Como a mãe era contra, para fazer a Rafaela terminar comigo ela a proibiu de usar a máquina de lavar roupa da casa e as panelas, forçando-a a lavar nas mãos suas roupas e ter que se virar pra fazer comida.
Isso me fez pensar em terminar com ela, porque não queria que ela passasse por isso por minha causa. No sábado seguinte nós fomos ao shopping e depois comer comida japonesa no mesmo lugar.
Naquela semana, recebo mensagem no whatsapp do Pastor Joézer, que era da igreja em que eu fui criado. Óbvio que fiquei surpreso, mas sabia de alguma forma que a mãe tinha algo a ver com isso. Ele pergunta se pode me ligar, o que me estranhar mais ainda. Pois bem, ela achou o número dele e começou a falar de mim e que era contra o namoro, gritava no telefone. Não sei ao certo que ela queria com isso, se esperava descobrir algo ruim sobre mim. Ele só falou bem de mim e avisou que o comportamento dela era de alguém com uma patologia mesmo. Era uma pessoa doente.
No domingo, chamei-a para almoçar com minha família e ela aceitou. Chegando na escola dominical de manhã, ela me mandou uma mensagem dizendo que não ia poder ir mais. Sim, ela terminou comigo naquele dia. A pressão da mãe funcionou (ela ameaçou contar para os pastores da igreja coisas sobre os namoros passados dela).
Nunca senti tanto ódio na minha vida quanto eu senti por essa mulher. Duas semanas depois, por sentir muita falta um do outro, decidimos nos encontrar. Passamos uma tarde juntos e eu tinha um casamento de um amigo que não deu pra ela ir (ela é engenheira civil e dá aula à noite). Nós discutimos se voltaríamos ou não o namoro. Naquele sábado, combinamos de jogar Catan na casa daquele meu primeiro amigo e tenho a péssima ideia de nos encontrarmos uma hora antes pra passarmos um tempo juntos. Eu a encontro em uma rua perpendicular à rua do meu amigo que tem uma mesa e banquinho. Ela está muito tensa porque percebeu que a mãe suspeita de algo. Nós discutimos mas logo nos entendemos. Tempo depois, surge o carro da irmã na rua e a mãe no banco de passageiro. Ficamos nos encarando por segundos que pareciam horas. Ela manda a Rafa entrar no carro e começa a discutir comigo, dizendo que eu tornei a filha dela uma pessoa rebelde, que ela era obediente e que foi o diabo que me colocou na vida da filha dela. Logo gritava "PRESBITERIANO INDEPENDENTE NÃO ENTRA NA MINHA CASA! PRESBITERIANO INDEPENDENTE NÃO ENTRA NA MINHA CASA!" (já entro no ponto do motivo).
Depois daquele dia (foi um sábado acho que 13 de outubro), ela foi proibida de falar comigo ou seria expulsa de casa. No dia seguinte, a mãe tomou o celular dela e só devolveu na segunda porque ela usa pra trabalho.
Depois disso, foram tempos estranhos. Principalmente por frequentarmos a mesma igreja, termos os mesmos amigos lá e moramos 7min um do outro. E a irmã dela fica de olho se ela não fala comigo, além de me odiar por causas das brigas que aconteceram na casa em função do nosso namoro.
É uma situação muito estranha, ainda mais porque eu amava ela (ainda amo).
Existem muitas situações e detalhes que deixei de fora por questão de exposição e que este texto já ficou muito grande.
Ah, sobre os presbiterianos independente. Há uns 30 anos, o marido dela era pastor de uma presbiteriana independente. Ele passou para uma linha mais pentecostal e começou a pregar por lá questões que saiam da doutrina presbiteriana e isso dividiu a igreja. Inevitavelmente, ele foi convidado a se retirar. O ponto é que ele vivia na casa pastoral e, como não era mais pastor, teve que se retirar de lá também, mesmo tendo duas filhas pequenas (a rafa tinha um pouco mais de um ano e a outra era bebê). Isso criou um trauma neles que nunca se recuperaram. E onde que eu entro nessa história? Bom, havia várias pessoas da família do meu pai que frequentavam aquela igreja, sendo que um tio do meu pai era presbítero (pra quem não sabe, pense no presbítero como o poder legislativo da igreja e que o pai da rafa sofreu um impeachmeant). Esse tio é um baita traste, por sinal. Eu imagino o impacto que teve pra mãe da Rafa quando soube meu sobrenome.
Outro ponto que odeio é o fato de que ainda tinha que ouvir a música "dona Maria deixa eu namorar a sua filha..." (sim, a mãe tem Maria no primeiro nome).
Bom, quem sabe no dia em que ela se mudar. Por ora, não fazemos parte da vida um do outro. Ela sempre fica tensa quando me encontra por medo da irmã achar que está rolando algo. Domingo passado mesmo ela me cumprimentou e correu. É bem ruim achar que encontrou a pessoa que vai querer passar sua vida junto e esse tipo de coisa acontecer.
O certo era eu revisar esse texto mas cansei já.
Respondo (quase) qualquer pergunta sobre isso.
submitted by guizocaa to brasil [link] [comments]


2017.11.11 07:06 tombombadil_uk Today I fucked up: a estranha sensação de reencontrar um amor do passado 12 anos depois

A quem possa interessar, agora tem uma parte 2: https://www.reddit.com/brasil/comments/7cq1rk/today_i_fucked_up_a_estranha_sensa%C3%A7%C3%A3o_de/
Reencontrei uma pessoa muito querida para mim ontem de maneira completamente randômica. É um caso tão bizarro que não sei para quem desabafar, já que esse "relacionamento" que eu mantive há 12 anos não chegou a ser sequer um relacionamento e nunca contei dele para ninguém. Esperei a esposa dormir, sentei e escrevi um conto. Fiz uma trash account para jogar isso aqui.
Desculpem o desabafo longo, mas foi o lugar que encontrei para soltar isso.
xxxx
Aconteceu no fim de tarde de uma sexta-feira quente. A cidade impaciente se esvaía para casa nos ônibus e metrôs lotados, a onda de calor de novembro apertando o passo de quem só queria o refúgio caseiro. Saí do metrô da esperando encontrar uma noite fresca, mas fui pego no pôr-do-sol atrasado do horário de verão. Passara o dia fora do escritório em um evento extremamente técnico e só queria desligar a cabeça. Estava bem vestido, mais do que o de costume. As calças jeans escuras relativamente novas, a blusa social quadriculada que usava quando queria se arrumar – mas nem tanto – e a bolsa de couro recém-comprada para ter um ar mais profissional nesses eventos externos.
Me sentia bonito, sentia até que minha barba reluzia ao pôr-do-sol. Ridículo, né? Um pouco de contexto: sempre fui uma pessoa acima do peso e havia acabado de registrar a perda de 32 quilos e indo à academia diariamente. Como qualquer um que foi gordinha a maior parte da vida, eu estava me sentindo muito bem. Por isso, peço que sejam indulgentes comigo. Até porque esse fato é relevante para a história.
Caminhando pela praça em direção ao ponto do ônibus que me levaria para casa, me desvencilhava dos ambulantes peruanos e suas bolsas falsificadas, dos entregadores de folhetos do sex shop de uma galeria ali perto – frequentadores fiéis da praça desde que eu me entendo por gente e provavelmente responsáveis por um número considerável de árvores derrubadas para fazer seus folhetos nessas décadas – e dos estudantes, que tanto pareciam carecer de pressa. Naquela multidão de gente, me surpreendi por notar alguém que me mirava de cima a baixo logo à minha esquerda.
No começo, não me virei. Julguei ser uma daquelas ilusões que a gente tem no canto do olhar. Três, quatro, dez passos. A pessoa continuava ao meu lado e me olhando atentamente, não sobravam dúvidas. Virei o rosto e dei de cara com ela.
Eu gosto muito de ler, mas não sei se já achei na literatura algum trecho que mostre o quão chocante é reencontrar um amor perdido depois de tantos anos. Ela entrou pelos meus olhos e me atravessou por inteiro, trouxe de volta as memórias que já julgava mortas e enterradas havia muitos anos. Por dentro, eu me senti despedaçado, como se tivesse estourado um balão há muito tempo comprimido no canto do subconsciente. Eu lembrei das manhãs que passava com ela, do dia em que ela me deu um CD do Linkin Park, de quando fui embora sem me despedir e não cortei o relacionamento – tosco, incompleto e desajeitado – que nós mantínhamos.
O choque seria menor, certamente, se não houvesse uma tristeza tão cristalina em seus olhos. Ela rapidamente virou o rosto e apertou o passo, mas eu fiquei ali atrás com aquela imagem fixa na memória. Me permiti olhá-la por inteiro enquanto avançava à minha frente. Não por desejo, mas por saudade. Saudade da pele morena, do cabelo ondulado que lhe descia pelas costas da mesma forma que fazia há mais de uma década. E saudade dos olhos de arteira que ela tinha, dos quais eu só lembrei depois de vê-los tão melancólicos. Nos conhecemos no fim do segundo grau e começo da faculdade, não éramos mais crianças. Mas os olhos dela sempre me encantavam: pareciam os olhos de alguém que está ansioso e animado ao mesmo tempo, o olhar de criança que está prestes a fazer merda e sabe disso.
Por sorte, ela seguia na mesma direção do ponto de ônibus e eu a seguia com meus olhos. Não tive forças para cumprimentá-la, a vergonha falou mais alto. Ela também não quis fazê-lo e foi fácil entender porque. Ela envelhecera bem mais do que eu esperava. Tínhamos a mesma idade, eu e ela, mas lhe daria uns dez anos a mais do que eu sem pensar duas vezes. Ganhara peso, o rosto e o cabelo pareciam maltratados, a roupa era desleixada. Nenhum julgamento aqui, quem não teve seu dia de ‘foda-se o mundo’ que atire a primeira pedra. E mesmo assim fez o meu coração parar. E mesmo assim eu só queria correr para perto dela e dizer oi.
Eu e ela éramos criaturas estranhas. Nós dois vínhamos de famílias de classe baixa, nós dois estávamos em um curso de inglês pago por algum parente mais rico, nós dois começamos a trabalhar cedo, nós dois éramos excelentes alunos, nós dois fazíamos parte daquela onda de rock do começo dos anos 2000 que incluía Linkin Park, Evanescence, System of a Down e algumas outras bandas que estavam na moda na época.
Começamos a nos aproximar quando contei para ela que queria fazer XXXXX (carreira omitida). Ela também queria, por isso passamos o ano anterior ao vestibular trocando dicas, comentando provas e trocando confidências no fim da aula de inglês. Eu fazia questão de levá-la para casa todos os dias após o fim da aula de inglês e nós acabamos ficando muito próximos. Só tinha um detalhe: eu e ela éramos comprometidos. Eu namorava uma colega de escola há pouco menos de um ano e era perdidamente apaixonado por ela, apesar dela ter se tornado uma companheira extremamente abusiva ao longo do relacionamento e termos nos separado. Ela namorava um amigo de infância, tinha tudo para crer que ela também era apaixonada por ele e estava prestes a se casar dali a um ano e meio. Sim, ela casou-se ridiculamente cedo, com apenas 20 anos e teve dois filhos logo depois, pelo que eu ficaria sabendo mais tarde por acidente. Nesse período de cerca de dois anos, mantivemos esse relacionamento estranho que eu sequer sei como classificar. Recém-chegados no curso achavam que éramos namorados, apesar de nós nunca nos abraçarmos, andar de mãos dadas ou coisas do gênero. Os alunos que estudavam conosco há mais tempo e já tinham visto nossos verdadeiros namorados achavam apenas que colocávamos chifres neles. Nós nunca fizemos absolutamente nada. Não houve beijo, não houve cabeça no ombro, não houve mãos dadas. Fisicamente, nunca houve nada. Mas havia ali uma cumplicidade quase criminosa, olhares mais longos do que o necessário, um quase que jamais se tornava realidade. Talvez esse carinho fosse fruto de sermos tão parecidos e termos origens tão similares.
Mas tudo acabou sem aviso. Em um intervalo de meses, sofri um duplo revés. O parente que pagava o meu curso descobriu que estava com câncer e seus custos com saúde aumentaram drasticamente. Eu já estava trabalhando e podia pagar, mas perdi o emprego no mesmo semestre. Tudo aconteceu em um intervalo de um mês, em janeiro, e eu não pude voltar ao curso para o semestre seguinte. Era uma época diferente. As redes sociais não eram tão onipresentes (eu tinha meu bom e velho Orkut, ela achava rede social bobeira) e não havia Whatsapp. E algo em mim insistia em dizer que era errado ligar para ela, que era ir longe demais. Então eu sumi da vida dela sem aviso, sem dar satisfação. Simplesmente não me matriculei no curso e jamais toquei no assunto com ninguém, nem com meus amigos mais próximos. Doeu – e doeu muito – mas eu deixei a vida sedimentar tudo aquilo. Eu ganhei peso, meu relacionamento com aquela namorada não andava bem. Naquele momento, eu só queria sumir e não ver mais ninguém. E aquela saída brusca acabou me ajudando nesse sentido. Some aí a baixa auto-estima. Eu nunca achava que uma mulher estava dando bola para mim até elas praticamente se jogarem no meu colo. Quase todas as mulheres com quem saí tiveram a iniciativa ou deixaram bem claro que queriam alguma coisa, sempre fui lerdo ao extremo para flerte. E perdi grandes oportunidades por conta disso, mas isso é passado e não me causa dor, só uma risadas. Exceto nesse caso.
De lá para cá, soube pouco dela. Descobri por um grande acaso que ela teve dois filhos logo após o casamento (Orkut de amigo de um amigo de um amigo que estava no chá de bebê do segundo filho dela, rs). Também vi que ela não passou no vestibular para a carreira que escolhemos, senão seria mais fácil encontrá-la. O curso era bem concorrido e ela não passou duas vezes. Na terceira, já estava com filho e casada, então não avançou. Esbarrei com ela enquanto estava grávida do primeiro fazendo compras no mercado com o marido. Nesse dia, eu estava acompanhado de vários amigos, completamente bêbado e indo para uma festa na região boêmia da cidade. Trocamos um olhar meio constrangido nesse dia, nada mais. Tinha uma mágoa bem nítida nos olhos dela, mas eu ainda relutava em acreditar que eu significava muita coisa para aquela menina. Eu só iria me tocar anos mais tarde que eu, apesar de estar fora dos padrões de beleza, recebia sim atenção do sexo oposto.
Agora avançamos 12 anos no futuro. Cá estou eu, perdido, olhando para uma mulher que teve um relacionamento tão tênue e tão profundo comigo ao mesmo tempo. Ela parou e entrou em uma loja de sapatos em frente ao ponto de ônibus para o qual eu estava indo e, mesmo pela vitrine, trocamos alguns olhares demorados. Eu queria chegar perto, eu queria dizer oi, eu queria chamá-la para jantar. Mas, no auge dos meus 30 e poucos anos, eu me senti um adolescente envergonhado de 17. E uma voz bem clara ecoava na minha cabeça: “você é casado, você tem um casamento muito feliz e você nunca traiu sua esposa e nenhuma das suas outras ex-namoradas. Você não vai começar a fazer merda agora”.
E se eu fosse dar um oi, serviria de quê? Requentaria um amor adolescente que provavelmente só faria mal a nós dois? Reviveria a mágoa daquele adeus decepado, sem dar a menor satisfação? Tudo isso só transformava minhas pernas em âncoras que meus olhos teimavam em ignorar. Ela saiu da loja e, pela primeira vez naquele fim de tarde, me olhou de forma direta. Sem aquela desviada de olhar que vem um par de segundos depois, sem aquela sensação de acidente ou constrangimento. Nos encaramos por um período que, me perdoem o clichê, parecia uma eternidade. Eu sabia que aquela era a minha deixa para chegar mais perto, mas eu não fui. Ela me deu as costas e sumiu na multidão, provavelmente para sempre. Meu coração ficou ali perdido, sem saber como era possível lembrar-se de tanta coisa em tão pouco tempo.
Sentado no ônibus de volta para a casa, as memórias vinham em atacado. O dia em que ela fez uma cópia do Hybrid Theory e me deu de presente de aniversário. A vez em que eu ganhei de um amigo meu um chaveiro do Nirvana e, quando ela foi pegar para ver, sem querer seguramos as mãos por uns segundos que pareciam compreender toda a história da humanidade. Quando levei meu discman para o curso e a gente escutou junto um álbum do System of a Down no ano em que lançaram Hypnotize e Mezmerize.
É triste a vida ser tão curta, eu concluí. Tem tanto amor para se viver, tanta história que poderia se escrita a dois que nós nunca vamos conhecer. Tanta coisa inesperada que acontece num fim de tarde sem propósito, tanta coisa que a gente deixa de perceber e que acontece porque você notou alguém no canto do seu olho. E eu, muito provavelmente, nunca mais vou vê-la. Se eu tivesse a oportunidade de reviver esse momento, eu não sei o que eu faria. Chamava para tomar um café e pedia desculpa por nunca ter falado que eu era perdidamente apaixonado por ela e que vivia um relacionamento conturbado com uma companheira abusiva, mas que a baixa auto-estima me impedia de agir? Diria que havia praticamente esquecido que ela existia nos últimos 10 anos, mas que bateu um misto de culpa e carinho enormes tanto tempo depois? Não acho que nada disso valeria a pena.
submitted by tombombadil_uk to brasil [link] [comments]


2017.09.19 21:10 subreddit_stats Subreddit Stats: portugal top posts from 2011-10-22 to 2017-09-19 07:48 PDT

Period: 2158.87 days
Submissions Comments
Total 1000 54010
Rate (per day) 0.46 25.01
Unique Redditors 530 5294
Combined Score 186046 309705

Top Submitters' Top Submissions

  1. 12048 points, 62 submissions: Vasco_da_Gamba
    1. Obrigado Bo, por 8 anos de espionagem ao serviço do Estado Português (604 points, 42 comments)
    2. Não há impossíveis na vida.Nunca desistas. (543 points, 47 comments)
    3. Cavaco a masturbar-se (478 points, 20 comments)
    4. É desde tenra idade que o Português aprende a desenrascar-se (437 points, 31 comments)
    5. [NSFW] Dizem que a Sara Sampaio tem o peito pequeno. Esta imagem diz o contrário. (363 points, 67 comments)
    6. Não há nada mais português do que o Desenrascanço (341 points, 60 comments)
    7. Harrison Ford a festejar a vitoria em Portugal (316 points, 16 comments)
    8. [OC] Rei Ghob, um homem à frente do seu tempo. (306 points, 48 comments)
    9. Fatima's Alive 2017 (by:Vasco Correia) (301 points, 36 comments)
    10. AccidentalRenaissance (282 points, 13 comments)
  2. 8788 points, 1 submission: ruisao
    1. Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage! (8788 points, 551 comments)
  3. 8419 points, 39 submissions: ForeverJamon
    1. Também queria partilhar um meme (1100 points, 53 comments)
    2. Coisa mai linda (526 points, 26 comments)
    3. [Receita] Happy 4/20! (462 points, 119 comments)
    4. Tinder em Portugal (x-post from /tinder) (421 points, 280 comments)
    5. Finalmente, aqui está a receita dos lanches. (388 points, 88 comments)
    6. Caros amigos, aqui está o video do AMA. Espero que gostem. Aquele abraço! (311 points, 137 comments)
    7. [Lifehack] Quando vais às compras e não tens moedas para o carrinho (292 points, 67 comments)
    8. [Receita] F-R-A-N-C-E-S-I-N-H-A (265 points, 155 comments)
    9. Quando é dia dos namorados e tu és um cavalheiro (204 points, 33 comments)
    10. [Receita] Amigos, aqui está o molho da francesinha. Aquele abraço! (194 points, 93 comments)
  4. 3363 points, 16 submissions: HelloMyNameIsLola
    1. To all our european "friends" salty right now... Give us your salt, we will use it for our bacalhau! (394 points, 44 comments)
    2. Alfa Perpendicular (383 points, 45 comments)
    3. IT (301 points, 16 comments)
    4. Telma, medalha de bronze (212 points, 33 comments)
    5. Seja responsável. Se beber, não escreva tweets. (206 points, 18 comments)
    6. Mensagem do nosso Lord (204 points, 38 comments)
    7. PORTUGAL! PORTUGAL! PORTUGAL! (x-post /mildlyinteresting) (199 points, 14 comments)
    8. Hoje em Queensland, Austrália... (198 points, 21 comments)
    9. Prova irrefutável que o Pedro Dias não matou ninguém... (181 points, 14 comments)
    10. Oremos irmãos... (174 points, 9 comments)
  5. 3346 points, 13 submissions: ohhputosopaa
    1. TOP (1472 points, 85 comments)
    2. Alguém que entregue a taça ao Pedro! (238 points, 11 comments)
    3. Quando o Nazigramatical está com a moca (216 points, 19 comments)
    4. Custava assim tanto? (178 points, 63 comments)
    5. Movimento anti-Eutanásia vão todos para o caralho (157 points, 144 comments)
    6. Comentem (153 points, 50 comments)
    7. Mas primeiro tenho que ir a decathlon. (144 points, 17 comments)
    8. Manuel Luís Goucha a dar uma de thug life (141 points, 19 comments)
    9. É Pegar ou largar! (141 points, 18 comments)
    10. Fátima Hooligans (138 points, 18 comments)
  6. 2043 points, 12 submissions: pica_foices
    1. Cristiano Ronaldo atira microfone da CMtv para um lago (342 points, 216 comments)
    2. Ricardo Quaresma a mostrar ao árbitro a habilidade que tem a manusear facas borboleta (271 points, 58 comments)
    3. "Chuta daí caralho !!" - o vídeo com o comentário e perspectiva que faltava (209 points, 47 comments)
    4. Yupido - a empresa portuguesa que registou em 2016 com capital social de 29 mil milhões de euros. (171 points, 174 comments)
    5. Ministério Público acusa Tony Carreira de plagiar 11 músicas (163 points, 132 comments)
    6. Todo o arquivo histórico da RTP está disponível na internet para toda a gente (152 points, 47 comments)
    7. Vídeo do interior de um carro de bombeiros no meio do incêndio de Gavião (135 points, 52 comments)
    8. Hoje houve festa no treino do Sporting (127 points, 15 comments)
    9. Eurosport garante direitos da Formula 1 em Portugal até 2018 (125 points, 115 comments)
    10. Benni McCarthy festeja de novo golo de Portugal na TV (123 points, 5 comments)
  7. 1908 points, 8 submissions: fijozico
    1. GANHÁMOS A EUROVISÃO CARALHO! (683 points, 133 comments)
    2. Portugal desenhado no estilo do Steven Universe [x-post /StevenUniverse] (224 points, 20 comments)
    3. Comecei a trabalhar no Continente este mês. Ninguém me preparou para isto (206 points, 97 comments)
    4. Quando o Técnico te dá cabe dos miolos (201 points, 36 comments)
    5. Coreia do Norte disse estar pronta para tudo, Portugal enviou 1200 finalistas, Coreia já recuou e pede desculpa por qualquer coisinha (194 points, 21 comments)
    6. A nossa bandeira à lá Arábia Saudita (185 points, 17 comments)
    7. À luz do #BREXIT... (108 points, 20 comments)
    8. Os polícias ODEIAM-NO! (107 points, 19 comments)
  8. 1789 points, 11 submissions: NorskSud
    1. Feliz 2017 a todos! (438 points, 8 comments)
    2. Revista da Easyjet diz que Portugal é o único país tri-continental do mundo (197 points, 52 comments)
    3. Entrada sobre Portugal no atlas satírico "Our dumb world" publicado pelo The Onion (155 points, 36 comments)
    4. David Cameron mistaken for James Cameron by Portuguese TV channel (152 points, 34 comments)
    5. Congress wants Portuguese as second language in Goa schools (134 points, 112 comments)
    6. Cada vez mais provável o regresso do urso-pardo a Portugal, população em Espanha em forte crescimento (131 points, 101 comments)
    7. Horta Solidária cuidada por reclusos dá 12 toneladas de hortícolas ao Banco Alimentar (124 points, 15 comments)
    8. VIDEO: Portuguese journalist's ridiculously elaborate entrance to news broadcast (124 points, 20 comments)
    9. Voluntários retiram 300 quilos de lixo do rio Paiva (115 points, 4 comments)
    10. UK flight delayed when Portuguese crew member 'turns up drunk after celebrating Euro 2016 win' (114 points, 20 comments)
  9. 1738 points, 11 submissions: fanboy_killer
    1. Bombeiros portugueses exaustos (x-post europe) (272 points, 44 comments)
    2. Os húngaros andam trocados (210 points, 72 comments)
    3. Malato, sobrevivente dos atentados de Paris (188 points, 87 comments)
    4. A FNAC fez uma auto-avaliação (182 points, 42 comments)
    5. Só estilo (165 points, 35 comments)
    6. Bacalhau (128 points, 13 comments)
    7. Já viram o creep na nova campanha da Cetelem? (127 points, 58 comments)
    8. Nenhuma outra marca domina o social media como a Netflix Portugal (121 points, 13 comments)
    9. Faz hoje 17 anos que Portugal recuperou de uma desvantagem de 2-0 num jogo épico contra Inglaterra (118 points, 56 comments)
    10. Selecção portuguesa de futebol nos anos 90 (116 points, 18 comments)
  10. 1643 points, 8 submissions: ElDiabloDe94
    1. Sejam bem-vindos! (349 points, 20 comments)
    2. Bom dia! (250 points, 16 comments)
    3. Levar a Maria às compras (245 points, 15 comments)
    4. Há 100 dias atrás... (228 points, 54 comments)
    5. Faz hoje um mês (197 points, 17 comments)
    6. Cristiano Ronaldo conquista a quarta Bola de Ouro - CRL! (146 points, 45 comments)
    7. Jessica Augusto vence maratona de Hamburgo (121 points, 13 comments)
    8. Bom fim de semana (107 points, 11 comments)
  11. 1549 points, 9 submissions: utilizador
    1. Entretanto, algures no Largo do Rato à porta da sede do PS. (480 points, 55 comments)
    2. humor na FNAC (203 points, 11 comments)
    3. RAFA é o novo NEO... o escolhido! (158 points, 55 comments)
    4. Quem é que da sua família não trabalha para o Estado? (148 points, 64 comments)
    5. Todo contentinho... (116 points, 15 comments)
    6. - Ouve esta, ó Mário, tu ouve-me só esta. (115 points, 16 comments)
    7. Onde há fumo... (111 points, 16 comments)
    8. Quem nunca andou à machadada com amigos... (110 points, 40 comments)
    9. Tiago? Vipur? WTF? Um tipo está umas horas fora do Reddit... alguém faça um TL;DR, please! (108 points, 50 comments)
  12. 1441 points, 10 submissions: sup3rfm
    1. A "alegria" de Danilo - PORTUGAL NO EURO2016 (206 points, 31 comments)
    2. Ministério da Saúde quer “responsabilizar” pais que não vacinem filhos (191 points, 102 comments)
    3. Portuguese unemployment below eurozone's for first time since 2010 (164 points, 40 comments)
    4. Carrossel numa feira em Cascais. Não, não é a Feira do Berbigão (154 points, 30 comments)
    5. Acima da lei, só a EMEL. (136 points, 46 comments)
    6. Vai tudo para casa. Voltem amanhã. (129 points, 29 comments)
    7. 1º Ministro de Portugal em 2019 (122 points, 79 comments)
    8. Polish gay couple wins right to marry in Portugal thanks to their haters (118 points, 62 comments)
    9. Retalho - Expansão da Amazon em Espanha abre porta à entrada em Portugal (116 points, 102 comments)
    10. EXCLUSIVO TVI: Napachacha Sellevava, directora do clube Rubin Kazam, confirma compra de Alan Ruiz do SCP. (105 points, 32 comments)
  13. 1439 points, 6 submissions: odajoana
    1. Receita portuguesa vegetariana (466 points, 126 comments)
    2. Criei um cartão de Bingo para o /portugal. Divirtam-se! (284 points, 106 comments)
    3. Marcelo. #foreveralone (273 points, 39 comments)
    4. O Facebook do StandVirtual deseja um Feliz Dia da Mulher. :') (180 points, 126 comments)
    5. Há 40 dias que o Metro de Lisboa não faz uma greve. Regozijemo-nos. (123 points, 31 comments)
    6. Criei uma playlist no Tubo em jeito de balanço do que se fez musicalmente em Portugal em 2015. Estou a esquecer-me de alguém? (113 points, 75 comments)
  14. 1339 points, 6 submissions: mruiandre
    1. O golo do Éder ao som do Salvador Sobral é a melhor cena (387 points, 17 comments)
    2. Não deixem este vídeo morrer (289 points, 45 comments)
    3. O Marcelo está em todo o lado, até no Facebook dos The Doors (257 points, 29 comments)
    4. Pondo as coisas em perspectiva: existem 612 episódios dos Simpsons e existem 3000 episódios do Preço Certo (179 points, 62 comments)
    5. Vai ser proibido fumar à porta de escolas, hospitais e parques infantis (115 points, 117 comments)
    6. CM (112 points, 8 comments)
  15. 1215 points, 8 submissions: Pieropt
    1. Co Co Co Co Co Co Co Co (251 points, 31 comments)
    2. É bom saber que o verdadeiro Éder está de volta (203 points, 35 comments)
    3. É de aproveitar, esta promoção do El Corte Inglês (142 points, 9 comments)
    4. Enquanto vias os Rolling Stones, em Algés acontecia o encontro mais nonsense de sempre (134 points, 39 comments)
    5. Esclarecidíssimo (133 points, 14 comments)
    6. Entretanto esta madrugada no Aeroporto de Lisboa... (122 points, 29 comments)
    7. "Mãe, porque é que o senhor tem o rabo para a frente?" (116 points, 30 comments)
    8. Quando é que os jornais vão perceber que bloquear não é opção? (114 points, 124 comments)
  16. 1184 points, 4 submissions: MCbadboy
    1. Como sair de repente para kagar (499 points, 29 comments)
    2. Este é o caminho (371 points, 9 comments)
    3. Portugal na final do Campeonato do Mundo de hóquei em patins ao derrotar a Argentina (campeão em título) por 5-0! (174 points, 19 comments)
    4. Cais do Sodré, 10 da manhã, meia hora depois do ultimo metro (140 points, 96 comments)
  17. 1152 points, 8 submissions: godsdog23
    1. Queridos Vizinhos! (206 points, 12 comments)
    2. Nagasaki, a Portuguesa. (196 points, 48 comments)
    3. Um homem e o seu peluche, um romance que perdura não obstante os olhares esquisitos de transeuntes e familiares (154 points, 23 comments)
    4. Hoje numa cidade perdida do Japao! (148 points, 43 comments)
    5. Hat-trick (119 points, 38 comments)
    6. Acho que nós Portugueses nao somos tao bons a Inglês como pensamos... (118 points, 60 comments)
    7. AMA - Estou a trabalhar no Japão! (106 points, 124 comments)
    8. The first day of school, Portugal, 1936 (x-post historyporn) (105 points, 32 comments)
  18. 1079 points, 7 submissions: quatrotires
    1. [SIC 2017] Entrada épica do Primeiro Jornal em Aveiro (247 points, 58 comments)
    2. Manchester United in Lisbon, 1966 (187 points, 9 comments)
    3. Numa década, Portugal passou de importador de azeite a 4.º exportador mundial (155 points, 36 comments)
    4. "O modo mais eficaz de seres útil à tua pátria é educares o teu filho" - Ramalho Ortigão (134 points, 46 comments)
    5. "Tivesse o holandês dito "não posso gastar tudo em aeroportos, estádios de futebol, auto-estradas e fraudes bancárias para depois pedir emprestado" e lá teríamos de engolir em seco e aceitar a crítica." (126 points, 65 comments)
    6. Príncipe Aga Khan doa 500 mil euros para ajudar vítimas do incêndio de Pedrógão (122 points, 20 comments)
    7. Chamem a Segurança Social já! (108 points, 39 comments)
  19. 1069 points, 7 submissions: gonpires
    1. Para a próxima... (237 points, 180 comments)
    2. Finalmente encontrei uma cantina decente (191 points, 48 comments)
    3. Ovibeja revela nova entrada do recinto (152 points, 13 comments)
    4. Manhãs informativas da SIC (148 points, 138 comments)
    5. O número de reclamações vai subir na MEO (116 points, 60 comments)
    6. Google Tradutor é um pouco agressivo (114 points, 37 comments)
    7. Covilhã no evilbuildings (111 points, 20 comments)
  20. 1068 points, 2 submissions: MaxwellIllustration
    1. Porto! My new drawing based of the most beautiful city. (537 points, 35 comments)
    2. Porto. My finished ink drawing of such a wonderful place! (531 points, 35 comments)
  21. 1014 points, 7 submissions: unknown_believer
    1. Judite Sousa (TVI) tenta entrevistar um cadáver... (197 points, 117 comments)
    2. Quando acordas em 2016 e tens a direita pedir subsídios" (163 points, 74 comments)
    3. Desiludido, Tony Carreira deixa música, dedica-se apenas à poesia e anuncia poema inédito que começa por “As armas e os barões assinalados” (158 points, 17 comments)
    4. Bela resposta à CMTV: "Se não me der tempo [para explicar] continua você a falar e não me coloca a questão a mim, como é que é?" (147 points, 26 comments)
    5. Público de tourada cai para metade em sete anos (127 points, 212 comments)
    6. Franceses queriam repetir o jogo e Portugal fez-lhes a vontade: (113 points, 25 comments)
    7. "The Voice" bate "Casa dos Segredos" pela segunda semana consecutiva (109 points, 98 comments)
  22. 1003 points, 3 submissions: bockyPT
    1. [OC] Fui ao Pico e tirei uma foto (602 points, 52 comments)
    2. [OC] Fui à Serra da Arrábida e tirei uma foto (280 points, 35 comments)
    3. Bike sharing em Lisboa - primeira experiência (121 points, 58 comments)
  23. 958 points, 5 submissions: fachebu
    1. Primeira página do Inimigo Público (244 points, 85 comments)
    2. Bom marketing da Super Bock (240 points, 30 comments)
    3. 19 mortos confirmados em fogo de Pedrogão Grande (170 points, 189 comments)
    4. Hoje encontrei a palheta que eu fiz quando comecei a aprender guitarra. Tinha 13 anos. (163 points, 45 comments)
    5. Race The Subway - Lisbon (141 points, 53 comments)
  24. 956 points, 6 submissions: Calvin_Uncle
    1. Definição de tratamento VIP do Odisseias. (217 points, 16 comments)
    2. PORTUGAL, CRLHO!!! (187 points, 35 comments)
    3. O meu primeiro animal de estimação. As expectativas estavam bem lá em cima! (147 points, 92 comments)
    4. A classe dos comentários dos tugas nos meios de comunicação social. Divirtam-se! (Retirados apenas no dia de ontem.). (138 points, 135 comments)
    5. [Euro 2016] "Paaaaaaaaaaaaaaaai!!!" (138 points, 6 comments)
    6. O regresso de um herói do passado. (129 points, 15 comments)
  25. 918 points, 4 submissions: LordJomi
    1. Em Faro (406 points, 40 comments)
    2. Ricardinho, Portugal [Futsal] (193 points, 21 comments)
    3. O nascimento de um novo meme (181 points, 45 comments)
    4. Vista nocturna do Rossio, Praça Dom Pedro IV, na Baixa de Lisboa (Data: 1930-1980) (138 points, 35 comments)

Top Commenters

  1. QuintoImperio (7412 points, 436 comments)
  2. 1Warrior4All (4606 points, 414 comments)
  3. ForeverJamon (4351 points, 560 comments)
  4. Vasco_da_Gamba (3909 points, 249 comments)
  5. sup3rfm (3055 points, 281 comments)
  6. meaninglessvoid (2458 points, 516 comments)
  7. _aralho (2018 points, 210 comments)
  8. raviolli_ninja (1986 points, 188 comments)
  9. nazigramatical (1856 points, 593 comments)
  10. Sperrel (1852 points, 354 comments)
  11. informate (1699 points, 438 comments)
  12. BugaTuga (1681 points, 311 comments)
  13. ElDiabloDe94 (1672 points, 230 comments)
  14. fanboy_killer (1635 points, 150 comments)
  15. KokishinNeko (1604 points, 201 comments)
  16. zedisto (1527 points, 169 comments)
  17. BroaxXx (1495 points, 302 comments)
  18. EarlPious (1360 points, 190 comments)
  19. random-guy410 (1330 points, 240 comments)
  20. odajoana (1300 points, 190 comments)
  21. ManaSyn (1264 points, 235 comments)
  22. pilas2000 (1246 points, 229 comments)
  23. Trollitito (1210 points, 274 comments)
  24. uyth (1201 points, 213 comments)
  25. egzaaa (1201 points, 115 comments)

Top Submissions

  1. Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage! by ruisao (8788 points, 551 comments)
  2. TOP by ohhputosopaa (1472 points, 85 comments)
  3. Também queria partilhar um meme by ForeverJamon (1100 points, 53 comments)
  4. Vipur. Se derem upvote neste post, vai aparecer no google imagens quando se procurar Vipur, filtro de água e Viana do Castelo. by nao_me_processem_pls (904 points, 41 comments)
  5. Sou artista/ilustrador e venho mostrar o meu trabalho :) by John-florencio (858 points, 169 comments)
  6. Need help finding a Portuguese song... by BustedBreaks (769 points, 107 comments)
  7. GANHÁMOS A EUROVISÃO CARALHO! by fijozico (683 points, 133 comments)
  8. Fotografias de um Portugal antigo by Sr_Noodles (626 points, 77 comments)
  9. Obrigado Bo, por 8 anos de espionagem ao serviço do Estado Português by Vasco_da_Gamba (604 points, 42 comments)
  10. [OC] Fui ao Pico e tirei uma foto by bockyPT (602 points, 52 comments)

Top Comments

  1. 666 points: Greatmambojambo's comment in Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage!
  2. 505 points: Saboni's comment in Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage!
  3. 488 points: MagnusCallicles's comment in Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage!
  4. 358 points: Pedropz's comment in Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage!
  5. 331 points: theoxandmoon's comment in Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage!
  6. 312 points: portugapt's comment in Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage!
  7. 280 points: QuintoImperio's comment in O Youtube em Portugal não é mais que isto?
  8. 253 points: vitorfdm's comment in Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage!
  9. 252 points: macafeu88's comment in Tens 100 mil euros? Parabéns, és milionário!
  10. 251 points: ruiamgoncalves's comment in Pokemon GO saiu em Portugal oficialmente!
Generated with BBoe's Subreddit Stats (Donate)
submitted by subreddit_stats to subreddit_stats [link] [comments]


2017.08.07 00:07 YumaS2Astral Eu não aguento mais essa vida. Eu desabafei com meus amigos virtuais mas agora parece que nem isso mais tá adiantando. Decidi desabafar com vocês do Reddit.

É que eu não aguento mais viver assim. Eu prefiro morrer do que continuar passando por isso. Eu disse "viver assim" mas sinto como se não estivesse vivendo de verdade, porque isso aqui não é vida. Eu estou apenas esperando até chegar o dia da minha morte. É como se eu estivesse na fila pro SUS, mas em vez do SUS, é o inferno.
Essa semana vi meus amigos no Facebook tirando fotos com os amigos deles da vida real. E ontem, dois amigos meus vieram me falar que estão namorando (um deles até pouco tempo atrás dizia que queria me namorar, mas me senti forçado a recusar por causa que ele mora longe e não quero mais apostar em relacionamentos à distância devido a diversas razões). De qualquer forma me senti muito magoado. Eu sonho em poder ter um namorado. Eu sonho em poder ter amigos que moram perto. Sonho em poder tirar foto com esses amigos. Sonho em poder me socializar, e não ficar trancafiado dentro de casa o dia inteiro. As pessoas falam pra eu sair, mas sair pra onde? Eu não tenho pra onde ir nem conheço ninguém aqui em volta.
Eu também não aguento mais ver minha irmã ter TUDO que eu gostaria de ter enquanto eu fico aqui chupando dedo. Ela tem tudo, tem amigos não virtuais, tem namorado, tem emprego, tem o sonho realizado (no caso dela, de ser bailarina) e até já chegou a ir em várias cidades diferentes do Brasil, e ate em outros países como Uruguai, Argentina, e Estados Unidos. Já eu? Meus amigos são todos virtuais, não tenho namorado, não tenho emprego, não consegui até hoje realizar meus sonhos (especialmente porque minha família não me ajudou da devida forma) e eu só cheguei a por os pés pra fora deste estado uma única vez, quando fui tentar ver um namorado virtuai que eu tive na época, e deu TUDO errado.
Eu queria tanto ter um emprego... Não quero mais depender da minha família. As pessoas pensam que eu gosto de viver assim, na vagabundagem, mas é MENTIRA. Eu odeio isso. Eu não consigo trabalhar com as coisas que eu gosto (dublador e desenhista). O primeiro é porque me falta treino, e não consigo treinar aqui em casa porque se eu treinar, meu pai vai ficar debochando de mim. Ele fazia isso quando eu era pequeno e é por isso que me sinto desencorajado. Quanto ao desenho, eu não sei nem por onde começar. Eu tô tão desesperado que tô quase indo trabalhar no McDonalds, já até tive um sonho recentemente com isso. Já pensei em ir no McDonalds daqui de perto e perguntar se tem vagas. Eu nunca tive um emprego e nem conta no banco que eu tenho.
Eu não quero depender da minha família mais. Minha tia jamais me dá dinheiro quando eu preciso. Eu não consigo ir ver meus amigos virtuais por causa disso. Ela sempre dá a desculpa de que precisa pagar as contas ou tem dívidas pra pagar. O engraçado é que se eu pedir pra ela comprar hambúrguer no McDonalds, ou docinhos, ou RPs no LoL, ela compra com o maior prazer. Mas se eu peço pra ter o dinheiro bruto na minha mão pra eu poder gastar como eu quiser, ela se recusa e dá as desculpas que eu citei em cima. E ela também se recusa a dar quantias pequenas de dinheiro que não vão fazer falta. 4 anos atrás eu tava quase indo ver um amigo meu que mora em outro estado e só precisava de mais 30 reais pra pagar a passagem e eu pedi pra minha tia. Ela se recusou a pagar. Eu fiquei muito magoado na época e até traumatizado (isso é parte da razão pela qual não quero mais relacionamentos à distância).
E falando em minha família, eu não aguento mais ela também. Meu pai é homofóbico pra caralho, ele já removeu duas pastas de yaoi minhas no passado, e já cansou de xingar meus amigos virtuais. Minha tia já falou coisas terríveis pra mim; já me chamou de homossexual pedófilo e disse que não gostaria de ter um filho gay. Ela é desonesta também e sempre me enrola quando eu peço coisas que eu preciso. Minha vó fica gritando comigo por coisas ínfimas que não têm nada de mais, me dá conselhos desnecessários, e sempre que eu vou fazer algo ela diz que vai acontecer algo de ruim comigo. Em 99,9% das vezes ela está errada, mas aí ela fica jogando na minha cara a única vez em que ela esteve certa (quando minha calopsita morreu). Já a minha irmã... Eu falei dela aí em cima. Ela tem tudo que eu tenho mas ela fica me criticando e me culpando por eu não ter nada. Além disso ela sempre fica automaticamente do lado deles quando eu discuto com eles aqui em casa.
Enfim, eu já não aguento mais isso, isso que eu tô tendo não é uma vida, eu não desejaria nem *pro meu pior inimigo que essas coisas acontecessem. Às vezes eu tenho vontade de morrer e nascer denovo e ter uma segunda chance. Eu nem sei se existe vida após à morte, mas muitas vezes imagino eu mesmo nascendo denovo em outra vida. Às vezes eu também me imagino voltando pro passado e tendo uma segunda chance de consertar tudo.
De qualquer forma ultimamente me sinto desanimado pra fazer qualquer coisa, mesmo as coisas que eu gosto. E também às vezes me imagino cometendo suicídio, e também me sinto pra baixo todos os dias.
Como lidar com toda essa combinação de coisas que está acontecendo comigo?
Um TL;DR pra quem não quer ler o texto que escrevi aí em cima;
  • Problemas familiares
  • Eu vejo pessoas à minha volta tendo as coisas que eu queria ter e isso me deixa mais cabisbaixo
  • Problemas amorosos
  • Queria ter um emprego e poder realizar meus sonhos
  • A falta de dinheiro me impede de ter MUITA coisa que eu queria ter, inclusive ver os amigos
  • Não tenho amigos na vida real
EDIT: Tenho 22 anos. Já fiz ensino médio. E não estou na faculdade.
submitted by YumaS2Astral to brasil [link] [comments]


2017.06.18 14:38 feedreddit As doações premiadas da gestão Doria

As doações premiadas da gestão Doria
by João Filho via The Intercept
URL: http://ift.tt/2sDzYIY
Em maio, o prefeito paulistano foi às redes sociais anunciar mais uma iniciativa que teria poupado dinheiro dos cofres públicos:

Parecia mais uma ação de gênio que contrariava a máxima capitalista de que “não existe almoço grátis”. Porém, ah porém, o caso é diferente. A rádio CBN, do Grupo Globo, publicou, no Dia dos Namorados, um namorico proibido entre a Ambev e a gestão Doria em São Paulo. Segundoa reportagem,Julio Semeghini (secretário de Governo), André Sturm (secretário de Cultura) e Bruno Covas (vice-prefeito) participaram de um esquema para favorecer a Ambev em uma licitação milionária de patrocínio do carnaval paulistano.
A denúncia está baseada em documentos e um áudio de uma reunião em que os envolvidos combinam a fraude. A prefeitura negou por meio de nota as irregularidades e o assunto morreu no dia seguinte. Todos os grandes veículos parecem ter aceitado o desmentido da prefeitura, e o que era para ser o escândalo da semana caiu no buraco negro do noticiário. Parece que a suspeita de que a prefeitura mais rica do país direcionou uma licitação para favorecer uma das maiores financiadoras de campanhas eleitorais–euma das maiores anunciantes de propaganda–não é um assunto de interesse público. A próxima segunda-feira será o dia da missa de sétimo dia de uma notícia natimorta.
Esse não escândalo vem na esteira de um outro que também desapareceu da mídia como um ator que vai fazer novela na TV Record. A CBN, que estranhamente vem fazendo uma cobertura bastante crítica à gestão Doria, revelou a monumental falácia que sãoas doações de remédiosque o prefeito adora cantar aos quatro cantos. Desde fevereiro, doze fabricantes doaram R$ 35 milhões em medicamentos. Mas não foi uma doação qualquer. Foi uma doação premiada! Graças a um acordo entre Doria e Alckmin, as empresas doadoras foram agraciadas com isenção de ICMS durante três meses e deixaram de pagar R$ 66 milhões. Ou seja, as empresas doaram R$ 35 milhões, e o povo de São Paulo retribuiu a generosidade com R$66 milhões. Só nesse episódio, a nova ferramenta de gestão implantada por Doria criou um rombo de R$ 31 milhões nos cofres públicos. Pensa que o feirão de ofertas municipal acabou? Claro que não! Os medicamentos doados estavam perto do fim da validade e não poderiam mais ser vendidos para farmácias e hospitais privados.
“A reportagem da CBN percorreu UBSs em todas as regiões da cidade e encontrou medicamentos de uso contínuo com prazo de validade em cima, principalmente os controlados. O Clonazepam, para pacientes que sofrem de epilepsia, estava sendo distribuído a dois meses do vencimento. Já o Omeoprazol, para o estômago, a Amtriptilina, antidepressivo, e a Espironolactona, que trata a hipertensão, além do antifúngico Fluconazol, vencem em julho. E tem até mesmo remédio que nem vai ser usado até o fim, porque tem 30 comprimidos com prazo para junho, a exemplo da Claritromicina, um antibiótico.”
O descaso com os contribuintes paulistanos ganha requintes de crueldade quando descobrimos que os custos do descarte dos medicamentos também ficam nas costas da prefeitura. A coisa piora quando lembramos que Doriacongelou R$ 1,8 bilhão da Saúdenos quatro primeiros meses do ano. É um negócio da China para os empresários, uma excelente ação de marketing para o presidenciável tucano e uma tragédia para os paulistanos que dependem dos hospitais públicos.
A Prefeitura de São Paulo parece ser hoje uma extensão do Lide, a empresa de lobby do prefeito que, após sua posse, passou a ser a comandada por seu filho. O lobby interno para favorecer a Ambev–empresa filiada ao Lide–em licitação milionária deixa isso bem evidente. Por trás da aparência de solidariedade das doações, há abertura de uma enorme brecha para aumentar ainda mais a promiscuidade entre o interesse público e o privado. Hoje, não faltamempresas querendo doar buscando visibilidade de suas marcas na imprensae, quem sabe, almejar alguma contrapartida da prefeitura. Algumas doaçõeslistadas no Portal da Transparênciasão altamente suspeitas. Listei algumas que devemos ficar de olho:
Aché– doou cerca R$ 325 mil em medicamentos e ganhou isenção de ICMS durante três meses. Em 2016, Doria premiou a empresa com oPrêmio Lide de Empreendedorismo 2016. O presidente da empresa, Paulo Nigro, tem fortes relações pessoais com Doria e épresidente do Lide Esporte.
Ultrafarma– pagou propaganda do programa Cidade Linda em painéis de led veiculados no jogo Brasil X Uruguai, ocorrido em março em Montevideo. Amigo de Doria, o dono da empresa bancou propaganda de um programa municipal em um jogo transmitido para todo o país–nada mal para um presidenciável Em uma reunião na prefeitura, Doria gravou vídeo ao lado de seus secretários e do vice-prefeito fazendopropaganda das vitaminas da marca Sidney Oliveira, da Ultrafarma, e divulgou em suas redes sociais.
Cyrela– aqui temos uma história interessante: a construtora, que já foi premiada pelo Lide comolíder na área da construção civil, doou a reforma dos banheiros do Parque do Ibirapuera no valor de quase meio milhão de reais.Um pouco antes da doação,Doriacriou a Secretaria Especial de Investimento Sociale deu para um ex-vice-presidente da Cyrela chefiar. Após 12 anos na construtora e quase 30 na iniciativa privada (ocupou cargos de chefia na Redevco do Brasil, no Unibanco, Multicanal e JTS Engenharia), Cláudio Carvalho decidiu diminuir drasticamente seu salário para se dedicar ao povo paulistano. A família dona da Cyrela é amiga íntima da família de Doria. A construtora chegou a realizar neste ano uma exposiçãopara homenagear a estonteante carreira de artista plástica Bia Doria, esposa do prefeito.
A gestão Doria agora querrever a Lei de Zoneamento, que foi aprovada no ano passado pela Câmara dos Vereadores depois de um intenso debate de quase dois anos. A lei determina o que pode e o que não pode ser construído na cidade e é uma pedra no sapato das construtoras. Bom, vocês já devem imaginar quem vai sair ganhando com essa revisão.
E nessa onda de solidariedade e amor à coisa pública, não podemos esquecer que Doria virou hoje um grandealiado de Michel Temer dentro do PSDB. O gestor, que não cansa de repetir que não é um político, mostra-seigualmente incansável na hora de demonstrar seu apoioa um governo cuja grande marca é a corrupção. João tem um coração que não cabe dentro dele. Além de ter doado um ar condicionado e dois quadros do Romero Britto para a prefeitura, doou também R$50 mil reais para seugrande amigo Rodrigo Rocha Loures (PMDB),o Homem da Mala. Esse é o novo jeito de fazer política do novo prefeito de São Paulo.
The post As doações premiadas da gestão Doria appeared first on The Intercept.
submitted by feedreddit to arableaks [link] [comments]


2017.06.06 17:10 subreddit_stats Subreddit Stats: portugal top posts from 2011-10-22 to 2017-06-05 16:08 PDT

Period: 2053.22 days
Submissions Comments
Total 999 53616
Rate (per day) 0.49 26.10
Unique Redditors 518 4944
Combined Score 167025 284883

Top Submitters' Top Submissions

  1. 11123 points, 60 submissions: Vasco_da_Gamba
    1. Obrigado Bo, por 8 anos de espionagem ao serviço do Estado Português (603 points, 42 comments)
    2. Não há impossíveis na vida.Nunca desistas. (549 points, 47 comments)
    3. Cavaco a masturbar-se (469 points, 20 comments)
    4. É desde tenra idade que o Português aprende a desenrascar-se (438 points, 31 comments)
    5. [NSFW] Dizem que a Sara Sampaio tem o peito pequeno. Esta imagem diz o contrário. (367 points, 67 comments)
    6. Não há nada mais português do que o Desenrascanço (346 points, 60 comments)
    7. Harrison Ford a festejar a vitoria em Portugal (312 points, 16 comments)
    8. Fatima's Alive 2017 (by:Vasco Correia) (301 points, 36 comments)
    9. AccidentalRenaissance (283 points, 13 comments)
    10. Graffiti na Damaia feito pelo Odeith (278 points, 53 comments)
  2. 8785 points, 1 submission: ruisao
    1. Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage! (8785 points, 551 comments)
  3. 7263 points, 35 submissions: ForeverJamon
    1. Também queria partilhar um meme (1076 points, 48 comments)
    2. Coisa mai linda (524 points, 26 comments)
    3. [Receita] Happy 4/20! (450 points, 120 comments)
    4. Tinder em Portugal (x-post from /tinder) (425 points, 281 comments)
    5. Finalmente, aqui está a receita dos lanches. (388 points, 88 comments)
    6. [Lifehack] Quando vais às compras e não tens moedas para o carrinho (290 points, 67 comments)
    7. [Receita] F-R-A-N-C-E-S-I-N-H-A (259 points, 155 comments)
    8. Quando é dia dos namorados e tu és um cavalheiro (206 points, 33 comments)
    9. [Receita] Bolo de bolacha a tempo da ceia de consoada (191 points, 35 comments)
    10. [Receita] Bolo de iogurte para totós (184 points, 66 comments)
  4. 3227 points, 17 submissions: HelloMyNameIsLola
    1. Alfa Perpendicular (380 points, 44 comments)
    2. To all our european "friends" salty right now... Give us your salt, we will use it for our bacalhau! (379 points, 44 comments)
    3. IT (298 points, 16 comments)
    4. Telma, medalha de bronze (212 points, 33 comments)
    5. Seja responsável. Se beber, não escreva tweets. (209 points, 19 comments)
    6. Hoje em Queensland, Austrália... (195 points, 21 comments)
    7. Prova irrefutável que o Pedro Dias não matou ninguém... (180 points, 14 comments)
    8. Oremos irmãos... (171 points, 9 comments)
    9. São Martinho do Porto no /all (170 points, 28 comments)
    10. A 13 de Maio... (164 points, 38 comments)
  5. 3180 points, 12 submissions: ohhputosopaa
    1. TOP (1447 points, 85 comments)
    2. Alguém que entregue a taça ao Pedro! (235 points, 11 comments)
    3. Quando o Nazigramatical está com a moca (215 points, 19 comments)
    4. Custava assim tanto? (178 points, 65 comments)
    5. Comentem (155 points, 50 comments)
    6. Movimento anti-Eutanásia vão todos para o caralho (155 points, 144 comments)
    7. Mas primeiro tenho que ir a decathlon. (147 points, 17 comments)
    8. É Pegar ou largar! (142 points, 18 comments)
    9. Fátima Hooligans (139 points, 18 comments)
    10. Gangsters à sexta feira.. (135 points, 54 comments)
  6. 1682 points, 12 submissions: pica_foices
    1. Cristiano Ronaldo atira microfone da CMtv para um lago (342 points, 216 comments)
    2. "Chuta daí caralho !!" - o vídeo com o comentário e perspectiva que faltava (208 points, 47 comments)
    3. Todo o arquivo histórico da RTP está disponível na internet para toda a gente (153 points, 47 comments)
    4. Eurosport garante direitos da Formula 1 em Portugal até 2018 (126 points, 115 comments)
    5. Hoje houve festa no treino do Sporting (126 points, 15 comments)
    6. Paulo Gonçalves parou para ajudar piloto acidentado e mantém liderança da prova (121 points, 21 comments)
    7. Benni McCarthy festeja de novo golo de Portugal na TV (117 points, 5 comments)
    8. Post do Facebook da Antena 3 denuncia compradios e cunhas na Antena 3. Marketing viral ou fail ? (105 points, 110 comments)
    9. José Carlos Noronha, o médico dos craques: “O Ronaldo pede-me artigos científicos para ler” (99 points, 18 comments)
    10. Membro do Twitter cria conta falsa. Elabora boato sobre jogador e acaba na capa do Record. (99 points, 72 comments)
  7. 1673 points, 7 submissions: fijozico
    1. GANHÁMOS A EUROVISÃO CARALHO! (670 points, 135 comments)
    2. Comecei a trabalhar no Continente este mês. Ninguém me preparou para isto (210 points, 97 comments)
    3. Quando o Técnico te dá cabe dos miolos (201 points, 36 comments)
    4. Coreia do Norte disse estar pronta para tudo, Portugal enviou 1200 finalistas, Coreia já recuou e pede desculpa por qualquer coisinha (196 points, 20 comments)
    5. A nossa bandeira à lá Arábia Saudita (184 points, 17 comments)
    6. Os polícias ODEIAM-NO! (106 points, 22 comments)
    7. À luz do #BREXIT... (106 points, 20 comments)
  8. 1650 points, 12 submissions: fanboy_killer
    1. Os húngaros andam trocados (207 points, 73 comments)
    2. Malato, sobrevivente dos atentados de Paris (187 points, 87 comments)
    3. A FNAC fez uma auto-avaliação (181 points, 42 comments)
    4. Só estilo (165 points, 35 comments)
    5. Bacalhau (131 points, 13 comments)
    6. Já viram o creep na nova campanha da Cetelem? (128 points, 58 comments)
    7. Nenhuma outra marca domina o social media como a Netflix Portugal (123 points, 13 comments)
    8. Selecção portuguesa de futebol nos anos 90 (119 points, 18 comments)
    9. Eurodeputados pedem investigação a alegada tortura de homossexuais na Chechénia. PCP absteve-se (114 points, 41 comments)
    10. The European country that loves being sad (103 points, 95 comments)
  9. 1632 points, 1 submission: nohopedude
    1. Portugal vence Eurovisão 2017 (1632 points, 186 comments)
  10. 1585 points, 13 submissions: sup3rfm
    1. A "alegria" de Danilo - PORTUGAL NO EURO2016 (205 points, 31 comments)
    2. Ministério da Saúde quer “responsabilizar” pais que não vacinem filhos (195 points, 106 comments)
    3. Acima da lei, só a EMEL. (135 points, 47 comments)
    4. Vai tudo para casa. Voltem amanhã. (127 points, 31 comments)
    5. 1º Ministro de Portugal em 2019 (121 points, 79 comments)
    6. Polish gay couple wins right to marry in Portugal thanks to their haters (120 points, 62 comments)
    7. Metadados - Juízes chumbam acesso das secretas a dados dos telemóveis (103 points, 27 comments)
    8. Um facto falso, à Portuguesa (morte de George Michael) (101 points, 45 comments)
    9. António Costa indigitado primeiro-ministro por Cavaco Silva (99 points, 243 comments)
    10. Madeira retira "comida de plástico" de todos os edifícios públicos (96 points, 33 comments)
  11. 1439 points, 6 submissions: odajoana
    1. Receita portuguesa vegetariana (466 points, 131 comments)
    2. Criei um cartão de Bingo para o /portugal. Divirtam-se! (285 points, 106 comments)
    3. Marcelo. #foreveralone (270 points, 39 comments)
    4. O Facebook do StandVirtual deseja um Feliz Dia da Mulher. :') (180 points, 126 comments)
    5. Há 40 dias que o Metro de Lisboa não faz uma greve. Regozijemo-nos. (128 points, 31 comments)
    6. Criei uma playlist no Tubo em jeito de balanço do que se fez musicalmente em Portugal em 2015. Estou a esquecer-me de alguém? (110 points, 76 comments)

Top Commenters

  1. QuintoImperio (6372 points, 430 comments)
  2. Vasco_da_Gamba (3761 points, 273 comments)
  3. ForeverJamon (3665 points, 470 comments)
  4. 1Warrior4All (3432 points, 387 comments)
  5. sup3rfm (2727 points, 296 comments)
  6. informate (2498 points, 631 comments)
  7. meaninglessvoid (2472 points, 564 comments)
  8. raviolli_ninja (2111 points, 211 comments)
  9. nazigramatical (1909 points, 610 comments)
  10. BugaTuga (1735 points, 335 comments)
  11. zedisto (1634 points, 197 comments)
  12. Sperrel (1613 points, 297 comments)
  13. ElDiabloDe94 (1599 points, 253 comments)
  14. _aralho (1562 points, 180 comments)
  15. portuga (1518 points, 324 comments)
  16. KokishinNeko (1515 points, 223 comments)
  17. No_Im_Not_High (1496 points, 207 comments)
  18. odajoana (1441 points, 210 comments)
  19. van_Zeller (1326 points, 162 comments)
  20. ManaSyn (1308 points, 248 comments)
  21. Trollitito (1263 points, 304 comments)
  22. VladTepesDraculea (1252 points, 246 comments)
  23. radaway (1198 points, 155 comments)
  24. uyth (1141 points, 232 comments)
  25. random-guy410 (1141 points, 215 comments)
  26. saposapot (1126 points, 166 comments)
  27. BroaxXx (1062 points, 212 comments)
  28. Empirion (1061 points, 191 comments)
  29. egzaaa (1052 points, 112 comments)
  30. EarlPious (1042 points, 146 comments)
  31. pilas2000 (1041 points, 202 comments)
  32. 4thDimensi0n (1031 points, 120 comments)
  33. fanboy_killer (1024 points, 122 comments)
  34. MarioSewers (1009 points, 126 comments)
  35. crabcarl (986 points, 135 comments)
  36. Morpheuspt (949 points, 197 comments)
  37. x_p_t_o (913 points, 197 comments)
  38. lapinrigolo (904 points, 185 comments)
  39. crilor (868 points, 104 comments)
  40. joaopeniche (864 points, 203 comments)
  41. Herbacio (835 points, 126 comments)
  42. ErrorTerror (821 points, 68 comments)
  43. kawaiims (793 points, 111 comments)
  44. vulvasaur001 (793 points, 96 comments)
  45. pocrl_fds (737 points, 213 comments)
  46. inhalingsounds (720 points, 112 comments)
  47. godsdog23 (713 points, 136 comments)
  48. viper_in_the_grass (699 points, 94 comments)
  49. Webchuzz (699 points, 78 comments)
  50. NEDM64 (698 points, 335 comments)
  51. khthon (692 points, 191 comments)
  52. PTgenius (687 points, 114 comments)
  53. fachebu (684 points, 64 comments)
  54. autoclismo (680 points, 138 comments)
  55. Parshath_ (673 points, 80 comments)
  56. makemisteaks (667 points, 66 comments)
  57. the_killingjoke (665 points, 50 comments)
  58. rui278 (660 points, 140 comments)
  59. Metaluim (660 points, 133 comments)
  60. Coveiro (659 points, 34 comments)
  61. Greatmambojambo (658 points, 1 comment)
  62. oUltimoTuga (644 points, 176 comments)
  63. utilizador (640 points, 100 comments)
  64. fijozico (630 points, 72 comments)
  65. NorskSud (627 points, 49 comments)
  66. vitorfdm (623 points, 148 comments)
  67. sirblackhand (621 points, 87 comments)
  68. DavidR747 (618 points, 65 comments)
  69. Pablo_Aimar (617 points, 36 comments)
  70. aurumax (613 points, 136 comments)
  71. R3DSMiLE (611 points, 104 comments)
  72. sirinai (607 points, 122 comments)
  73. MagnusCallicles (607 points, 17 comments)
  74. Dr_Adolfo_Dias (600 points, 127 comments)
  75. englishichistnicht (596 points, 126 comments)
  76. Torneira-de-Mercurio (587 points, 104 comments)
  77. pythium (570 points, 119 comments)
  78. xc9000 (569 points, 78 comments)
  79. ferronetwork (568 points, 58 comments)
  80. beakage (556 points, 114 comments)
  81. HelloMyNameIsLola (531 points, 78 comments)
  82. GodlyXHell (523 points, 51 comments)
  83. Saboni (513 points, 1 comment)
  84. dezassete (511 points, 103 comments)
  85. mariajoao38 (510 points, 68 comments)
  86. zefo_dias (505 points, 116 comments)
  87. theoxandmoon (505 points, 3 comments)
  88. Pedropz (502 points, 9 comments)
  89. edlll91 (496 points, 81 comments)
  90. ArchangelPT (493 points, 41 comments)
  91. xiken27 (480 points, 114 comments)
  92. pobotuga (478 points, 75 comments)
  93. paydenbts (470 points, 126 comments)
  94. Hrodrik (468 points, 142 comments)
  95. ohhputosopaa (459 points, 119 comments)
  96. Narvikz (455 points, 215 comments)
  97. JOHN_FUCKING_TITOR (455 points, 53 comments)
  98. Pete06 (450 points, 58 comments)
  99. portugapt (450 points, 19 comments)
  100. rickdg (447 points, 82 comments)
  101. O_crl (444 points, 50 comments)
  102. tony_Tha_mastha (442 points, 74 comments)
  103. afcPT (441 points, 73 comments)
  104. naughtydismutase (439 points, 70 comments)
  105. MiNDJ (438 points, 60 comments)
  106. twistedfires (437 points, 59 comments)
  107. bananomgd (437 points, 28 comments)
  108. CrazyJony (431 points, 47 comments)
  109. AMA_EXTJ (428 points, 80 comments)
  110. wakerdan (428 points, 53 comments)
  111. kairos (425 points, 92 comments)
  112. otanerpt (419 points, 46 comments)
  113. empirestateofmadness (416 points, 56 comments)
  114. Mostra_a_tua_Xaroca (413 points, 91 comments)
  115. emptywallspt (410 points, 58 comments)
  116. PussyAssNigga (407 points, 33 comments)
  117. Rikkushin (406 points, 72 comments)
  118. ColdFusionPT (402 points, 72 comments)
  119. trickz-M- (401 points, 60 comments)
  120. ruiamgoncalves (396 points, 26 comments)
  121. miguelrj (391 points, 71 comments)
  122. efc7149 (388 points, 79 comments)
  123. batataway (388 points, 60 comments)
  124. Popoplop (388 points, 22 comments)
  125. dudewhatthehellman (387 points, 149 comments)
  126. QWERTYMurdoc (385 points, 49 comments)
  127. gonpires (385 points, 45 comments)
  128. HeroOfNothing (381 points, 65 comments)
  129. Based_Kek (379 points, 72 comments)
  130. End-Effector (378 points, 132 comments)
  131. KHALIMER0 (374 points, 49 comments)
  132. rjtavares (372 points, 51 comments)
  133. mrBatata (365 points, 61 comments)
  134. pjscosta (365 points, 37 comments)
  135. pica_foices (358 points, 55 comments)
  136. green_biri (356 points, 43 comments)
  137. vilkav (353 points, 42 comments)
  138. 2009miles (352 points, 48 comments)
  139. CouvePT (348 points, 21 comments)
  140. SenhorAlfredo (346 points, 32 comments)
  141. jocamar (343 points, 114 comments)
  142. airahnegne (339 points, 75 comments)
  143. stella250 (339 points, 58 comments)
  144. dead_rising (338 points, 86 comments)
  145. Driver_pt (338 points, 49 comments)
  146. Mynamethisisnot (337 points, 62 comments)
  147. bcfhkngdthn (336 points, 50 comments)
  148. humelectro (332 points, 60 comments)
  149. Throwawaypt123 (332 points, 49 comments)
  150. Da3nd (331 points, 61 comments)
  151. Condestavel (330 points, 35 comments)
  152. mafarricu (329 points, 116 comments)
  153. veribaka (327 points, 93 comments)
  154. toper-centage (321 points, 79 comments)
  155. throwmeaway76 (320 points, 28 comments)
  156. joaohd (319 points, 42 comments)
  157. pilazul (317 points, 23 comments)
  158. SANDEMAN (313 points, 23 comments)
  159. Jhago (312 points, 48 comments)
  160. Joltie (311 points, 55 comments)
  161. Kaiiy (308 points, 86 comments)
  162. laikamonkey (308 points, 37 comments)
  163. tiagopr1990 (307 points, 60 comments)
  164. nunomarkl (307 points, 20 comments)
  165. Ervilhardent (306 points, 54 comments)
  166. Aldo_Novo (305 points, 60 comments)
  167. bockyPT (305 points, 55 comments)
  168. Rostabal (298 points, 44 comments)
  169. andre82220 (297 points, 85 comments)
  170. breakkz (292 points, 24 comments)
  171. Mviegaslopes (291 points, 26 comments)
  172. TitusRex (290 points, 60 comments)
  173. tugasdocrl (290 points, 47 comments)
  174. not_sucking_it (289 points, 39 comments)
  175. janicio_salome (289 points, 16 comments)
  176. born2roll (286 points, 35 comments)
  177. suspect_b (285 points, 66 comments)
  178. balabanov (285 points, 27 comments)
  179. LinkRaider (284 points, 52 comments)
  180. EiNDouble (277 points, 131 comments)
  181. thesevenages (277 points, 53 comments)
  182. xirix (277 points, 28 comments)
  183. tumblarity (276 points, 61 comments)
  184. Febris (276 points, 55 comments)
  185. daedric (276 points, 39 comments)
  186. DoubleEdge699 (273 points, 84 comments)
  187. VicenteOlisipo (272 points, 31 comments)
  188. maga-licious (270 points, 26 comments)
  189. getmenew (269 points, 86 comments)
  190. Kopl3r (269 points, 64 comments)
  191. 011111000101 (269 points, 46 comments)
  192. leadzor (263 points, 44 comments)
  193. spinal2k (258 points, 77 comments)
  194. jgilcruz (258 points, 17 comments)
  195. ObnoxiousLittleCunt (258 points, 16 comments)
  196. Ze-Manel (255 points, 43 comments)
  197. Sebas94 (254 points, 70 comments)
  198. jpmassena (254 points, 56 comments)
  199. jcopta (254 points, 41 comments)
  200. oottppxx (251 points, 55 comments)
  201. sysbuild (250 points, 31 comments)
  202. yabish94 (246 points, 39 comments)
  203. lesoth (246 points, 31 comments)
  204. badalhoc (245 points, 34 comments)
  205. Maltruista (244 points, 85 comments)
  206. MartialCanterel (244 points, 26 comments)
  207. jmavre (241 points, 40 comments)
  208. _kossak_ (240 points, 20 comments)
  209. jhscrym (239 points, 47 comments)
  210. Mordiken (239 points, 44 comments)
  211. JohnJohnPT (239 points, 33 comments)
  212. Spnhix (239 points, 15 comments)
  213. starmatter (238 points, 66 comments)
  214. Bloodraven__ (236 points, 22 comments)
  215. reticulated_splines (235 points, 29 comments)
  216. Keeper-of-Balance (235 points, 28 comments)
  217. andrefbr (233 points, 61 comments)
  218. ygglow (233 points, 59 comments)
  219. andrefsp (233 points, 40 comments)
  220. umegastar (233 points, 33 comments)
  221. predo (232 points, 58 comments)
  222. TheEightDoctor (230 points, 52 comments)
  223. filcei (230 points, 32 comments)
  224. TiagoFiltros (229 points, 10 comments)
  225. mjrpereira (228 points, 44 comments)
  226. RiKoNnEcT (228 points, 31 comments)
  227. salmeida (227 points, 37 comments)
  228. FilthyPlagiarist (226 points, 31 comments)
  229. espancado23 (225 points, 35 comments)
  230. aalp234 (224 points, 31 comments)
  231. AlfmaniaK (224 points, 29 comments)
  232. xupak (223 points, 21 comments)
  233. AAlentejana (222 points, 33 comments)
  234. American_Jesus (222 points, 10 comments)
  235. bittolas (221 points, 88 comments)
  236. Beats29 (221 points, 53 comments)
  237. asantos3 (221 points, 46 comments)
  238. ltdanyougotnewlegs (221 points, 36 comments)
  239. EmidioSantana (220 points, 18 comments)
  240. Mallardo (220 points, 18 comments)
  241. Zoelae (219 points, 74 comments)
  242. pmendes (218 points, 60 comments)
  243. sirAiva (218 points, 4 comments)
  244. JoseFernandes (217 points, 51 comments)
  245. Public_Vagina (217 points, 21 comments)
  246. luismpinto (217 points, 21 comments)
  247. kittysparkles (215 points, 40 comments)
  248. k0rda (214 points, 31 comments)
  249. correiajoao (214 points, 25 comments)
  250. megaroof (213 points, 92 comments)
  251. RootNYC (213 points, 43 comments)
  252. nocivo (212 points, 46 comments)
  253. RafaelTeodosio (211 points, 75 comments)
  254. fapweby (211 points, 52 comments)
  255. Malafaia (211 points, 20 comments)
  256. foundergaming (210 points, 64 comments)
  257. AntonioMachado (210 points, 49 comments)
  258. extmkv (209 points, 39 comments)
  259. Deimos_F (208 points, 55 comments)
  260. watwatindbutt (208 points, 24 comments)
  261. amazing_chest_ahead (208 points, 20 comments)
  262. S_M_O_U_G (207 points, 56 comments)
  263. gsus4chord (207 points, 15 comments)
  264. oobservador (206 points, 56 comments)
  265. ChronicTheOne (204 points, 49 comments)
  266. pnossiop (203 points, 55 comments)
  267. badarxa (202 points, 14 comments)
  268. Frutol (202 points, 4 comments)
  269. ZeCoimas (201 points, 27 comments)
  270. dubmiks (201 points, 7 comments)
  271. boobiebanger (201 points, 1 comment)
  272. Fir3line (200 points, 36 comments)
  273. HateHater77 (200 points, 25 comments)
  274. NovoJudeu (199 points, 38 comments)
  275. 001ritinha (198 points, 31 comments)
  276. JoaoPTsantos (198 points, 22 comments)
  277. deckard2019 (197 points, 31 comments)
  278. chapeubranco (196 points, 56 comments)
  279. Prutuga (196 points, 22 comments)
  280. Tranquillititties (195 points, 47 comments)
  281. elconquistador (195 points, 43 comments)
  282. Calvin_Uncle (191 points, 50 comments)
  283. umagrandepilinha (191 points, 46 comments)
  284. ishama (191 points, 33 comments)
  285. FA0401 (191 points, 14 comments)
  286. hgg (190 points, 47 comments)
  287. MaxFischer9891 (190 points, 1 comment)
  288. JeagleP (189 points, 14 comments)
  289. ax8t (188 points, 62 comments)
  290. joaommx (188 points, 57 comments)
  291. ozzymustaine (188 points, 39 comments)
  292. djx24 (188 points, 34 comments)
  293. rresende (188 points, 33 comments)
  294. Opera_Phantom (188 points, 18 comments)
  295. ItoldU97 (188 points, 14 comments)
  296. leto78 (188 points, 8 comments)
  297. Ophiusa (185 points, 29 comments)
  298. xicomen (185 points, 25 comments)
  299. trabalho_no_pitroil (184 points, 59 comments)
  300. PedroLG (184 points, 36 comments)
  301. spacewulf_0 (182 points, 24 comments)
  302. nickmariostories (182 points, 1 comment)
  303. Rod_23 (180 points, 30 comments)
  304. Argyrius (180 points, 2 comments)
  305. JorgeTone (178 points, 53 comments)
  306. muralhaspt (177 points, 52 comments)
  307. migueldias94 (177 points, 36 comments)
  308. rcoelho14 (177 points, 30 comments)
  309. WhatsInTheBoat (177 points, 28 comments)
  310. coiso (176 points, 26 comments)
  311. _HalfCocked_ (176 points, 25 comments)
  312. zemiguel23 (176 points, 15 comments)
  313. nao_me_processem_pls (176 points, 11 comments)
  314. blizzdawizz (176 points, 9 comments)
  315. Mendonza (175 points, 37 comments)
  316. FeedMeDonuts (175 points, 36 comments)
  317. andr3dias (175 points, 23 comments)
  318. mendrax (173 points, 19 comments)
  319. Zorthianator (173 points, 3 comments)
  320. leorolim (172 points, 50 comments)
  321. NaoTeEnerves (172 points, 37 comments)
  322. tiago1500 (172 points, 25 comments)
  323. thomasdarko (170 points, 3 comments)
  324. turnusb (169 points, 65 comments)
  325. TTSDA (169 points, 57 comments)
  326. DianaQWERTY (169 points, 48 comments)
  327. TheRealCris (169 points, 23 comments)
  328. Lebronze_James (169 points, 22 comments)
  329. iamfromreallife (168 points, 16 comments)
  330. SilverTroop (168 points, 10 comments)
  331. Dockelektro (167 points, 44 comments)
  332. h8mx (167 points, 18 comments)
  333. emerl_j (166 points, 49 comments)
  334. josefagundes (166 points, 13 comments)
  335. jfredsilva (166 points, 9 comments)
  336. HoodSniper (165 points, 156 comments)
  337. boywithtwoarms (165 points, 36 comments)
  338. KneeDeepInTheDead (163 points, 49 comments)
  339. Sportsman18 (163 points, 30 comments)
  340. hugocarv (162 points, 24 comments)
  341. 2TwentyOne1 (162 points, 10 comments)
  342. taoleaf (161 points, 28 comments)
  343. betweenwordsandstars (161 points, 11 comments)
  344. KawaiiHP (160 points, 20 comments)
  345. Quillergs (160 points, 18 comments)
  346. sw3t (159 points, 29 comments)
  347. Paulocas (159 points, 26 comments)
  348. Jataki (159 points, 25 comments)
  349. Olbrien (159 points, 10 comments)
  350. alarka (158 points, 36 comments)
  351. usulidircotiido (158 points, 30 comments)
  352. unknown_believer (158 points, 28 comments)
  353. inquiett (158 points, 23 comments)
  354. AbaixoDeCao (158 points, 22 comments)
  355. pha3dra (158 points, 21 comments)
  356. TTRO (157 points, 23 comments)
  357. Amilcar_Alho (157 points, 21 comments)
  358. Kratos73 (157 points, 19 comments)
  359. bacitoto-san (157 points, 4 comments)
  360. mrBlonde (156 points, 58 comments)
  361. XerGarrilha (156 points, 5 comments)
  362. WesternMojo (156 points, 2 comments)
  363. EsquiloRaiboso (155 points, 22 comments)
  364. tagliatelli_ninja (154 points, 30 comments)
  365. vaurdan (154 points, 28 comments)
  366. mruiandre (153 points, 27 comments)
  367. Ambissinistro (152 points, 15 comments)
  368. AStrangerIntheWorld (151 points, 59 comments)
  369. anti_r_portugal (151 points, 51 comments)
  370. rmvt (151 points, 19 comments)
  371. lonesomegalaxy (151 points, 12 comments)
  372. osamabeenganking (150 points, 78 comments)
  373. ilawon (150 points, 28 comments)
  374. Hindead (150 points, 3 comments)
  375. SuperLazyUnicorn (149 points, 70 comments)
  376. A_Besuga (147 points, 45 comments)
  377. klatez (147 points, 36 comments)
  378. Capitao_Falcao (147 points, 13 comments)
  379. Executer13 (146 points, 20 comments)
  380. presidentedajunta (146 points, 14 comments)
  381. LunaticHeart (146 points, 7 comments)
  382. death-is-a-lady (145 points, 31 comments)
  383. karnarius (145 points, 18 comments)
  384. cona_de_sabao (145 points, 8 comments)
  385. Warzitec (144 points, 22 comments)
  386. zemike (144 points, 16 comments)
  387. niroh (143 points, 27 comments)
  388. ToNaPista (143 points, 17 comments)
  389. Spicy_food (142 points, 37 comments)
  390. alexandresmog (142 points, 22 comments)
  391. urrinor (142 points, 12 comments)
  392. trufas (141 points, 38 comments)
  393. SymphoDgenx (141 points, 20 comments)
  394. quatrotires (140 points, 48 comments)
  395. oblivion2g (140 points, 33 comments)
  396. chauffage (140 points, 32 comments)
  397. mglsts (140 points, 14 comments)
  398. FelixSula (139 points, 35 comments)
  399. ncryptdntllgnc (138 points, 1 comment)
  400. Joselini (137 points, 21 comments)
  401. O_Senhor (136 points, 30 comments)
  402. Mandraker (136 points, 15 comments)
  403. SterBlich (136 points, 11 comments)
  404. randominternetdude (135 points, 32 comments)
  405. JCFD (135 points, 22 comments)
  406. Elril (135 points, 19 comments)
  407. nesciopt (135 points, 13 comments)
  408. mkgilligan (135 points, 10 comments)
  409. dyrikaas (135 points, 1 comment)
  410. foxiri (134 points, 38 comments)
  411. odraciRRicardo (134 points, 16 comments)
  412. radar_kadafi (134 points, 4 comments)
  413. jm7x (133 points, 38 comments)
  414. ahab_ (133 points, 24 comments)
  415. RedRoseRing (133 points, 6 comments)
  416. this_account_is_mine (132 points, 30 comments)
  417. hal-nine-thousand (132 points, 17 comments)
  418. MikeHuntOG (131 points, 9 comments)
  419. knoxvox (130 points, 36 comments)
  420. DonSteppedOutside (130 points, 24 comments)
  421. spotster (130 points, 24 comments)
  422. findmeout888 (130 points, 18 comments)
  423. recycledcoder (130 points, 14 comments)
  424. brejeiro_mor (130 points, 13 comments)
  425. macafeu88 (129 points, 21 comments)
  426. wannabelikeme (129 points, 12 comments)
  427. puppetz666 (129 points, 5 comments)
  428. antz425 (128 points, 32 comments)
  429. Alvalade (128 points, 27 comments)
  430. cenourinhapt (128 points, 19 comments)
  431. poloport (127 points, 71 comments)
  432. _mdx_ (127 points, 44 comments)
  433. WalterHenderson (127 points, 17 comments)
  434. cv990 (127 points, 14 comments)
  435. sodizesmerda (127 points, 5 comments)
  436. Monadart (127 points, 3 comments)
  437. artt123 (126 points, 12 comments)
  438. gugulo (125 points, 38 comments)
  439. Robodachi (125 points, 25 comments)
  440. GioGaribaldi (125 points, 19 comments)
  441. bernoit (125 points, 17 comments)
  442. carpinttas (124 points, 30 comments)
  443. Souto_Linho (124 points, 14 comments)
  444. joka0paiva (123 points, 29 comments)
  445. X__Alien (123 points, 20 comments)
  446. Joker137 (123 points, 15 comments)
  447. JorgeNPintoDaCosta (123 points, 8 comments)
  448. MarquesSCP (122 points, 25 comments)
  449. paaulo (122 points, 15 comments)
  450. EdKord (121 points, 30 comments)
  451. lizardking93 (121 points, 22 comments)
  452. JeLoWa (121 points, 1 comment)
  453. theblackcereal (120 points, 37 comments)
  454. babyscully (120 points, 29 comments)
  455. Captain-Davy (119 points, 15 comments)
  456. throwawaypeidei (119 points, 8 comments)
  457. _petrus_ (119 points, 5 comments)
  458. bernarddit (118 points, 55 comments)
  459. ThatLawyalGuy (118 points, 34 comments)
  460. h2xtreme (118 points, 28 comments)
  461. Blair_84 (118 points, 23 comments)
  462. MCbadboy (118 points, 5 comments)
  463. lintteaand (118 points, 2 comments)
  464. Royalflush0 (118 points, 1 comment)
  465. lesnake (117 points, 34 comments)
  466. Olissipo (117 points, 25 comments)
  467. Phaellow (117 points, 15 comments)
  468. vartender (117 points, 13 comments)
  469. rockinoutloud (117 points, 12 comments)
  470. fortean (116 points, 25 comments)
  471. GrimKriegor (116 points, 15 comments)
  472. aGuyFromReddit (116 points, 6 comments)
  473. runneronreddit (115 points, 30 comments)
  474. Stiffori (115 points, 22 comments)
  475. MrFerrero (115 points, 9 comments)
  476. postpostrocker (114 points, 33 comments)
  477. HRamos_3 (114 points, 25 comments)
  478. ProfessorKaramba (114 points, 19 comments)
  479. dark_bug (114 points, 18 comments)
  480. Cardeal (113 points, 43 comments)
  481. Thaliost (113 points, 30 comments)
  482. EstimulumVitae (113 points, 22 comments)
  483. aglassofportwine (113 points, 13 comments)
  484. xXx_Bacalhau_xXx (112 points, 20 comments)
  485. trololway (111 points, 28 comments)
  486. luismepereira (111 points, 25 comments)
  487. AvatharPT (111 points, 18 comments)
  488. abc1efg2 (111 points, 12 comments)
  489. 42deep-thought (111 points, 4 comments)
  490. _MiguelPT_ (111 points, 4 comments)
  491. NightmarishPT (110 points, 58 comments)
  492. stuffirianz (110 points, 34 comments)
  493. JohnyGPTSOAD (110 points, 17 comments)
  494. O_bigodes (110 points, 14 comments)
  495. MunchingCoffee (110 points, 2 comments)
  496. neapo (109 points, 41 comments)
  497. Goldenrah (109 points, 29 comments)
  498. chickenoflight (109 points, 19 comments)
  499. Tephlon (109 points, 17 comments)
  500. xperzik (109 points, 17 comments)

Top Submissions

  1. Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage! by ruisao (8785 points, 551 comments)
  2. Portugal vence Eurovisão 2017 by nohopedude (1632 points, 186 comments)
  3. TOP by ohhputosopaa (1447 points, 85 comments)
  4. Também queria partilhar um meme by ForeverJamon (1076 points, 48 comments)
  5. Vipur. Se derem upvote neste post, vai aparecer no google imagens quando se procurar Vipur, filtro de água e Viana do Castelo. by nao_me_processem_pls (906 points, 42 comments)
  6. Need help finding a Portuguese song... by BustedBreaks (736 points, 107 comments)
  7. GANHÁMOS A EUROVISÃO CARALHO! by fijozico (670 points, 135 comments)
  8. Fotografias de um Portugal antigo by Sr_Noodles (630 points, 77 comments)
  9. Obrigado Bo, por 8 anos de espionagem ao serviço do Estado Português by Vasco_da_Gamba (603 points, 42 comments)
  10. Não há impossíveis na vida.Nunca desistas. by Vasco_da_Gamba (549 points, 47 comments)

Top Comments

  1. 658 points: Greatmambojambo's comment in Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage!
  2. 513 points: Saboni's comment in Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage!
  3. 486 points: MagnusCallicles's comment in Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage!
  4. 357 points: Pedropz's comment in Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage!
  5. 328 points: theoxandmoon's comment in Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage!
  6. 310 points: Popoplop's comment in Portugal vence Eurovisão 2017
  7. 310 points: portugapt's comment in Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage!
  8. 265 points: QuintoImperio's comment in O Youtube em Portugal não é mais que isto?
  9. 254 points: vitorfdm's comment in Somos Campeões, vamos meter a nossa bandeira na frontpage!
  10. 249 points: ruiamgoncalves's comment in Pokemon GO saiu em Portugal oficialmente!
Generated with BBoe's Subreddit Stats (Donate)
submitted by subreddit_stats to subreddit_stats [link] [comments]


2017.06.01 17:25 Jukeboss- Quando eu fiquei com a garota que eu gostava, mas tudo deu errado

Bom dia. Há alguns dias atrás, aqui no /brasil, presenciei um ato de coragem, no qual uma user relatava uma crônica escatológica de altíssimo nível. Não tenho como intuito superar tal drama, queria poder não ter passado por tal situação. Se o meu eu de hoje encontrasse o meu eu daquele fatídico dia, diria: não vá. Mas, isso não aconteceu e eu fui para o que deveria ser uma noite de diversão, mas foi de uma série de acontecimentos errados, dignos de roteiro do Fargo.
Em um sábado, durante a tarde, estava conversando no MSN (rip) com uma guria no qual eu gostava desde o primeiro dia do ensino médio. Estava no último ano, então podíamos dizer que eu era BFF dela, embora eu quisesse tentar algo desde sempre, nunca havia tido a oportunidade, dado que ela só ficara solteira havia pouco tempo e dito que queria ficar de boas. Papo vem, papo vai, ela usando o famigerado “vs” para o você. Eis que ela me convida para um evento. Bom, não foi exatamente um convite, e sim um

vou lá no hoje a noite com umas amigas, vai tbm pra gente se veeeer”.

Disse que pensaria no assunto, porque precisava cuidar da casa. Na verdade eu tinha partida combinada com o clan de DotA no RGC, e àquela altura da situação entre nós, eu já tinha desistido dela ficar comigo.

Acabou que de última hora, algum escroto (eu te odeio com muita força, cara, você podia ter feito eu evitar tudo isso) desmarcou a partida de dotinha e não fechamos um time. Olhei pro relógio e dava tempo de ir pra festa, só teria que arrumar uma carona. Mandei mensagem pra 4 chegas, perguntando quem ia e quem poderia me dar carona. Arrumei uma carona que chegaria em 20 minutos. Me aprontei com a minha melhor vestimenta, uma camisa preta, um jeans escuro e um coturno preto (nada descolado, porque naquela época o conceito hipster era novidade até em cidade grande, então tudo que eu sabia usar era preto). Passei meio litro de perfume, só muitos anos depois descobri que isso é tão ruim quanto não passar perfume. A carona buzinara lá fora e prossegui para o evento.

Entrei com o colega da carona. Não era exatamente uma festa, mas um daqueles barzinho com espaço bem amplo pro povo tentar se pegar numa suposta pista de dança, enquanto tocava música eletrônica. Acho importante ressaltar que eu nunca me dei bem com esse tipo de ambiente, sempre fiquei muito nervoso em locais cheio de estranhos, abafado etc. Eu mal havia entrado e já não me sentia bem, queria ir embora. Já havia me arrependido de ter ido, mas teria que aguardar a carona, porque era distância de quase uma hora andando de volta pra casa.
Como não tinha mais jeito, pensei "tá no inferno, bora sentar no colo do capeta”, comprei um copo enorme de cerveja (ou pelo menos era o que estava escrito num cartaz rudimentar) e fui bebendo, enquanto andava pelo local totalmente perdido, já não sabia mais onde estava meu colega. Eis, que encontrei a garota no qual eu era apaixonado e ela estava absurdamente linda, eu nunca havia visto ela tão arrumada e com vestes tão curtas. Bebi toda a suposta cerveja de uma só vez, voltei até o balcão e comprei outra. Respirei fundo, estufei o peito, fiz força com o braço flexionado, pra parecer fortão (estava enganando quem?), segurando o copão de cerveja, ajeitei a postura e caminhei lentamente até ela. Estava me sentindo confiante. Era hoje! E realmente era, eu só não sabia exatamente a que custo. Na minha cabeça, estava andando como um daqueles caras de comercial de carro importado, que chegam no local todo pimposo e as mulheres se derretem, mas na realidade acho que eu deveria estar marchando igual um pato em direção a pata.
Ela me viu, sorriu, ou riu, não tenho certeza hoje em dia. Dei um beijo naquele belo rosto, erramos os lados e quase nos beijamos. Ela riu. Nós rimos. Ela pediu licença para as amigas e nos sentamos numa espécie de puff para dois. Lembro que ela ficava ajeitando a barra do vestido. Nem sequer lembro o que conversarmos, só sei que eu fui bem virjão e falei que gostava muito dela, que ela estava linda etc. E ela sorria muito. Reparei que as amigas estavam todas olhando pro nosso rumo, de forma nada discreta. Não sei exatamente o que aconteceu. Só percebi que ela veio pra cima e nos beijamos. Ficamos cerca de 10 minutos nos beijando. Ela se afastou, sorriu e disse que precisava ir ao banheiro. Concordei, me ofereci de acompanhar ela até a porta, ela disse que não precisava, mas que logo voltava. Ela mal levantou do puff e eu senti o demônio, ou melhor a legião toda. Foi numa única repuxada dentro do intestino que eu percebi que as coisas não estavam bem. Mal tive tempo pra dar aquele soquinho no ar de vitória por ter beijado a guria, pois minhas mãos se concentravam em apertar a barriga. Levantei rapidamente pra ir até o banheiro masculino, que era no sentido oposto do feminino. Andei até lá segurando o brioco, num movimento muscular de fecha e trava. E a barriga assoprava a trombeta dos 13 infernos, com barulhos que não sabia que era possível vir de dentro de um ser humano.

Logo que me aproximei do banheiro, avistei uma fila que me fez lacrimejar, era enorme. Parei atrás da última pessoa na fila, enquanto suava frio e tremia, e toda minha concentração física, psíquica, mental e espiritual se concentravam em tentar travar o anus com mais força possível. Eu mentalizava “vai dar, se concentra, calma, tu consegue, você vai conseguir, força”. E cerca de infinitos 30 segundos que nunca passavam, percebi que eu não iria sobreviver naquela fila. Eu tinha que sair daquele lugar, o mais rápido possível. Me dirigi ao caixa, que como era muito cedo ainda, não tinha fila. Dei minha comanda, paguei as cervejas. Havia dado 30 reais, somando a entrada, devo ter dado 50 na mão da mulher. Não esperei por troco, não era humanamente possível, já não estava pensando, só agia. O pensamento estava totalmente concentrado em confabular com meu intestino, tentando chegar a um acordo impossível.
Comecei a andar em direção a minha casa, tentando encontrar um banheiro público. Cada passo era uma repuxada de dor, eu seguia fazendo a milésima série de apertar e travar o anus. Minha camisa já estava toda ensopada. Andava como se tivesse pernas de pau, com medo de abrir demais as pernas e não conseguir controlar a situação. Após andar uma rua inteira, percebi que a situação estava mais controlável. Aparentemente eu estava ficando muito bom em dialogar com meu corpo. Me senti um daqueles monges do Tibete, que conseguem controlar a temperatura do corpo, ou algo assim. Experimentei acelerar o passo e consegui. Naquele momento eu era a pessoa mais feliz do mundo. Eu conseguia respirar mais calmamente e a dor cessara. Acontece que a felicidade é ínfima. Mal completei mais duas ruas e senti minha barriga vibrar e a legião voltara a urrar como se estivessem prontos para adentrar os portões celestiais, mas no caso era sair da minha bunda mesmo. Até aquele momento, nada havia saído, absolutamente nada. Mas no momento do vacilo, falhei em segurar um gás quente, foi breve, mas longo o suficiente pra perceber que algo estava morto dentro de mim há dias. Era um cheiro pútrido de morte, que fez meus olhos lacrimejarem e tive um ataque de ânsia. Voltei a tremer e apoiei numa parede. Percebi que não chegaria em um banheiro. Já tinha dúvidas se iria sobreviver. Sentia que a podridão estava se alastrando pelo meu corpo. Pensei em agachar ali na rua mesmo e deixar rolar. Quando dei por mim, havia carros passando, não era rua deserta, tão pouco era escuro o suficiente para que tivesse um mínimo de dignidade. Analisei minha situação. Precisava encontrar um local seguro, pois tinha certeza que não seria um momento breve. Olhei ao redor, enquanto tremia e exercia com muito mais afinco o apertar e travar. Vi muros altos, percebi que não conseguiria pular eles. Vi um muro mediano e também vi uma câmera de vigilância. Por fim, no outro lado da rua, vi uma bela residência, com muros baixos, cercadas por palmeirinhas. Era ali que o meu flagelo terminaria. Estava decidido, era o que o destino havia me reservado e eu o abraçaria com força.
Manquei até a entrada da residência, aguardei que não tivesse nenhum carro transitando na rua e encostei meu corpo na mureta, deixei que meu próprio peso me conduzisse pelo muro acima, não queria arriscar fazer movimentos acrobáticos enquanto todas minhas forças musculares se resumiam a um único músculo. Cai pelo outro lado, destruindo um canteiro de flores. Engraçado, é que naquele momento, tudo piorou. A dor, a intensidade dos barulhos, o suor, até a visão estava turva. Achei que fosse desmaiar ali mesmo. Comecei a desabotoar a calça, descer o zíper, apenas implorando por mais uns segundos de força. Então um carro passou e percebi que eu ainda estava exposto, pois quando um carro vinha em direção da casa, iluminava muito a mureta e a luz passava pelas palmeiras. Com medo de ser visto, denunciado ou coisa assim, fui agachado com as calças na altura da coxa, até a entrada da casa, que ficava em uma espécie de curva em L em relação ao portão, então não estaria mais exposto. Verifiquei as janelas e todas luzes estavam apagadas. Fui até o rumo da porta, pra verificar se não ouvia nenhum barulho lá de dentro. Ao me aproximar da porta, senti o tranco final. O músculo havia falhado e pude sentir todo o meu corpo cedendo, desistindo de mim e se entregando àquela fatídica bomba infernal. Vi um tapete escrito “Bem-vindo” e tentei puxar ele, mas lembrei que havia a cueca para puxar. Optei pela cueca. E senti aquela rajada descomunal sair. Era como se os piores cheiros do mundo estivessem em um só local e esse local fosse o meu intestino. Eram fezes com gases saindo com a pressão de um tiro de espingarda. O alivio foi mais instantâneo do que miojo. Eu já não tremia, já não sentia dores, tudo que eu fazia era torcer pra ninguém abrir a porta. O cheiro sequer me incomodava mais, era praticamente um perfume satânico, um presente pela sensação de estar finalmente livre. Devo ter demorado cerca de 10 minutos. Rasguei a cueca e tentei limpar o que dava, como minha bunda, minhas coxas, beirada do coturno. Não foi o suficiente, larguei a cueca ali mesmo, e usei as meias para acabar o serviço. Quando finalmente havia abotoado a calça, olhei o prejuízo. Eu havia pichado a metade inferior da porta com bosta. Já não era mais possível ler o “Bem-vindo” do tapete. Havia respingos até perto das janelas. Me senti muito mal naquele momento, mas por dentro sorria de satisfação, não pelo ato em si, mas sim por estar bem. Alguns minutos atrás pensara que morreria. Pulei o muro e segui até a minha casa, enquanto o fedor me acompanhava. Cheguei em casa, joguei a calça e a camisa no lixo, deixei o coturno de molho e tomei um belo banho, super demorado e me deitei, estava exausto. Então me lembrei da guria. Lembrei que não havia dito nada pra ela. Lembrei que as amigas dela devem ter me visto indo embora como se estivesse muito bêbado ou muito doente. Torci pra segunda opção, era mais fácil contornar doença do que álcool.

Domingo, entrei no MSN e ela não estava online. Fiquei o dia todo olhando e nada. Na segunda feira ela não foi pra aula. Na terça, descobri por um amigo, que ela havia voltado com o ex, que aparentemente no sábado ela tinha saído com umas amigas, deu bosta lá (mal sabia que era literalmente) e ela ficou super chateada, encontrou com o ex, eles conversaram e ele convenceu ela a dar mais uma chance. Ou seja, eu fui o alicerce pra ela voltar com cara. E me fiquei me remoendo por muito tempo que talvez podia ter sido eu o namorado dela, que ela deve ter pensado que eu só quis dar uns beijos e vazei. Nunca conversei com ela sobre isso, não consegui imaginar um diálogo em que eu poderia simplesmente soltar um “precisei cagar e vazei”. Hoje, acho que eu teria dito numa boa. A casa em que eu caguei? De uma senhora de 85 anos, mãe do delegado da cidade. Não deu BO de aparecer no jornal, mas o povo mais velho da cidade, ou envolvido nos problemas da mesma, ficaram tudo sabendo, e chamaram de “ato de vandalismo sem precedentes”. Ouvi até os meus pais conversando sobre isso, que o vandalismo chegara num nível absurdo, que ninguém respeitava mais nada. Queria poder levantar e dizer “E se foi uma pessoa muito doente, que naquele momento não conseguiu segurar e quis um pouco de privacidade?” Nunca disse nada. Fiquei sabendo que o delegado chegou a comentar que encheria de porrada no filho da puta que fez aquilo. Tive medo de ser descoberto, até evitei aquela rua por muito tempo. Meses depois, um dia precisei passar por lá e vi que a casa passara a ter o muro mais alto da rua, com cerca elétrica.

Gostaria de agradecer o espaço do /brasil por esse desabafo, de algo que guardei por quase 9 anos comigo. Recomendo que vocês façam o mesmo com o que está preso no peito, ótimo pra tirar o peso da consciência

TL:DR: Era afim de uma guria por três anos, consegui ficar com ela numa festa, tive uma dor de barriga, precisei fugir do local, não consegui chegar num banheiro, pulei numa casa pra cagar no quintal, acabei cagando na casa da mãe do delegado da cidade. E a mina voltou com o ex, porque pensou que dei um fora nela quando sumi (pra cagar).

Edit: Editei uns erros, arrumei a flair e corrigi o filha, era mãe, no final. :bad:

Edit 2: TLDR adicionado.

Edit 3: Obrigado pelo ouro ikkebr, não esperava.
submitted by Jukeboss- to brasil [link] [comments]


Primeiro Namorado [Oi] - YouTube Meu Primeiro Namorado-Ao Vivo em Maceió-AL #SemVergonha:: Primeiro Namorado, Pais que Proíbem e mais ... PRIMEIRO PRESENTE PRO NAMORADO - YouTube Ir morar com namorado(a) - Orientações e dúvidas frequentes Meu primeiro Namorado-Calcinha Preta ,Ao vivo no Cabo-PE REAGINDO AO NOSSO PRIMEIRO BEIJO!! *PAMRIQUE* - YouTube O PRIMEIRO NAMORADO Meu primeiro namorado 1/? - YouTube

Apresenta namorado 30 anos mais velho aos pais no dia em ...

  1. Primeiro Namorado [Oi] - YouTube
  2. Meu Primeiro Namorado-Ao Vivo em Maceió-AL
  3. #SemVergonha:: Primeiro Namorado, Pais que Proíbem e mais ...
  4. PRIMEIRO PRESENTE PRO NAMORADO - YouTube
  5. Ir morar com namorado(a) - Orientações e dúvidas frequentes
  6. Meu primeiro Namorado-Calcinha Preta ,Ao vivo no Cabo-PE
  7. REAGINDO AO NOSSO PRIMEIRO BEIJO!! *PAMRIQUE* - YouTube
  8. O PRIMEIRO NAMORADO
  9. Meu primeiro namorado 1/? - YouTube

O PRIMEIRO NAMORADO VigárioOfficial O cantor da garota Virgem. ... 30. Roberto E Banda - Topic 378,881 views. ... DVD AO VIVO EM SALVADOR - Duration: 3:35. Tayrone 3,511,010 views. 3:35. Bob ... FACEBOOK: https://www.facebook.com/NayRattacasso INSTAGRAM: http://instagram.com/nayararattacasso TWITTER: https://twitter.com/NayRattacasso BLOG: http://www... REAÇÃO DA MINHA MÃE QUANDO FALEI QUE IA CASAR AOS 15 ANOS, VEJA NO QUE DEU! - Duration: 10:36. ... Primeiro Namorado, Pais que Proíbem e mais.. ... 30. Psicólogos em São Paulo 22,215 ... Quem nunca ficou desesperada na hora de dar o primeiro presente para o namorado ou namorada? Passei por isso recentemente e vim compartilhar uma ideia criati... Iae galera, bem vindos a mais um vídeo do canal! 😍INSCREVA-SE NO CANAL: https://goo.gl/TCPXLM MINHAS REDES SOCIAIS: 😍 Instagram @bypamella: https://goo.gl/1A... 50+ videos Play all Mix - Meu primeiro Namorado-Calcinha Preta ,Ao vivo no Cabo-PE YouTube Calcinha Preta em Mossoró-RN 2005 - Prova de amor (Silvânia Aquino e Daniel Diau) - Duration: 3:28 ... Meu Primeiro Namorado-Ao Vivo em Maceió-AL A diva arrazando e a galera cantando junto. By: Douglas JR. Created by VideoShow:http://videoshowapp.com/free Novo filme criado para a Oi e estrelado pela Luana Piovani. Confira!